Mineirão é o primeiro estádio do país e o segundo do mundo a receber selo LEED Platinum

Outras cinco arenas brasileiras receberam selos LEED, mas apenas o Mineirão alcançou a categoria máxima da certificação internacional concedida por instituição americana
Outras cinco arenas brasileiras receberam selos LEED, mas apenas o Mineirão alcançou a categoria máxima da certificação internacional concedida por instituição americana

O Mineirão é o primeiro estádio brasileiro e o segundo do mundo a conquistar o selo Platinum, categoria máxima de certificação ambiental Leedership in Energy and Environmental Design (LEED), concedida pela Green Building Council Institute (GBCI). A premiação é resultado de ações ambientalmente sustentáveis implementadas desde o início das obras de modernização da nova arena, em janeiro de 2010, através de um rigoroso controle dos documentos exigidos pela empresa responsável pela certificação.

“A conquista da certificação é fruto de um trabalho rigoroso desenvolvido desde o momento da concepção do novo estádio, em que responsabilidades ambiental, social e financeira foram devidamente planejadas e, agora, reconhecidas”, destaca Tiago Lacerda, secretário de Estado de Turismo e Esportes de Minas Gerais (Setes).

O estádio conquistou 81 dos 110 pontos concedidos para a concessão do selo máximo e se destacou em vários quesitos, como Eficiência da Água (atendendo 10 dos 10 requisitos apontados) e Energia e Atmosfera (completando 32 dos 35 requisitos). Veja detalhes do quadro abaixo.

image002

Procedimentos sustentáveis

Várias ações de sustentabilidade adotadas na reforma e operação do novo Mineirão destacaram-se neste processo. Uma delas foi o sistema de lavagem dos pneus dos veículos que transitaram pelo canteiro de obras para diminuir sujeira e poeira nas vias públicas. A água usada nesta ação foi captada por calhas e destinada para um sistema de tratamento, sendo tratada e bombeada para uma caixa d´água, voltando a abastecer o sistema de lavagem. A prática gerou economia de aproximadamente 18 mil litros de água por dia e cerca de R$ 500 mil. Continuar lendo

Anúncios

Governo de Minas se reúne com Minas Arena para discutir operação realizada no Mineirão

Anastasia solicitou ao Consórcio Minas Arena que providências sejam tomadas para o próximo jogo, na na quarta-feira. Foto Wellington Pedro/Imprensa MG
Anastasia solicitou ao Consórcio Minas Arena que providências sejam tomadas para o próximo jogo, na na quarta-feira. Foto Wellington Pedro/Imprensa MG

O governador Antonio Anastasia se reuniu, nesta segunda-feira (04/02), no Palácio Tiradentes, com o diretor-presidente da Minas Arena, Ricardo Barra, para discutir os problemas ocorridos no jogo de reabertura do Mineirão. Anastasia solicitou que a empresa responsável pela operação tome, imediatamente, as medidas cabíveis para que nos próximos jogos e eventos, o estádio tenha uma operação confortável, segura e de qualidade. Ficou determinado que a Secretaria de Estado Extraordinária para a Copa do Mundo (Secopa) aplicará multa de R$ 1 milhão devido aos problemas ocorridos.

“Lamentavelmente tivemos sérios equívocos, erros, defeitos, sob o ponto de vista da operação do estádio. Chamamos a Minas Arena, que é o consórcio gestor do Mineirão, para saber das medidas que devem ser tomadas imediatamente para corrigir os equívocos ocorridos. O Governo, portanto, cumprindo o que determina o contrato de parceria e de concessão, vai fazer fiscalização de modo muito firme, muito enfático, para dar essa garantia a todos os torcedores mineiros”, afirmou o governador.

Anastasia solicitou ao Consórcio Minas Arena que providências sejam tomadas para o próximo jogo, a ser realizado na próxima quarta-feira (06/02), além dos outros eventos a serem realizados no Mineirão, a fim de ter um estádio não só de padrão internacional, mas com uma operação que seja confortável, segura e de qualidade para todos os torcedores que vão frequentá-lo.

Continuar lendo

Chegou o grande dia: Cruzeiro e Atlético reabrem o Mineirão com clássico neste domingo

projeto_do_novo_mineirao_-2372012-152756-121

Neste domingo (03), o Mineirão reabre suas portas em grande estilo: Cruzeiro e Atlético inauguram a nova casa do futebol mineiro, em mais uma clássica partida, válida pela rodada de abertura do campeonato estadual.

Com uma arena totalmente renovada, fechada por dois anos para uma reforma que foi responsável por modernizar todo o estádio e adequá-lo a padrões internacionais, atleticanos e cruzeirenses estão ansiosos pelo clássico que vai marcar sua reabertura.

A escolha dos protagonistas que vão inaugurar a maior arena do estado não foi por acaso. A histórica rivalidade entre os maiores times de Minas ficou ainda maior com a inauguração do Mineirão, em 1965, quando o clássico ganhou uma grande e definitiva casa.

“Era um clássico que tinha várias casas. Começou no Prado Mineiro, passou pelo estádio do Cruzeiro no Barro Preto, o estádio do Atlético em Lourdes, pela Alameda no Santa Efigênia e pelo Independência. Mas o Mineirão virou mesmo a casa definitiva do clássico”, afirma o jornalista esportivo Alexandre Simões.

Um destes jogos memoráveis entre Cruzeiro e Atlético no Mineirão foi em 2007, na primeira partida da final do Campeonato Mineiro. O goleiro Fábio, do Cruzeiro, foi surpreendido pelo atacante Wanderley, do Atlético. A partida terminou em 4 a 0 para o Galo.

Na final do Campeonato Mineiro do ano seguinte, o Cruzeiro devolveu a goleada, marcando cinco a zero.

Na década anterior, Cruzeiro e Atlético fizeram uma partida eletrizante. Foi nas quartas de final do Campeonato Brasileiro de 1999. Gol para um lado, gol para o outro, a partida terminou em 3 a 2 e o Galo acabou vice-campeão brasileiro. Esse foi apenas um dos clássicos que incendiaram o Mineirão. Agora, o estádio está pronto para mais uma fase na sua trajetória de partidas que irão ficar na memória de Minas Gerais.

Entrega das obras

No dia 21 de dezembro, o governador Antonio Anastasia entregou o estádio de forma oficial à população, após 1.060 dias de obras. A reforma, iniciada em junho de 2010, foi feita em três etapas, com o cronograma de execução sendo cumprido sem alterações. Realizada por meio de parceria público-privada (PPP), a obra contou com investimentos de R$ 665,8 milhões.

Presentes à solenidade de entrega do estádio estavam a presidente Dilma Roussef, o ex-governador do Estado e atual senador Aécio Neves, o vice-governador Alberto Pinto Coelho, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda. O evento também reuniu outras autoridades, operários que participaram da obra, atletas e ex-atletas.

“Neste momento, é toda Minas que aqui se mobiliza. É a alma de ferro do nosso Estado que está presente em cada grama de concreto desse verdadeiro gigante. O Mineirão, como o nome diz, é um filho de todos nós, 20 milhões de mineiros. É um filho da família de Minas que colocamos a serviço do esporte em Minas, no Brasil e no mundo. É um verdadeiro gigante de concreto, mas que tem o coração e a alma no espírito de Minas, indomável, brava, indômita, corajosa, empreendedora e, sobretudo, justa. Salve o Mineirão”, afirmou o governador, no dia da cerimônia.

Reformado e modernizado, o estádio atende todas as exigências da FIFA para receber jogos da Copa das Confederações, no ano que vem, e da Copa do Mundo de 2014. Durante o pico das obras, trabalharam no local cerca de 3 mil operários.

Leia também Mineirão terá esquema especial de segurança para o clássico de domingo

Veja Senador Aécio Neves pede paz entre torcidas no domingo. Confira vídeo

Confira ainda Em visita ao novo Mineirão, cantor Samuel Rosa elogia reforma do estádio

Aécio Neves: Uma vitória dos mineiros

Artigo do senador Aécio Neves (PSDB-MG) publicado no jornal O Tempo – 22/12/12

O novo Mineirão: que venham os gols!

A conclusão da reforma do Mineirão coloca em evidência uma importante marca do governo de Minas Gerais, que vem se consolidando a cada novo compromisso cumprido com a população: a gestão pública responsável e eficiente, que tem, como uma de suas faces, o êxito das Parcerias Público-Privadas (PPPs).

Minas é pioneira no Brasil no estabelecimento de PPPs. Já em 2003, quando o assunto ainda era tabu na administração pública brasileira, o governo estadual adotou o modelo e o colocou em prática, confiante na sua importância para modernizar as formas quase arcaicas de se gerar e operar infraestrutura, com seus tradicionais atrasos e sobrecustos.

As PPPs são um importante instrumento de desenvolvimento nacional, porque aumentam a eficiência da implantação e da gestão de infraestrutura, com claro foco nos resultados, permitindo que os recursos públicos sejam investidos nas áreas prioritárias para a população.

Em Minas, a vitória desse processo é a vitória do planejamento contra o improviso, da visão de futuro contra o imediatismo, da entrega de resultados contra as promessas meramente eleitoreiras.

Continuar lendo

Aécio Neves destaca Mineirão como exemplo de eficiência no setor público

As obras de modernização do Mineirão foram iniciadas em 2010, durante gestão do então governador Aécio Neves, que participou da inauguração. Foto Élcio Paraíso
As obras de modernização do Mineirão foram iniciadas durante gestão do então governador Aécio Neves, que participou da inauguração nesta sexta-feira. Foto Élcio Paraíso

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou, nesta sexta-feira (21/12), estar honrado em ver o Mineirão sendo devolvido à população integralmente modernizado dentro do prazo marcado e respeitando o custo estabelecido. O senador participou, nesta tarde, da solenidade de reinauguração do estádio Governador Magalhães Pinto ao lado da presidente da República, Dilma Rousseff, do governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, e do prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda.

“A inauguração hoje do Mineirão é mais uma demonstração que Minas Gerais dá ao Brasil de que planejamento e eficiência podem caminhar juntas inclusive no setor público. A obra, talvez a única entre todos os estados brasileiros, que termina com o valor  previsto inicialmente é uma obra  de extrema qualidade, inovadora do ponto de vista das parcerias público-privadas,  e a garantia de que nós teremos no Gigante da Pampulha muitos momentos de emoção e de alegria. Eu me sinto muito honrado de ter iniciado esse processo, vê-lo agora construído pelo governador Anastasia, respeitando principalmente o dinheiro dos mineiros”, disse Aécio.

As obras de modernização do Mineirão foram iniciadas em 2010, durante gestão do então governador Aécio Neves, e teve custo total de cerca de R$ 665 milhões, sendo R$ 11,8 milhões oriundos do Tesouro Estadual. Foram 1.060 dias de obras.

O estádio vai abrigar nove partidas de torneios da FIFA: três da Copa das Confederações e seis da Copa do Mundo de 2014, sendo uma semifinal de cada torneio.

Governador Antonio Anastasia entrega o Mineirão à população

Foto Omar Freire /Imprensa MG
Foto Omar Freire /Imprensa MG

O governador Antonio Anastasia e o ex-governador e senador Aécio Neves, acompanhados da presidente Dilma Rousseff, entregaram, nesta sexta-feira (21), as obra do Mineirão. Antes da solenidade, e juntos com convidados, os três foram à área de camarotes, de onde puderam ver toda a pujança de uma das mais modernas arenas multiuso do mundo.

Construído por meio de parceria público-privada (PPP), o novo Mineirão recebeu investimentos de R$ 665,8 milhões, dos quais R$ 654 milhões viabilizados pelo Consórcio Minas Arena, que, em contrapartida, terá o direito de explorar o espaço por um período de 25 anos. O Governo de Minas arcou com R$ 11,8 milhões, usados em terraplanagem, correção de estruturas, demolição e outras. As intervenções realizadas atendem às exigências da Fifa para receber jogos da Copa das Confederações, no ano que vem, e da Copa do Mundo de 2014. Durante o pico das obras, trabalharam no estádio cerca de 3 mil operários.

Foram 1.060 dias de trabalhos, cumprindo o cronograma estabelecido pelo Governo de Minas. Com 62.160 assentos, entre eles 2.024 para atendimento a 98 camarotes, o Mineirão teve o gramado rebaixado em 3,4 metros, de forma a eliminar os pontos com dificuldade de visão de jogo. Para garantir a segurança dos torcedores, em toda a área do estádio foram instaladas 364 câmeras, sendo 170 fixas e 89 com opções de zoom móvel.

Os 58 bares e lanchonetes do Mineirão ganharam o reforço de um restaurante com capacidade para 370 pessoas e vista para o gramado. Os bares contarão com aparelhos de televisão, para que os torcedores não percam o que esteja acontecendo durante as partidas ou eventos.

Na cobertura, que foi estendida, será instalada pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) uma usina solar, para geração de energia suficiente para abastecer 1.200 residências. Sob as arquibancadas foi construído reservatório com capacidade para armazenamento de águas de chuvas, suficientes para suprir o Mineirão por três meses.

O estádio está implantado sobre uma esplanada com vista para a Lagoa da Pampulha. O acesso será feito pelas entradas norte e sul por meio de escadaria e rampa suaves. O local tem potencial para receber a comunidade de segunda a segunda e abrigar também eventos paralelos aos jogos, ou mesmo quando não houver jogo.

A inauguração do Mineirão será no dia 3 de fevereiro próximo, com o clássico Atlético e Cruzeiro, partida válida pela primeira rodada do Campeonato Mineiro de 2013. Belo Horizonte vai receber três jogos da Copa das Confederações, em junho do ano que vem, e seis partidas da Copa do Mundo da Fifa, em 2014.

Confira também Trabalhadores das obras são aplaudidos na entrega do novo Mineirão

Leia ainda  Novo Mineirão impressiona convidados

Ouça Anastasia lembra a PPP que permitiu a concretização do empreendimento

Presidente da Fifa elogia o novo Mineirão

IFrame

Fonte: Agência Minas

Transformado em arena multiuso, Mineirão será entregue hoje à sociedade mineira

Foto Sylvio Coutinho/Divulgação
Foto Sylvio Coutinho/Divulgação

Chegou o grande dia. Após quase três anos fechado para reforma, o Mineirão será devolvido hoje à sociedade mineira, totalmente transformado e revitalizado, seguindo os mais modernos padrões exigidos pela FIFA.

A solenidade – que será transmitida ao vivo pela Agência Minas, com imagens geradas pela Rede Minas no estádio –  começa às 16h, com as presenças do governador Antonio Anastasia, da presidente da República Dilma Rousseff, do ministro dos Esportes Aldo Rebelo e do senador Aécio Neves, em cujo mandato como governador as obras do novo Mineirão foram iniciadas, dentre outras autoridades.

Cerca de 20 mil pessoas participarão do evento e terão acesso a uma intensa programação cultural, que culminará em um show da banda mineira Jota Quest.

As obras do novo Mineirão, que contemplam transformações de grande porte, começaram na data recomendada pela FIFA e terminaram sem atrasos, dentro do orçamento previsto. Ao todo, foram investidos R$ 650 milhões na reforma, que foi viabilizada por meio de uma parceria público-privada (PPP) do Governo de Minas com a Minas Arena, empresa vencedora da licitação e que também será responsável pela manutenção e pela operação do estádio nos próximos 25 anos.

No total, 3 mil operários trabalharam na obra nos momentos de pico, entre eles 103 mulheres, 46 detentos e 82 jovens que tiveram a carteira assinada pela primeira vez. Também foram oferecidos cursos de alfabetização para os operários no canteiro de obras.

Arena multiuso

No novo Mineirão, os torcedores passarão a contar com 62.160 assentos, além de uma esplanada de 80 mil m² do lado de fora, com capacidade para 65 mil pessoas.

Uma das grandes novidades do estádio, essa ampla área externa transforma o Mineirão em uma arena multiuso – um espaço para eventos esportivos, culturais, ecumênicos, de negócios e, acima de tudo, uma opção de lazer para as famílias, com segurança e conforto.

O campo de futebol do novo Mineirão foi rebaixado em 3,4 metros para melhorar as condições de visibilidade. O novo estádio dispõe de 62.160 mil assentos e a entrada será feita por meio de 106 catracas de rápido acesso.

Uma área de aproximadamente 10.765 m² vai abrigar 98 camarotes, totalizando 2.024 lugares, além de um restaurante panorâmico, lounges e sanitários.

O novo Mineirão também está preparado para receber a imprensa em instalações modernas e confortáveis. A nova tribuna pode acolher 388 jornalistas. Há, ainda, sala de conferência, área para entrevistas e estúdios de transmissão.

O estacionamento possui 2.925 vagas, sendo 1.884 cobertas e 1.041 ao ar livre. Os carros terão acesso a 2.670 vagas. As outras 255 vagas são destinadas a deficientes, motos, bicicletas, carga e descarga, bombeiros e viaturas policiais.

Em localização privilegiada, com acesso fácil e inserido no Conjunto Arquitetônico da Pampulha, o Mineirão é o verdadeiro templo do futebol mineiro e o único, hoje, a contar com dois grandes clubes para dividir o campo e as arquibancadas.

O primeiro jogo será realizado no dia 03 de fevereiro com o grande clássico do futebol, Cruzeiro X Atlético, numa partida histórica que também marcará a abertura do campeonato estadual de 2013.

Acompanhe, ao longo dia, na Agência Minas, a cobertura completa com os principais momentos da festa que marcará a entrega das obras do novo Mineirão. O internauta também pode acompanhar a cobertura e fazer perguntas pelo canal do Governo de Minas no Twitter, no endereço  www.twitter.com/governomg

Fonte: Agência Minas

Leia também Governador ressalta atributos do novo Mineirão em entrevista ao MGTV

Confira ainda Anastasia e Aécio Neves destacam o legado do novo Mineirão em artigo no jornal O Globo

IFrame