Mineirão é o primeiro estádio do país e o segundo do mundo a receber selo LEED Platinum

Outras cinco arenas brasileiras receberam selos LEED, mas apenas o Mineirão alcançou a categoria máxima da certificação internacional concedida por instituição americana
Outras cinco arenas brasileiras receberam selos LEED, mas apenas o Mineirão alcançou a categoria máxima da certificação internacional concedida por instituição americana

O Mineirão é o primeiro estádio brasileiro e o segundo do mundo a conquistar o selo Platinum, categoria máxima de certificação ambiental Leedership in Energy and Environmental Design (LEED), concedida pela Green Building Council Institute (GBCI). A premiação é resultado de ações ambientalmente sustentáveis implementadas desde o início das obras de modernização da nova arena, em janeiro de 2010, através de um rigoroso controle dos documentos exigidos pela empresa responsável pela certificação.

“A conquista da certificação é fruto de um trabalho rigoroso desenvolvido desde o momento da concepção do novo estádio, em que responsabilidades ambiental, social e financeira foram devidamente planejadas e, agora, reconhecidas”, destaca Tiago Lacerda, secretário de Estado de Turismo e Esportes de Minas Gerais (Setes).

O estádio conquistou 81 dos 110 pontos concedidos para a concessão do selo máximo e se destacou em vários quesitos, como Eficiência da Água (atendendo 10 dos 10 requisitos apontados) e Energia e Atmosfera (completando 32 dos 35 requisitos). Veja detalhes do quadro abaixo.

image002

Procedimentos sustentáveis

Várias ações de sustentabilidade adotadas na reforma e operação do novo Mineirão destacaram-se neste processo. Uma delas foi o sistema de lavagem dos pneus dos veículos que transitaram pelo canteiro de obras para diminuir sujeira e poeira nas vias públicas. A água usada nesta ação foi captada por calhas e destinada para um sistema de tratamento, sendo tratada e bombeada para uma caixa d´água, voltando a abastecer o sistema de lavagem. A prática gerou economia de aproximadamente 18 mil litros de água por dia e cerca de R$ 500 mil. Continuar lendo

Aécio Neves: Brasil x França no Mineirão é a consagração da reforma do estádio

Perspectiva do novo Mineirão (BCMF Arquitetos/Minas Arena)

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) considerou o anúncio do amistoso entre Brasil e França no Mineirão a consagração do projeto de reforma do estádio, idealizado pelo Governo de Minas. A confirmação oficial da realização da partida, a ser disputada em nove de junho de 2013, foi feita, na tarde desta quarta-feira (28/11), pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke.

“Um grande clássico do futebol mundial, talvez a grande revanche, já que os nossos resultados com a França não têm sido positivos. E que bom que essa revanche ocorrerá em Minas Gerais. É a consagração do projeto de reforma do Mineirão. Um projeto feito com muito planejamento, com muita sensatez e que será um dos primeiros a serem entregues em condições de atender a todas as exigências da Fifa. É uma demonstração do prestígio de Minas Gerais e da correta articulação entre Prefeitura e Governo do Estado em benefício do futebol mineiro”, afirmou Aécio Neves.

Minas marca presença na maior feira de futebol do mundo

Carlos Alberto Parreira e Tiago Lacerda comentam sobre a maquete do Mineirão, exposta no evento. Foto Alexandra Martins / Secopa

O estande do Governo de Minas e da Prefeitura de Belo Horizonte na Soccerex, a maior feira de negócios do futebol, foi um dos mais movimentados na manhã desta terça-feira (27), no Rio de Janeiro. O secretário de Estado Extraordinário para a Copa do Mundo, Tiago Lacerda, destacou a importância institucional da participação do estado na feira.

“É de fundamental importância o envolvimento da sociedade nesses dois eventos esportivos, de 2013 e 2014. Um dos temas debatidos na feira foi o apelo popular do Mundial, que gera aumento de orgulho e autoestima do brasileiro. É isso que esperamos”, afirmou Lacerda, que participou, na segunda-feira (26), de debate promovido com outras quatro cidades-sede do Mundial de 2014: Fortaleza, Manaus, Porto Alegre e Salvador.

Leia matéria completa na Agência Minas

Minas Gerais vai à Nova York divulgar a Copa

Estágio atual das obras do Mineirão: conclusão de 78% da terceira e última etapa da modernização. Foto Sylvio Coutinho/Divulgação

Na Semana em que se festeja em Nova York o Brazilian Day, o Governo de Minas Gerais apresentará aos jornalistas e agentes de viagem americanos os preparativos do Estado para a Copa das Confederações 2013™ e Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014TM.

Na Copa da África, os Estados Unidos foram o país que mais comprou ingressos avulsos. Os americanos adquiram 110.606 ingressos. O segundo maior volume foi destinado ao Reino Unido com 64,6 mil bilhetes. Os dados são da FIFA.

“Faremos o Minas Day em Nova York. O objetivo é atrair cada vez mais turistas para Minas Gerais, e a Copa é uma excelente oportunidade para mostrar ao mundo nossa capacidade de realizar eventos de grande porte, e também as belezas e potencialidades do nosso Estado”, afirma Alberto Pinto Coelho, vice-governador de Minas Gerais e presidente do Comitê Gestor das Copas.

Objeto desconhecido Continuar lendo

Catálogo de centros de treinamento da FIFA para a Copa inclui quatro cidades de Minas

Até o final de 2013 mais duas versões do catálogo deverão ser divulgadas

Quatro cidades mineiras fazem parte da primeira versão do catálogo com Centros de Treinamento de Seleções (CTS), local onde as equipes treinam duas semanas antes do início da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Belo Horizonte, Ipatinga na região Leste, Matias Barbosa na Zona Mata e Uberlândia no Triângulo Mineiro constam nessa lista anunciada na manhã desta quarta-feira (1º).

Para o secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso, Minas Gerais tem cidades com capacidade suficiente para atender às demandas da FIFA, que são hotel com, no mínimo, 55 quartos, aeroporto com pista para aeronave de cerca de 120 passageiros e excelente campo de treinamento. “Não significa que aquela que não entrou agora na lista não seja contemplada no futuro, provocando mudanças no catálogo até sua edição final. Para os municípios interessados é importante promover melhoras nesses requisitos fundamentais para atrair uma seleção durante a Copa”, disse.

Continuar lendo

Carlaile Pedrosa: Mobilidade urbana para a Copa do Mundo preocupa

Segundo balanço do governo federal, 41% das obras relacionadas com a Copa do Mundo de 2014 não tiveram início e apenas 5% estão concluídas. O deputado federal Carlaile Pedrosa (PSDB-MG) lembra que já em 2013 teremos a Copa das Confederações.Para ele, a maior preocupação é com relação à mobilidade urbana. Só 55%, pouco mais da metade de suas obras, foram iniciadas e outras nem sequer serão concluídas a tempo, como a expansão do metrô de Belo Horizonte.

Aécio Neves visita obras do Mineirão, a 200 dias de serem concluídas

Aécio visitou as obras ao lado do governador Anastasia e criticou o atraso nos investimentos federais para o Mundial. Foto Omar Freire/Imprensa MG

O senador Aécio Neves (PSDB/MG) visitou, nesta segunda-feira (04/05), as obras de reforma do estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, iniciadas durante sua gestão frente ao governo de Minas. Ao lado do governador Antonio Anastasia, o senador percorreu as novas instalações e arquibancadas e mostrou-se confiante que o estádio, localizado na Pampulha, seja o primeiro a ser concluído no país. A visita de hoje marca o prazo de 200 dias para a conclusão das obras, prevista para 21 de dezembro.

“Fico muito feliz em ver que o Mineirão talvez seja, dentre todas as arenas em construção no Brasil, a mais avançada. Esse processo começou no nosso governo, vem sendo conduzido com excepcional competência pelo governador Anastasia, com apoio do prefeito Marcio Lacerda. Acredito que o Mineirão será o primeiro estádio, dentre todos, a ser inaugurado”, disse Aécio Neves.

O senador, o governador Anastasia e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, foram recebidos por um coral formado por 200 crianças, estudantes de escolas públicas de Belo Horizonte e do município de Pedro Leopoldo. Os três inauguraram, ainda, a maquete do Novo Mineirão e assistiram o içamento de uma das 88 hastes do estádio.

As obras de reforma do estádio começaram em janeiro de 2010 e incluem o rebaixamento do gramado – para melhorar a visibilidade dos torcedores –, a construção de esplanada em seu entorno, 80 camarotes, ampliação do estacionamento e tribuna de imprensa para três mil jornalistas. O estádio, com capacidade para 64 mil torcedores, terá ainda passarela de ligação com o Mineirinho, que funcionará como centro de apoio durante a Copa.

Aécio Neves ressaltou que o Mineirão será a arena com menor custo por cadeira entre os selecionados para a Copa no Brasil de 2014.

“Entregamos recentemente o Independência, também uma jóia rara para jogos até determinado porte”, disse o senador sobre a reforma do estádio do Independência, em Belo Horizonte, concluída em abril deste ano.

Atraso nas obras federais

Aécio Neves destacou o êxito do planejamento e da execução das obras nos estádios de futebol no país, todas elas sob responsabilidade dos governos estaduais. E criticou o atraso nos investimentos que estão a cargo do governo federal. Aécio citou o balanço divulgado que revela que apenas 5% das obras federais necessárias para Copa estão concluídas.

De um tempo para cá, vejo as autoridades federais se esforçando para resumir a Copa aos estádios. E não é. Os estádios não são responsabilidade do governo federal e é o que vai bem. A iniciativa privada, o que depende dela, vai bem. O que depende do Estado vai muito bem. O que depende do governo federal vai muito mal”, afirmou.

O senador criticou a falta de investimentos em mobilidade urbana em tempo hábil, como no caso do metrô de Belo Horizonte, e a ampliação dos aeroportos.

“Era muito importante que o ministro (dos Esportes) fizesse a vistoria nas obras de mobilidade, nos aeroportos, nos portos. No que diz respeito aos aeroportos, de 31 obras anunciadas, apenas 18 estavam em andamento. No que diz respeito à mobilidade, o percentual é ainda mais baixo. Cerca de 40% apenas das obras estão iniciadas. Me preocupo muito. Inclusive Belo Horizonte. Não teremos o metrô pronto, não teremos as obras do Aeroporto Tancredo Neves, em Confins, como precisariam estar prontas. Por quê? A Copa do Mundo foi anunciada em 2007 e, apenas no ano passado, o governo começou a se movimentar. Lamentavelmente, se o governo não andar muito rápido, vamos ter problemas no que diz respeito principalmente à mobilidade e a acesso, sobretudo no que diz respeito aos aeroportos”, afirmou o senador Aécio.

Leia também Governador Antonio Anastasia visita o Mineirão a 200 dias da entrega das obras

Assista ao vídeo