Aécio Neves é reconhecido como um dos “cabeças” do Congresso Nacional pelo sexto ano consecutivo

aecio-neves-bandeira

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) mais uma vez foi reconhecido pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) como um dos “cabeças” do Congresso Nacional em 2016. Pelo sexto ano consecutivo o senador mineiro está entre os parlamentares mais influentes e atuantes do país, destacando-se no combate à corrupção e na defesa da democracia e dos interesses de Minas e do Brasil.

A lista dos 100 parlamentares avaliados pelo DIAP, no primeiro semestre deste ano, foi divulgada, nessa quarta-feira (03/8), e inclui ainda outros seis parlamentares de Minas, entre eles, o senador Antonio Anastasia e os deputados federais Domingos Sávio (presidente do PSDB-MG), Marcus Pestana e Paulo Abi-Ackel. Os “cabeças” do Congresso Nacional são os parlamentares que conseguem se diferenciar pela capacidade de formalizar propostas, articular e conduzir debates, entre outros atributos. (Confira: PSDB de Minas emplaca cinco parlamentares na lista dos 100 “cabeças do Congresso Nacional 2016”, elaborada pelo DIAP)
Continuar lendo

“Governabilidade do país precisa ser urgentemente resgatada”, afirma presidente do PSDB de Minas, deputado Domingos Sávio

domingos

Afirmação foi feita em entrevista ao programa “Cena Política, da BHNEWS TV, que tratou também das eleições deste ano na capital

O presidente do diretório do PSDB de Minas Gerais, deputado federal Domingos Sávio, foi o entrevistado do programa “Cena Política” veiculado na noite da última segunda-feira (15/04) na BHNEWS TV (canal 9 da NET). Ele foi sabatinado pelos jornalistas Carlos Barroso (apresentador do programa) e Eujácio Silva (editor do semanário Edição do Brasil). Durante cerca de uma hora de debate, ele apresentou suas opiniões e posicionamentos do partido sobre vários temas da atualidade, como o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e as eleições municipais deste ano.

Com relação ao discurso dos petistas, de que o processo de impeachment seria um golpe, Domingos Sávio lembrou que o STF decidiu reiteradas vezes (a última por 8 votos a 2), pela legitimidade do processo, tendo ditado, inclusive, o rito a ser seguido. “Foi por isso que, durante a histórica votação do último dia 17 de abril na Câmara dos Deputados, conclui assim o meu voto: ‘Não vai ter golpe. Vai ter impeachment’”, afirmou. Continuar lendo

Domingos Sávio fala sobre nova fase da Operação Lava Jato

O presidente do PSDB-MG, deputado federal Domingos Sávio, lê nota oficial do partido e sobre a nova fase da Operação Lava Jato, realizada nesta sexta-feira (04/03), que teve como alvo o ex-presidente Lula, sua família e assessores do Instituto Lula. O diretório estadual de Minas Gerais divulgou nota de apoio seu apoio à Justiça, em especial ao juiz Sérgio Moro, à Polícia Federal e ao Ministério Público. Clique AQUI  e leia a nota.

Assista

Inclusão da CPMF nas receitas de 2016 é crime premeditado, diz deputado Domingos Sávio

Deputado Domingos Sávio na reunião extraordinária da Comissão Mista de Orçamento (CMO). Foto Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Deputado Domingos Sávio na reunião extraordinária da Comissão Mista de Orçamento (CMO). Foto Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

Com o voto contrário do PSDB, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou a inclusão da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF) na arrecadação de 2016. A votação aconteceu durante a apreciação do relatório do senador Acir Gurgacz (PDT-RO) à receita da Zeca Ribeiro Câmara dos Deputadossproposta orçamentária de 2016 (PLN 7/15). O governo contou com o apoio de PT, PMDB, PCdoB, PP, Pros, PTB, PRB, PSD e PDT. Votaram contra PSDB, PSC, DEM e PSB

Pelo texto aprovado, o projeto orçamentário contemplará recursos com a arrecadação do tributo a partir de setembro do próximo ano, o que dá cerca de R$ 10,1 bilhões de receita para os cofres da União, em termos líquidos. O problema é que essa previsão de receita é fictícia, já que a volta da CPMF ainda não foi aprovada. A proposta (PEC 140/15) tramita na Câmara e nem passou pela primeira etapa de votação, que é a análise de admissibilidade na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). Continuar lendo

Em ação suprapartidária, deputados anunciam medidas pelo afastamento de Cunha da presidência

supartidaria

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), anunciou, ao lado de outros cinco partidos, uma série de medidas em defesa do afastamento do presidente da Casa, Eduardo Cunha. PSDB, DEM, PSOL, PSB, Rede e PPS têm reunião marcada nesta quarta-feira (25/11), às 18 horas, com o Procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Além de entrar com uma representação, eles pretendem obstruir as votações em plenário e deixar de participar das reuniões de líderes.

Os partidos entraram em consenso pelo afastamento do pemedebista após entrevista ao “Jornal da Globo” exibida no último dia 6. Cunha admitiu que chegou a acumular um patrimônio no exterior não declarado ao Banco Central e à Receita Federal, mas alegou que tudo foi fruto de transações licitas de comércio internacional e aplicações em bolsas estrangeiras. Alegou que a experiência com exportação começou na década de 1980, quando ele diz que passou a vender produtos brasileiros na África. Continuar lendo