Aécio Neves é reconhecido como um dos “cabeças” do Congresso Nacional pelo sexto ano consecutivo

aecio-neves-bandeira

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) mais uma vez foi reconhecido pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) como um dos “cabeças” do Congresso Nacional em 2016. Pelo sexto ano consecutivo o senador mineiro está entre os parlamentares mais influentes e atuantes do país, destacando-se no combate à corrupção e na defesa da democracia e dos interesses de Minas e do Brasil.

A lista dos 100 parlamentares avaliados pelo DIAP, no primeiro semestre deste ano, foi divulgada, nessa quarta-feira (03/8), e inclui ainda outros seis parlamentares de Minas, entre eles, o senador Antonio Anastasia e os deputados federais Domingos Sávio (presidente do PSDB-MG), Marcus Pestana e Paulo Abi-Ackel. Os “cabeças” do Congresso Nacional são os parlamentares que conseguem se diferenciar pela capacidade de formalizar propostas, articular e conduzir debates, entre outros atributos. (Confira: PSDB de Minas emplaca cinco parlamentares na lista dos 100 “cabeças do Congresso Nacional 2016”, elaborada pelo DIAP)
Continuar lendo

Aécio vai a Mariana prestar solidariedade a famílias atingidas por rompimento de barragens

Aline Ferreira Ribeiro e Ana Paula Alexandre, esposas de funcionários terceirizados da Samarco, recebem a solidariedade do senador Aécio Neves. Fotos Emmanuel Pinheiro
Aline Ferreira Ribeiro e Ana Paula Alexandre, esposas de funcionários terceirizados da Samarco, recebem a solidariedade do senador Aécio Neves. Fotos Emmanuel Pinheiro

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) visitou, neste domingo (08/11), o município de Mariana (MG) para prestar solidariedade às famílias atingidas pelo rompimento de duas barragens de resíduos da mineradora Samarco. Ao lado de parlamentares mineiros, o senador sobrevoou a região e conversou com moradores e parentes de desaparecidos na inundação de lama que devastou o distrito de Bento Rodrigues.

“Eu vim trazer o que posso trazer neste momento, que é solidariedade a essa tragédia que acometeu sobre Mariana e sobre Minas Gerais. Talvez o maior desastre ambiental que se tem notícia em nossa história. Conversei com aqueles que estão atuando nas buscas, conversei também com famílias de desaparecidos e que cobram da empresa que sejam dadas informações. Neste momento de consternação, a informação é essencial”, afirmou o senador, em entrevista coletiva em Mariana.
Continuar lendo

Oposição lança “Painel Pró-Impeachment” com assinaturas de deputados pelo afastamento da presidente Dilma Rousseff

impeachmente2

Os líderes da Oposição lançaram nesta quarta-feira (04/11) o “Painel Pró-Impeachment”, quadro que trará as assinaturas dos deputados que apoiam o início do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff. No Salão Verde da Câmara, parlamentares do PSDB deixaram registrado o desejo por mudanças no governo federal.

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), afirmou que o objetivo do movimento é mostrar ao Brasil quem são os parlamentares favoráveis ao impeachment. Com a assinatura no painel, os deputados demonstram publicamente que concordam com os mais de 1,2 milhão de brasileiros que defendem a saída da petista. Continuar lendo

DIAP: Senadores e deputados do PSDB-MG estão entre os parlamentares mais influentes do Congresso em 2015

bannerdiapp

Os senadores Aécio Neves e Antonio Anastasia e os deputados federais do PSDB de Minas Gerais Domingos Sávio, Marcus Pestana e Paulo Abi-Ackel estão entre os parlamentares que integram a lista dos 100 “Cabeças” do Congresso Nacional 2015, divulgada na última segunda-feira (31/08) pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP).
Na edição deste ano, apenas sete parlamentares mineiros integram a lista, sendo que entre eles cinco são tucanos. Os outros são os deputados Júlio Delgado (PSB) e Lincoln Portela (PR).

“É muito significativo que 50% da bancada da bancada do PSDB de Minas na Câmara Federal e 100% da nossa bancada no Senado integrem esta que é uma lista muito respeitada e com grande credibilidade em todo o Brasil”, afirma o presidente do PSDB-MG, Domingos Sávio, que está no segundo mandato de deputado federal e, pelo segundo ano consecutivo, integra a lista de “Cabeças” do Congresso Nacional. “Este resultado mostra que a bancada do PSDB de Minas no Congresso Nacional não apenas é atuante como tem sua atuação reconhecida”. Continuar lendo

Para Abi-Ackel, taxa de fiscalização na ANA é medida demasiada e descabida

paulo-abi-ackelO deputado federal Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) apresentou nesta quarta-feira (12) na comissão de Minas e Energia, relatório ao Projeto de Lei 5230/2009, do Poder Executivo que, dentre outros assuntos, cria uma taxa de fiscalização, de cobrança anual e constituinte das receitas da Agência Nacional de Águas, destinada ao custeio das atividades referentes ao exercício do poder de polícia da autarquia na fiscalização dos serviços de irrigação e operações de adução de água bruta, quando ocorrerem em corpos d’água de domínio da União. Continuar lendo

Para deputados do PSDB, agosto deve trazer mais desgosto para a presidente Dilma Rousseff

Paulo-Abi-Ackel-Foto-George-Gianni-PSDB-O mês de agosto não será fácil para o governo da presidente Dilma. A petista terá que enfrentar duros embates com a sociedade e o Congresso Nacional. Deputados do PSDB destacaram nesta segunda-feira (03/8) que, além do avanço nas investigações da Operação Lava Jato, novas CPIs – como do BNDES – irão tirar o sono da petista. Ainda neste mês será concluída a apreciação das contas do governo pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e está marcada uma grande manifestação para o dia 16, quando milhares de brasileiros devem voltar às ruas para protestar contra Dilma.

Em entrevista ao jornal “O Tempo”, o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) (foto) disse acreditar que a temperatura na Câmara vai subir. “É imprevisível o que pode acontecer, mas a única certeza que tenho é que teremos um período de grande turbulência política”, afirma o tucano, citando os processos de Dilma no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a análise do TCU.

Leia matéria completa no Diário Tucano

Tucanos criticam veto de Dilma ao reajuste acima da inflação para aposentados e pensionistas

Dep.Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG)
Dep.Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG)

Deputados do PSDB criticaram, nesta quinta-feira (30/7), o veto da presidente Dilma ao reajuste do salário mínimo para aposentados e pensionistas. A petista vetou o dispositivo da Medida Provisória que incorporou a regra de reajuste, com correção acima da inflação, a todos os benefícios e aposentadorias concedidos pelo INSS.

O deputado Valdir Rossoni (PSDB-PR) afirmou, em suas redes sociais, que o governo Dilma continua sacrificando o povo. “O arrocho fiscal vai afetar aposentados mais uma vez”, alertou, pelo Twitter. “É claro que todos entendemos que estamos vivendo uma crise sem precedentes, mas não foi a população brasileira a causadora e a massa trabalhadora do país é que será atingida. O Congresso atendeu o clamor dos aposentados que há anos pedem um reajuste digno”, destacou Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG).

O projeto original pretendia apenas prorrogar até 2019 a política de valorização do salário mínimo. No entanto, o Congresso estendeu o mesmo reajuste, acima da inflação, também para as aposentadorias, pensões e benefícios de quem ganha acima do mínimo.

Leia matéria completa no Diário Tucano

Economia brasileira sofre com herança maldita das gestões petistas, avaliam tucanos mineiros

pib-queda-620x450A herança maldita dos governos petistas sobrou para a própria presidente Dilma, que já admite maior retração do PIB (Produto Interno Bruto) em 2015. Para deputados do PSDB, o que já estava ruim deve piorar. Tucanos avaliam que não há perspectiva de melhora nos próximos anos de mandato da petista.

O governo federal mudou a projeção oficial para o desempenho da economia neste ano. A queda no PIB pode ser mais séria que o esperado e chegar a 2%, maior que expectativa de retração de 1,5%. Nesta semana, foi anunciada queda real de 2,87% da receita da União no primeiro trimestre do ano. No início do ano, o governo chegou a prever aumento real.

“Herança maldita de Dilma para ela mesma: enquanto o mundo crescerá 3,5% em 2015, Brasil sob PT mergulha em recessão”, afirmou o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG) nas redes sociais. A desaceleração pode se aprofundar nos próximos meses com o agravamento da crise política por conta da Operação Lava Jato, avalia a “Folha de S.Paulo”.

O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), divulgado nesta sexta-feira (17/7) pelo Banco Central, revela que a economia brasileira ficou praticamente estagnada em maio. A alta registrada foi de 0,03% no mês. “Parece incrível, mas pode piorar. E agora a projeção é do próprio governo. Não há qualquer sinal de recuperação para a economia brasileira e o arrocho e a recessão já são uma tendência que passa por 2016 e mira 2017”, avaliou o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG).

Fonte: Diário Tucano

 

Inflação nas alturas é mais uma consequência da irresponsabilidade petista, avaliam tucanos mineiros

inflacaoO poder de compra dos brasileiros está cada vez menor, com uma inflação que corrói a renda do trabalhador e impõe dura carestia no dia a dia. O percentual dos últimos doze meses (8,89%) quase empata com a aprovação popular da presidente Dilma (9%) e com outra triste estatística – o desemprego, que foi de 8,1% entre março e maio, o maior índice da série histórica. Para deputados tucanos, o brasileiro está pagando a conta da irresponsabilidade do PT.

“O povo está sendo penitenciado pelos desacertos deste governo”, apontou o deputado Caio Narcio (PSDB-MG) nesta quinta-feira (09/7). “Os seus 9% de popularidade indicam que a cada 10 brasileiros, 9 não a querem. E os motivos são claros, como o desemprego aumentando e as contas subindo”, completou o jovem parlamentar do PSDB.

Apenas em junho, o índice oficial de inflação atingiu 0,79%, o maior percentual para o mês desde 1996, de acordo com o IBGE. A alta dos preços é generalizada. De cada 100 produtos, 68 ficaram mais caros no mês passado. A cebola subiu 148% desde janeiro, enquanto a energia elétrica registrou alta acumulada de 58% ao longo dos últimos 12 meses. Os jogos de azar, incluídos nos grupos de despesas pessoais, tiveram aumento de 30,80% no mês passado. As passagens aéreas subiram 29,19%, enquanto a taxa de água e esgoto teve incremento de 4,95%.

Ao analisar os indicadores, Paulo Abi Ackel (PSDB-MG) lembrou o discurso do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na convenção do PSDB, no último domingo. “Como disse FHC, ‘essa crise não é nossa’. A responsabilidade por esses índices é do governo e o custo quem vai pagar é a população”, disse o tucano mineiro.

Confiança abalada

De acordo com o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), há uma crise de confiança aguda na sociedade, que impacta na inflação. “Inflação é expectativa. As pessoas, não prevendo um controle, uma estabilidade lá adiante, de alguma forma se previnem. Isso também alimenta a inflação. Hoje, os brasileiros pagam a conta da irresponsabilidade do PT na condução da economia dos últimos anos”, reprovou. Segundo o senador, lamentavelmente os mais pobres é que pagam a dura conta dos equívocos e das irresponsabilidades cometidas pelo PT ao longo dos últimos anos.

Leia matéria completa no Diário Tucano

Lideranças do PSDB-MG condenam mais um caso de corrupção

Veja1

Lideranças do PSDB de Minas defenderam, neste sábado (06/09), a imediata apuração dos fatos e punição dos envolvidos no novo escândalo de corrupção do governo Dilma Rousseff, que envolve desvio de recursos da Petrobras e esquema de pagamento de propinas com dinheiro de contratos da estatal. O ex-diretor da empresa, Paulo Roberto Costa, aceitou acordo de delação premiada e apontou o envolvimento de dezenas de senadores e deputados federais da base aliada do governo, governadores e um ministro como beneficiários do esquema, conforme publicado pela edição da revista Veja veiculada neste sábado.

Na avaliação dos parlamentares mineiros, a denúncia é muito grave e evidencia o que o governo, o PT e os aliados têm tentado esconder nos últimos anos.

“É de estarrecer. Mostra que a presidente Dilma mantém a prática de roubalheira do PT. A realidade é que ela piorou a prática da corrupção, não tem controle sobre a máquina governamental e em vez de servir ao cidadão, está servindo aos companheiros do PT, afirmou o deputado federal e tesoureiro do PSDB, Rodrigo de Castro (MG).

Novo mensalão

Classificada como “vergonhosa” pelo presidente do PSDB e candidato à Presidência da República, Aécio Neves, a denúncia de desvios de recursos da estatal para abastecer a base do governo Dilma configura, para ele, um novo esquema do mensalão. Continuar lendo