“Aécio é o presidente para enfrentar as dificuldades que o Brasil enfrenta”, diz Marconi Perillo

Aecio_Goiania_OrlandoBrito_26O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência da República, Aécio Neves, participou, nesta terça-feira (09/09), de ato político no Parque de Exposições Agropecuárias de Goiânia, capital de Goiás. Ao lado do governador do Estado e candidato à reeleição, Marconi Perillo, e do vice-governador José Eliton (PP), além de lideranças como os senadores Cyro Miranda e Lucia Vânia, do PSDB, e o candidato ao Senado Vilmar Rocha, do PSD, Aécio agradeceu o carinho que recebeu dos goianos.

“Saio daqui com um sentimento de esperança renovada. O Brasil tem jeito, sim. Vamos colocar o país de novo na reta do crescimento e do desenvolvimento sustentável. O Brasil não aguenta mais tanto desrespeito e incompetência. O que está em jogo é o nosso futuro. Temos as melhores propostas, os melhores quadros, e temos um enorme amor por esse país. Essa é a primeira etapa da mudança”, afirmou.

Para o governador Marconi Perillo, Aécio é o melhor candidato para dar prosseguimento à “boa política” que trouxe o Plano Real, estabilizou a economia e fez reformas que ampliaram o acesso à telefonia, por exemplo.

“As ondas chegam e as ondas vão. O que é consistente fica. Aécio é o presidente indicado para enfrentar as dificuldades que o Brasil já enfrenta e vai enfrentar nos próximos anos. Dificuldades graves, por conta dos erros cometidos na economia, na Petrobras e em áreas importantes do nosso país. Vamos precisar de alguém com lucidez, coragem, firmeza e liderança para tirar o Brasil da estagnação”, afirmou. Continuar lendo

Linha Verde garante segurança para a população e leva o desenvolvimento para o Vetor Norte da RMBH

Moradores destacam melhoria da qualidade de vida no Vetor Norte, a partir dos investimentos realizados durante governo de Aécio em Minas
Moradores destacam melhoria da qualidade de vida no Vetor Norte, a partir dos investimentos realizados durante governo de Aécio em Minas

Morar próximo à Linha Verde foi uma conquista para os comerciantes Luciana Vieira Marçal e Jorge Ferreira Marçal. Em busca de uma qualidade de vida melhor, eles se mudaram para Lagoa Santa, acolhedora cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Mas a escolha do novo local de residência se deu, principalmente, em razão da melhoria do acesso. Luciana e Jorge trabalham perto de casa e, agora, têm mais tempo para ficar com as duas filhas e resolver todos os problemas em Belo Horizonte.

“A nossa qualidade de vida mudou muito. Hoje dou apoio muito melhor aos meus filhos em casa e ainda dá para resolver todas as demandas em Belo Horizonte”, disse Luciana.

A obra da Linha Verde trouxe não só benefícios diretos para a família e Luciana e Jorge, como também para 3 milhões de pessoas, em quase 100 bairros da capital mineira e 10 municípios na região.

Para Jorge, morar em Belo Horizonte estava difícil. “Por isso, decidimos mudar para Lagoa Santa. Acompanhamos todo o processo de construção da Linha Verde, e vimos o empenho do governo em concluir a obra. Hoje, todos nós ganhamos”, disse.

Ao todo, o projeto envolveu a implantação ou recuperação de 35,4 quilômetros entre o centro de Belo Horizonte até o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. A obra demandou investimentos de R$ 483 milhões, com realização em três etapas. Foram construídos em sua extensão 20 novos viadutos, 16 novas passarelas, duas trincheiras e seis passagens para pedestres.

Caminho para o desenvolvimento

Com foco no planejamento de longo prazo, um dos pilares do Choque de Gestão implantado por Aécio Neves, o Governo de Minas investiu na implantação da Linha Verde, corredor viário que abriu caminho para o desenvolvimento do Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Iniciada em 2005, a Linha Verde previa melhorar a qualidade de vida da população e estimular o potencial da capital mineira tanto para atrair negócios, feiras, eventos nacionais e internacionais, quanto para promover o turismo no Estado. Continuar lendo

Aécio desenvolveu todas as regiões de Minas com novos investimentos

Ao assumir o governo de Minas em 2003, Aécio definiu pilares como a eficiência da máquina pública
Ao assumir o governo de Minas Gerais em 2003, Aécio definiu pilares como a eficiência da máquina pública

A atração de novos investimentos para promover o desenvolvimento econômico sustentado de todas as regiões de Minas Gerais foi uma das principais estratégias de Aécio Neves quando governou o Estado. Hoje, candidato à Presidência da República, Aécio defende a recuperação da credibilidade do governo federal como ponto fundamental para que Brasil volte a atrair investimentos, que gerem mais empregos de qualidade e mais renda para toda a população.

Ao assumir o governo de Minas em 2003, Aécio definiu pilares como a eficiência da máquina pública, com base no modelo “Choque de Gestão”, os planejamentos de médio e longo prazo e a retomada da confiança no governo para reanimar a economia. O ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Wilson Brumer, lembra que o momento vivido pelo Estado há doze anos era muito semelhante ao que o Brasil enfrenta atualmente. Continuar lendo

Anastasia destaca avanços promovidos por Aécio em Minas e suas propostas para mudar o Brasil

Responsável pela elaboração das diretrizes do Plano de Governo de Aécio Neves, o ex-governador Antonio Anastasia é uma das principais referências do país em Administração Pública.

Nos últimos doze anos, participou do Governo de Minas como secretário, vice-governador e governador. Coordenou a implantação do Choque de Gestão no Estado, conjunto de medidas que trouxe importantes avanços na educação, saúde, segurança pública, infraestrutura e desenvolvimento econômico.

Anastasia afirma que as propostas de Aécio e a sua liderança no governo federal serão capazes de responder às demandas e promover as mudanças que a população brasileira espera. Assista

 

Retomada do crescimento econômico passa por choque de credibilidade proposto por Aécio

O ex-presidente da Usiminas e da Vale e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Wilson Brumer. Foto Bruno Magalhães
O ex-presidente da Usiminas e da Vale e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de MG, Wilson Brumer. Foto Bruno Magalhães

A retomada do ritmo de crescimento econômico do Brasil passa pela criação de uma agenda efetiva de desenvolvimento. Esta é a principal avaliação do ex-presidente da Usiminas e da Vale, Wilson Brumer, que defende a adoção de um “choque de credibilidade”, para que o país volte a atrair mais investimentos e, consequentemente, gere mais empregos e mais renda aos cidadãos.

O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência da República, Aécio Neves, defende a ampliação do volume de investimentos na economia brasileira, dos atuais 18% para 24% do Produto Interno Bruto (PIB). Aécio se compromete a adotar um conjunto de medidas para que o Brasil volte a ser competitivo. As propostas do candidato envolvem investimentos na qualidade da educação, em infraestrutura, a simplificação do sistema tributário e maior integração do Brasil com o mundo. Continuar lendo

Modelo inovador de gestão pública de Minas é reconhecido pela eficiência

choque-de-gestao-1

Minas Gerais viveu, nos últimos 12 anos, uma verdadeira transformação social com avanços significativos nas demandas da sociedade. O Estado tem hoje a melhor saúde do Sudeste, o melhor Ensino Fundamental do país, reduziu a criminalidade, combateu a pobreza extrema e deu um salto na infraestrutura para atrair investimentos. Todos estes resultados se devem a um conjunto de medidas administrativas adotadas por Aécio Neves, em 2003, que ficou conhecido como Choque de Gestão.

Os ganhos com a eficiência administrativa são atestados por organizações que estudam o desenvolvimento da gestão pública no país. O presidente da Macroplan, Cláudio Porto, avalia que a melhoria da gestão pública é um dos principais gargalos que o Brasil precisará enfrentar nos próximos anos. Segundo ele, a gestão se tornou central para governos devido à maior exigência de serviços de qualidade frente às aceleradas mudanças, sociais e econômicas, pelas quais passam o Brasil e o mundo. Minas Gerais, de acordo com Porto é um dos líderes neste campo. Continuar lendo

Aécio proporá simplificação tributária nos primeiros dias de governo

Aécio lembrou que a eficiência do governo será prioridade a exemplo do que foi feito em Minas. Foto Orlando Brito
Aécio lembrou que a eficiência do governo será prioridade a exemplo do que foi feito em Minas. Foto Orlando Brito

O candidato à Presidência da República pela coligação Muda Brasil, Aécio Neves, afirmou que, eleito, apresentará ao Congresso, já nos primeiros dias do seu governo, proposta de simplificação tributária em todo país. Aécio lembrou que ao assumir o Governo de Minas, em 2003, adotou de imediato um conjunto de medidas administrativas – o Choque de Gestão – que garantiu ao Estado uma série de avanços econômicos e sociais acima da média nacional.

Em entrevista ao portal G1, Aécio afirmou que a medida, além de garantir a redução da carga tributária, permitirá a substituição de vários impostos indiretos e a desoneração de setores da economia.

“O nosso governo em Minas foi um governo exitoso, com mais de 90% aprovação, em razão daquilo que fiz nos primeiros dias, na primeira semana de governo. E a primeira proposta a ser enviada ao Congresso Nacional é da simplificação tributária, que nos dará a médio prazo a possibilidade da redução horizontal da carga tributária”, disse. Continuar lendo