Dia do Basta: evento mostra indignação de municípios mineiros com gestão do governo federal

Toninho Andrada, prefeito de Barbacena e presidente da AMM
Toninho Andrada, prefeito de Barbacena e presidente da AMM
Os prefeitos vêm perdendo autonomia e se tornando, devido à dificuldade para fazerem investimentos, meros executores das políticas públicas federais. Os municípios, onde vivem e convivem os cidadãos, recebem apenas 17% do bolo tributário, de um país que já se orgulhou em dizer ser a quinta economia mundial. Por isso, pela centralização de recursos em Brasília, pela ingovernabilidade nos municípios gerada pela gestão do governo federal do PT, nasceu o Dia do Basta – os prefeitos de Minas Gerais resolveram quebrar o silêncio com o grito dos municípios contra o arrocho financeiro que tanto prejudica a população.

Organizado pela Associação Mineira de Municípios (AMM), o Dia do Basta conta com o apoio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e da Frente Parlamentar Municipalista da Minas Gerais, coordenada pelo deputado Célio Moreira (PSDB), do Bloco Transparência e Resultado. O evento acontece durante todo o dia 13/12, no plenário da ALMG.

Para o Dia do Basta, segundo o presidente da AMM e prefeito de Barbacena, Toninho Andrada (PSDB), foram convidados os prefeitos dos 853 municípios mineiros. Na oportunidade, serão apresentadas as perdas de receita dos municípios nos últimos anos; a contrapartida das prefeituras nos programas federais e a pauta de reivindicações no Congresso Nacional, que contém projetos para aliviar a situação das prefeituras, como aumento em dois pontos percentuais do repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e o rateio dos royalties do minério. Além disso, será apresentado um manifesto a ser assinado por todos os participantes.

Em coletiva ocorrida na última quinta-feira (12), Andrada afirmou que o Dia do Basta acontece pois “é preciso haver uma mudança estrutural na relação dos municípios, estado e união federal. Do jeito que está, com a centralização excessiva de 70% dos recursos do Brasil nas mãos do governo federal é impraticável administrar um país continental como o nosso”.

Leia matéria completa no Minas Transparente

 

Congresso homenageia José Bonifácio de Andrada e Silva, Patriarca da Independência

O Senado Federal comemorou nesta quinta-feira (13), em sessão especial, os 250 anos de nascimento de José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência do Brasil. Ele é trisavô do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que foi representado pelo filho José Bonifácio Borges de Andrada, Subprocurador-Geral da República, na solenidade. Também são filhos de Bonifácio de Andrada o deputado estadual e líder do Bloco Transparência e Resultado da Assembleia Legislativa, Lafayette de Andrada, e o prefeito de Barbacena, Toninho de Andrada, ambos do PSDB.

Na solenidade, José Bonifácio destacou a importância do seu ancestral de tornar o Brasil independente de Portugal e na preservação da unidade nacional, evitando o movimento separatista no país como ocorreu na América do Sul. Continuar lendo