“Governabilidade do país precisa ser urgentemente resgatada”, afirma presidente do PSDB de Minas, deputado Domingos Sávio

domingos

Afirmação foi feita em entrevista ao programa “Cena Política, da BHNEWS TV, que tratou também das eleições deste ano na capital

O presidente do diretório do PSDB de Minas Gerais, deputado federal Domingos Sávio, foi o entrevistado do programa “Cena Política” veiculado na noite da última segunda-feira (15/04) na BHNEWS TV (canal 9 da NET). Ele foi sabatinado pelos jornalistas Carlos Barroso (apresentador do programa) e Eujácio Silva (editor do semanário Edição do Brasil). Durante cerca de uma hora de debate, ele apresentou suas opiniões e posicionamentos do partido sobre vários temas da atualidade, como o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e as eleições municipais deste ano.

Com relação ao discurso dos petistas, de que o processo de impeachment seria um golpe, Domingos Sávio lembrou que o STF decidiu reiteradas vezes (a última por 8 votos a 2), pela legitimidade do processo, tendo ditado, inclusive, o rito a ser seguido. “Foi por isso que, durante a histórica votação do último dia 17 de abril na Câmara dos Deputados, conclui assim o meu voto: ‘Não vai ter golpe. Vai ter impeachment’”, afirmou. Continuar lendo

CCJ aprova projeto de Aécio Neves que proíbe nomeados em cargo público a doar remuneração a partidos durante eleições

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado aprovou, nesta quarta-feira (6/04), o projeto de lei (nº 663) do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que proíbe ocupantes de cargos comissionados de fazerem doações financeiras a partidos e candidatos no período eleitoral. O texto foi aprovado com 16 votos favoráveis e 3 contrários. Apenas senadores do PT e do PC do B votaram contra a proposta.

“O que estamos propondo é que, nos períodos eleitorais – isso vale para o âmbito nacional, estadual e municipal -, os detentores desses cargos de confiança não possam participar das campanhas eleitorais com parcela da sua remuneração que, em última instância, vem do dinheiro público, do dinheiro do Tesouro”, afirmou o senador Aécio Neves na defesa do projeto.

O texto, relatado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), foi aprovado em regime terminativo, o que significa que ele não precisa ser votado no plenário do Senado. Antes de seguir para a Câmara dos Deputados, o projeto pode receber emendas de outros senadores, o que levará a uma nova votação em turno suplementar na CCJ.

Deputados do PSDB participam da entrega de 2 milhões de assinaturas pelo fim da corrupção

m.pDeputados e senadores que integram a Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção receberam, nesta terça-feira (29/03), dezenas de volumes contendo mais de 2 milhões de assinaturas coletadas em todos os estados brasileiros em apoio ao pacote de medidas anticorrupção, idealizado pelo Ministério Público Federal (MPF). Além disso, representantes de movimentos sociais entregaram aos parlamentares sugestões de projetos de leis contendo dez medidas que devem ser adotadas para prevenir, coibir e punir quem cometer crime de corrupção.

O slogan “10 medidas contra a corrupção, adote esta ideia” foi proposto pela campanha, que começou no âmbito do MPF e ganhou espaço dentro de sindicatos, movimentos sociais, universidades, estabelecimentos comerciais, empresas e igrejas.

Na solenidade de entrega das assinaturas, que lotou o auditório Nereu Ramos, da Câmara dos Deputados, um grupo de crianças representando a Escola Classe 43, de Ceilândia (DF), marcou um momento de emoção ao entrar cantando o hino nacional e empunhando bandeiras de todos os estados. Elas também entregaram cartinhas a deputados e senadores falando da esperança num Brasil do futuro. Continuar lendo

Aécio lamenta prejuízo recorde da Petrobras

“Volto no tempo e me lembro de muitos parlamentares da base do governo, e do próprio partido que governa o Brasil, virem a esta tribuna nos acusar de vendilhões da Petrobras. Eles diziam que queríamos privatizar a Petrobras. Pois bem, apenas o que a Petrobras coloca hoje à venda (US$ 60 bi) supera todo o volume de privatização do setor de telecomunicações do governo Fernando Henrique”, afirmou o senador Aécio Neves (PSDB-MG), em pronunciamento, hoje (22/03), no plenário do Senado Federal, ao lamentar o pior resultado financeiro da Petrobras em toda a história da estatal.

Aécio Neves disse que a empresa sofre os prejuízos gerados pelo encontro da leniência com a corrupção com a ineficiência do governo do PT. O balanço da empresa divulgado ontem (21/03) mostrou um prejuízo de R$ 34,8 bilhões em 2015.

Assista

Domingos Sávio fala sobre nova fase da Operação Lava Jato

O presidente do PSDB-MG, deputado federal Domingos Sávio, lê nota oficial do partido e sobre a nova fase da Operação Lava Jato, realizada nesta sexta-feira (04/03), que teve como alvo o ex-presidente Lula, sua família e assessores do Instituto Lula. O diretório estadual de Minas Gerais divulgou nota de apoio seu apoio à Justiça, em especial ao juiz Sérgio Moro, à Polícia Federal e ao Ministério Público. Clique AQUI  e leia a nota.

Assista