Dilma na lama

dilma-mariana

A presidente observou, do alto e à distância, a tragédia de Mariana. Nos gestos traduz-se o descaso que o governo petista exibe em relação aos problemas reais do país. A tragédia aconteceu na quinta-feira da semana passada. Neste ínterim, a presidente encontrou tempo até para se confraternizar com artistas e fazer festinha no Palácio do Planalto, além de dedicar-se a arrochar caminhoneiros que protestavam contra ela. Preferiu manter os pés na lama de Brasília a embrenhar-se nos rejeitos que destroçaram a vida das famílias solapadas pela tragédia. Continuar lendo

O PT quer acabar com o país

itv-logo534

A história que os petistas agora tentam reescrever é inescapável: nos últimos 13 anos, o Brasil foi tomado de assalto por uma organização criminosa como nunca antes no país. O partido precisa, sim, ser dizimado. Mas não é por golpes, estratagemas ou armações. Será nos tribunais, nas cadeias e nas urnas. Porque o Brasil não merece o PT e o PT não merece continuar ainda mais tempo à frente do Brasil. Continuar lendo

Nos últimos cinco anos, governo federal aplicou apenas 50% do orçamento para prevenção e resposta a desastres naturais

O desastre ocorrido em Mariana (MG), em função do rompimento de barragens de rejeitos de mineração, tornou-se uma calamidade social sem precedentes no estado. Mas, se depender do histórico de investimentos do governo federal nessa área, a luta para atenuar o drama vivido pela população da região será insuficiente.

Desde que a presidente Dilma Rousseff (PT) tomou posse em 2011, menos da metade da verba destinada à prevenção e resposta a desastres naturais foi liberada. De acordo com levantamento feito Instituto Teotônio Vilela (ITV) junto ao Sistema Integrado de Administração Financeira (SIAFI), dos R$ 21,9 bilhões colocados no orçamento, apenas R$ 10,9 bilhões chegaram ao destino final.

“A vida é o bem mais precioso de uma pessoa, ela foi criada pelo próprio Deus à sua imagem e semelhança, e sua relevância está garantida em inúmeros dispositivos legais, a nossa Constituição Federal determina que o direito à vida é inviolável. Ao constatarmos que os investimentos na preservação de vidas humanas foram reduzidos drasticamente concluímos que os brasileiros e brasileiras são pouco importantes para o atual Governo, o projeto de poder prevalece sobre a dignidade da vida humana”, afirmou o deputado estadual João Leite (PSDB).

O gráfico a seguir mostra que governo federal aplicou apenas 50% do orçamento previsto em ações para prevenção e resposta a desastres:

grafico2-hj

 

Por que investigar Dilma na Petrobras

itv-logo534

Presidente do conselho de administração da estatal por mais de sete anos, Dilma comandou a palavra final sobre negócios ruinosos e a pior fase já vivida pela empresa.  Agora, o TCU tem a chance de passar a limpo a história desta ruína e punir quem viu o circo pegar fogo, sem reagir. A Petrobras foi o centro do esquema criminoso que o petismo montou para se perpetuar no poder. Quem foi conivente com isso não pode ficar sem castigo.

Continuar lendo

O dragão da maldade

itv-logo534

Vivemos a pior combinação possível: a recessão econômica rolando solta, o desemprego em disparada e a inflação se encarregando de tirar comida da mesa dos brasileiros. Ao longo dos últimos anos, foram insistentes os avisos feitos por analistas, técnicos e pela oposição quanto aos riscos de descontrole inflacionário. A presidente e seu partido sempre desdenharam e, pior ainda, pisaram fundo em políticas fracassadas de controle artificial de preços. Continuar lendo

Retrocesso social

itv-logo534

Bastou o dinheiro secar para que aquilo que era apresentado como conquista perene ruísse como castelo de areia. Ficaram evidentes os limites da política social praticada pelo PT. Política social se faz ultrapassando o mero distributivismo. O brasileiro quer autonomia para caminhar com as próprias pernas, para que não viva à mercê de quem pretende tê-lo apenas como eterna massa de manobra.

Continuar lendo

Clube dos milhões

itv-logo534

Servir ao governo petista tornou-se o caminho mais curto de ascensão social e uma verdadeira mina de ouro, com garantia de negócios vultosos e corruptos no setor privado. Mais uma vez comprovado que o Estado brasileiro foi tomado de assalto por uma organização criminosa, deve-se punir, punir e punir. Para que esta abjeta história não volte a se repetir. Continuar lendo