Juiz de Fora e região recebem R$ 370 milhões para implantar rede de urgência e emergência

O governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, vai investir R$ 370 milhões na implantação rede de urgência e emergência na região Macro Sudeste, composta por Juiz de Fora e outros 93 municípios. A rede começa a atender a população no dia 1° de fevereiro, beneficiando 1.584.338 milhão de pessoas.

Em reunião de alinhamento com gestores de saúde da região, que aconteceu em Juiz de Fora no sábado (11), o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, disse que os novos investimentos se destinam a fortalecer os serviços prestados na região, permitindo um atendimento de Urgência e Emergência (UeE) eficiente.

“Em obras de infraestrutura e reestruturação da rede serão investidos R$ 200 milhões e para ajudar os municípios no custeio dos serviços serão investidos mais R$ 170 milhões. Esses investimentos são para superar as dificuldades financeiras e permitir que o cidadão tenha acesso aos serviços no momento mais agudo e delicado da vida”, disse.

Segundo Antônio Jorge, a distribuição geográfica dos serviços da rede prevê uma resposta efetiva às situações de saúde graves e foi pensada a partir da distribuição geográfica dos municípios. Foram disponibilizadas oito unidades avançadas e 31 unidades básicas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Continuar lendo

Governo do Minas libera recursos para reforma de parques de exposições em 100 municípios mineiros

Serão investidos R$ 10 milhões na melhoria da infraestrutura dos locais, que são importantes espaços para o incremento das atividades rurais

Tradicionais em Minas Gerais na realização de eventos agropecuários, os parques de exposições de 100 municípios mineiros serão reformados e revitalizados pelo Governo de Minas. Nesta terça-feira (30), durante cerimônia na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, com a presença de prefeitos dos municípios beneficiados e presidentes de sindicatos e associações de produtores rurais, o governador Antonio Anastasia liberou R$ 10 milhões para recuperação da infraestrutura dos parques.

Ele afirmou que investir na melhoria da infraestrutura dos parques de exposições é trabalhar para o fortalecimento do agronegócio mineiro. “Tivemos essa iniciativa com o propósito de melhorar essa infraestrutura necessária para as exposições, para a realização dos concursos e também até para o lazer, porque sabemos que um parque de exposições em um município do interior do Estado acaba sendo o local, também, para diversas manifestações cívicas, culturais e, inclusive, manifestações que envolvem atividades de lazer”, ressaltou o governador.

O valor médio a ser investido em cada município é de R$ 100 mil. Os recursos são provenientes de operação de crédito contratada junto ao Banco do Brasil, em janeiro deste ano, envolvendo recursos da ordem de R$ 3,6 bilhões, para financiar ações previstas no Plano Plurianual de Ação Governamental em modernização de gestão, infraestrutura, mobilidade urbana, segurança, esportes e juventude, habitação, cultura e turismo.

Antonio Anastasia afirmou que criar todas as condições de infraestrutura para os agricultores é dever dos governos e que a atividade deve ter todo o apoio necessário para se desenvolver cada vez mais.

Continuar lendo

Investimentos continuam travados no Dnit

Publicado em 30-07-13

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), responsável pela execução de obras rodoviárias, ferroviárias e hidroviárias, principal unidade gestora do Ministério dos Transportes, ainda não conseguiu dar bom ritmo de execução aos seus investimentos.

A unidade orçamentária possui R$ 13,5 bilhões autorizados em orçamento para este ano, porém até junho apenas R$ 3,2 bilhões foram aplicados, o equivalente a 23,6%. Se a execução fosse linear, pelo menos 50% dos recursos já deveriam ter sido desembolsados.

Na principal ação para 2013, por exemplo, a de “manutenção de trechos rodoviários na região Nordeste”, que possui R$ 1,5 bilhão previsto em investimentos, apenas 1% do valor foi utilizado. O percentual equivale a R$ 12,9 milhões aplicados. Apesar disso, R$ 910,1 milhões já foram empenhados, ou seja, reservado em orçamento para gasto posterior.

Outra ação de grande vulto para a qual foi desembolsado apenas 1% dos recursos disponíveis para investimentos em 2013 é a de manutenção em trechos rodoviários na região Norte. Do total de R$ 1,2 bilhão previsto para este ano, somente R$ 12,7 milhões foram pagos. O montante empenhado chegou a R$ 517,3 milhões, o que corresponde a 41,6% do autorizado. Continuar lendo

Estado investe R$ 4,8 milhões na qualificação profissional de 6 mil trabalhadores

Estado investe R$ 4,8 milhões na qualificação profissional de 6 mil trabalhadores

A qualificação profissional é o primeiro grande passo do trabalhador para conseguir um bom emprego. Com a meta de oferecer aos mineiros trabalhos dignos e de qualidade, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (Sete), qualificou, em 2011, 6.148 cidadãos para o mercado, com investimentos da ordem de R$ 4.832.452,16 dos governos estadual e federal.

O Plano Nacional de Qualificação Territorial (Planteq), que abrange 54 municípios, formou 4.293 trabalhadores, em 242 cursos, nas mais diversas áreas, como auxiliar de contabilidade, almoxarife, auxiliar de cozinha, bombeiro hidráulico, carpinteiro, costureira, eletricista de manutenção industrial, garçom, marceneiro, motorista, operador de caixa, operador de telemarketing, pedreiro, pintor, salgadeiro, recepcionista e vendedor. Para a execução do plano, foram investidos R$ 3.151.480,00 entre recursos estaduais e federais.

“Achei o curso excelente. Foi uma grande oportunidade pra mim”, afirma Douglas Oliveira, de 25 anos, que realizou o curso de motorista de caminhão. O educando, que também é aluno do curso de administração em uma universidade mineira, ressalta que sempre gostou de dirigir e que viu no curso uma oportunidade de se especializar e praticar algo que tem prazer em fazer. “Gostei muito. Além de fazer o que eu já gostava, adquiri mais conhecimentos tanto práticos quanto teóricos. Peguei estrada dirigindo e tudo. Além disso, ao final do curso, várias portas se abriram. Muitas oportunidades de emprego surgiram”, comemora.

Outra aluna que também participou de um dos cursos ofertados pelos programas de qualificação da secretaria foi Danielle Rezende, de 19 anos. Educanda do curso para eletricista de manutenção industrial, Danielle afirma que, apesar de ser uma das poucas mulheres no curso, agregou conhecimentos e valores e achou seu conteúdo bem interessante.

Outros 1.855 cidadãos também foram qualificados por meio do Projeto Usina do Trabalho, que faz parte do Programa Travessia, do Governo de Minas. O projeto atende os cidadãos expostos à situação de vulnerabilidade social, inscritos no CadÚnico (Cadastro Único do Governo Federal para Programas Sociais). Além disso, a Sete firmou convênios que elevaram a escolaridade de 1.680 trabalhadores e formou outros 2.060 no Curso de Competências Básicas para o Trabalho.

Crescimento econômico

Segundo o secretário Carlos Pimenta, as ações de qualificação profissional são importantes para manter o ritmo de crescimento econômico vivido. “Os dados do Caged, divulgados nesta semana, apontam que, em 2011, o Estado criou 206.402 empregos com carteira assinada. Esse foi o melhor índice de criação de empregos do país em 2011, atrás apenas de São Paulo. Estamos vivendo o grande momento do emprego em Minas e vamos continuar trabalhando exaustivamente para alcançar melhores resultados a cada dia. É assim que o Governo de Minas trabalha: cria um ambiente favorável para o surgimento das oportunidades”, conclui.

Todo trabalhador mineiro pode participar dos cursos, sendo dada prioridade ao público de baixa renda, de menor escolaridade e com maior dificuldade de acesso ao mercado de trabalho. Os cursos são gratuitos, possuem material didático e seus participantes recebem lanche e transporte (para os que se deslocam mais de dois quilômetros). Para 2012, a meta é bem mais ambiciosa. A previsão da Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego é qualificar, com o lançamento de diversos programas, mais de 30 mil trabalhadores, com investimentos, até o momento, na ordem de R$ 40 milhões em recursos estaduais e federais.

Fonte: Agência Minas

Governador anuncia liberação de R$ 70 milhões para pesquisa

Recursos serão viabilizados por meio de parceria entre a Fapemig e a Capes

Antonio Anastasia anunciou a liberação de R$ 70 milhões para financiamento de pesquisa voltada para educação - Foto: Gil Leonardi/Secom MG

O governador Antonio Anastasia anunciou, nesta terça-feira (17/01), a liberação de R$ 70 milhões para financiamento de pesquisa voltada para a educação básica, bolsas de pós-doutorado, cursos de pós-graduação em universidades sediadas em Minas Gerais e compra de equipamentos para pesquisa.

Desse total, R$ 24 milhões são recursos do Governo de Minas, repassados por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), e R$ 46 milhões pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), ligada ao Ministério da Educação (MEC). Os editais para a seleção serão lançados em março.

O objetivo da parceria é contribuir para elevar o padrão de excelência dos cursos de pós-graduação em Minas, para que se tornem referência no país. Visa também promover a melhoria das atividades de ensino, pesquisa e extensão nas instituições de ensino superior do Estado e melhorar as atividades de ensino e a formação de professores da rede pública estadual.

Continuar lendo

Minas Gerais atrai novos investimentos com geração de mais de 1.300 empregos

Três novos projetos de instalação e de expansão de unidades produtivas em Minas Gerais foram anunciados nesta quarta-feira (11). Os protocolos de intenções das empresas Biobase Indústria e Comércio Ltda., BH Colchões e Espumas Ltda. (Colchobel) e TCR Distribuição S/A com o Governo de Minas foram assinados por meio do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede). Os investimentos totalizam R$ 11,45 milhões, com geração de 1.324 empregos.

A Biobase Indústria e Comércio Ltda. pretende expandir sua unidade industrial, localizada em Pouso Alegre, no Sul de Minas. A meta da empresa é ampliar a atual produção, de 1,7 milhão de peças descartáveis de uso médico-hospitalar (frascos, equipos e dispositivos para incontinência urinária), para um total de 5 milhões de peças já em meados de 2013. A empresa irá investir R$ 6,8 milhões no projeto, com a geração de 350 empregos diretos e 900 indiretos, e pretende iniciar as obras de expansão da unidade industrial ainda este ano.

Ao assinar o protocolo de intenção, o presidente do Indi, José Frederico Álvares, informou que, durante o ano de 2011, o órgão firmou 160 protocolos, que totalizaram R$ 28,35 bilhões em investimentos, com a geração de 43.987 empregos diretos e 91.510 indiretos. O presidente do Indi ressaltou que o resultado foi alcançado graças ao diferencial do órgão na atração de investimentos para o Estado.

Continuar lendo

Região Metropolitana de BH e Sul de Minas recebem quatro novos investimentos

A SMS Siemag investirá R$ 87 milhões em uma nova unidade industrial

A SMS Siemag investirá R$ 87 milhões em uma nova unidade industrial

BELO HORIZONTE (22/12/11) – Quatro investimentos no valor total de R$ 95,6 milhões e que deverão gerar mais de 400 empregos diretos em Minas Gerais foram anunciados nesta quinta-feira (22). Os protocolos de intenções foram assinados pelo presidente do Instituto Integrado de Desenvolvimento Econômico (Indi), José Frederico Álvares, com os representantes das empresas SMS Siemag Serviços Industriais Ltda., Sekisui Comércio Importação e Exportação, Condminas Indústria de Fios Especiais Ltda. e distribuidora de pneus West.

O maior aporte será feito pela SMS Siemag, antiga SMS Demag, que investirá R$ 87 milhões em uma nova unidade industrial em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), voltada para a produção e comercialização de equipamentos siderúrgicos. Segundo o diretor financeiro do grupo, Markus Stoffler, a empresa analisou locais no Rio de Janeiro e em Minas Gerais para a instalação da nova fábrica. “A excelente receptividade que tivemos dos representantes do Governo de Minas e o fato de os nossos clientes e fornecedores estarem próximos ao Estado foram primordiais para a nossa escolha”.

Há seis anos, a antiga SMS Demag encerrou a produção de máquinas e equipamentos no país e vendeu parte de suas instalações em Vespasiano até decidir pela retomada dos investimentos. “Estamos muito felizes por  termos uma empresa sólida de volta ao Estado de Minas Gerais. Esse investimento reforça a iniciativa do governo em conquistar, não somente novos investimentos, como retomar aqueles que já estiveram em Minas”, afirmou José Frederico Álvares.

De acordo com o cronograma das obras, a previsão é que a implantação da unidade industrial seja iniciada em 2012 e termine em junho de 2014. Os investimentos serão responsáveis pela geração de 45 empregos diretos e outros 112 indiretos.

A empresa

A SMS Siemag Serviços Industriais Ltda. é uma empresa com foco direcionado em prestação de serviços para plantas siderúrgicas e metalúrgicas. A empresa pertence ao grupo SMS, com matriz na Alemanha e tradição centenária no fornecimento de instalações siderúrgicas e metalúrgicas. A empresa possui duas unidades distintas no Brasil, a SMS Siemag Serviços Industriais Ltda., localizada em Belo Horizonte, com foco na prestação de serviços, e a SMS Siemag Metalurgia do Brasil Ltda., localizada em São Paulo e dedicada ao fornecimento de novas plantas e instalações siderúrgicas.

Sul de Minas

Em Santa Rita do Sapucaí, a Sekisui Comércio Importação e Exportação Ltda. irá investir R$ 1,25 milhões na construção de sua fábrica. A nova planta será destinada à montagem, fabricação e comercialização de produtos eletroeletrônicos. Com a nova unidade, serão gerados 68 empregos diretos e outros 19 indiretos. Fundada em 1993, a empresa atua no segmento de fabricação, distribuição de produtos e prestações de serviços voltados para o atendimento de clientes do setor público e privado. O projeto, iniciado em julho deste ano, deverá ser concluído em dezembro de 2013. Com a nova unidade, serão gerados 68 empregos diretos e outros 19 indiretos.

A outra empresa a assinar protocolo de intenções com o Indi foi a Condminas Indústria de Fios Especiais, que irá implantar uma unidade industrial em Camanducaia. Sediada na cidade de São Paulo, a empresa investirá R$ 6,7 milhões na transferência de máquinas e equipamentos da planta fabril para Minas Gerais, onde também irá desenvolver novos produtos. O novo empreendimento irá gerar 55 novos empregos diretos e 55 indiretos e, de acordo com o cronograma de execução do projeto, o início das operações está previsto para maio de 2012. A Condminas atua há 40 anos no desenvolvimento e fabricação de cabos e fios elétricos especiais, com um portfólio de mais de 3 mil produtos.

Já a distribuidora de pneus West irá investir R$ 690 mil na implantação de uma filial da empresa no Sul do Estado. O município do empreendimento ainda não está definido. A inauguração da filial da empresa em Minas está prevista para abril de 2012 e irá gerar 63 empregos diretos. A West foi criada para atender ao mercado distribuidor no segmento de pneus, com uma proposta diferenciada de atendimento e uma estrutura pronta para os clientes em geral.