Aécio Neves: faremos um governo transformador

aecio-debate

O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência da República, Aécio Neves, comprometeu-se, nesta quinta-feira (02/10), no Rio de Janeiro, a conduzir um governo transformador, promovendo melhorias em setores fundamentais como saúde, educação, segurança pública e economia. Aécio destacou que sua candidatura é a única que pode oferecer ao Brasil um governo honrado e eficiente pelos próximos quatro anos.

“O sentimento que eu tenho nesse instante é a gratidão a todos os brasileiros que me receberam nessa campanha. A cada um de vocês, eu reitero o que disse: acredito muito que podemos fazer um governo transformador. Eu me preparei para isso. Para fazer sua vida melhorar, melhorar a educação como fiz em Minas Gerais, levar saúde à porta de casa, fazer com que a segurança pública seja uma realidade. Vamos enfrentar todas as dificuldades que se colocam a nossa frente, mas com generosidade. Quero ser o presidente de todos os brasileiros. Para isso, peço o seu voto e seu apoio. Para garantir, pelos próximos quatro anos, um governo honrado e eficiente”, afirmou. Continuar lendo

Fernando Pimentel foge do debate direto com Pimenta da Veiga e volta a abusar das inverdades

Em debate na TV Globo, petista evitou enfrentamento direto com Pimenta,  além de insistir em mentiras e omitir ações do PT que prejudicam Minas
Em debate na TV Globo, petista evitou enfrentamento direto com Pimenta,
além de insistir em mentiras e omitir ações do PT que prejudicam Minas

Em debate entre os candidatos ao Governo de Minas, promovido na noite desta terça-feira (30/09) pela TV Globo, o candidato do PT, Fernando Pimentel, evitou de todas as formas o enfrentamento direto com Pimenta da Veiga. Em todas as oportunidades em que podia fazer questionamentos a outro candidato, o petista esquivou-se de debater com Pimenta, em uma clara estratégia de fugir do diálogo. Já o candidato da Coligação Todos por Minas, ao contrário, enfrentou Pimentel e fez questionamentos sobre temas que o petista tenta evitar. Além disso, Pimenta da Veiga apontou o descaso do governo federal do PT com relação a Minas Gerais.

Quando o tema foi o resultado pífio da economia nacional, Pimentel titubeou e demonstrou insegurança em seus argumentos, já que é apontado por economistas como responsável direto pelo quadro de recessão técnica que atingiu o país exatamente no período em que o petista foi ministro do Desenvolvimento. A gestão de Fernando Pimentel no ministério e a ineficiência administrativa do governo do PT fizeram com que o Brasil aferisse inflação alta, baixo crescimento e falta de credibilidade perante o mercado, o que afeta investimentos e a geração de empregos. Continuar lendo