Minas mostra seus bons exemplos no Fórum Econômico Mundial, em Davos

Palavra do Governador 2

Reunião das principais lideranças políticas e econômicas do mundo, o Fórum Econômico Mundial está conhecendo as experiências de governança implementadas em Minas Gerais nos últimos anos. O governador Antonio Anastasia está em Davos, na Suíça, onde apresenta os resultados alcançados por Minas Gerais desde que foi implantado o chamado Choque de Gestão. No painel dessa quarta-feira (22), “o novo contexto da América Latina”, o governador abordou, em sua palestra, o tema da inovação como fator de desenvolvimento. Além disso, em conversas com lideranças mundiais e empresariais, Anastasia tem mostrado o esforço do Governo de Minas para melhorar a infraestrutura, com o objetivo de atrair mais empresas e negócios para o Estado e gerar empregos de qualidade. A participação de Minas no Fórum Econômico Mundial é o tema do Palavra do Governador desta semana.

“Estamos em um grande esforço, cada dia maior, para internacionalizar Minas Gerais. O Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, é considerado o principal acontecimento econômico do mundo. Estão presentes chefes de Estado, chefes de Governo, das principais nações de toda a Terra. É muito importante, portanto, a presença de Minas. Ficamos muito honrados com o convite que recebemos para comparecer, participar dos debates, interagir com as lideranças econômicas do mundo, especialmente com os grandes empresários, muitos dos quais já têm negócios em Minas e outros tantos que pretendemos trazer”, afirma o governador

Para Anastasia, a presença de Minas, pela primeira vez, no encontro é fundamental porque coloca o Estado como uma grande oportunidade de negócios para grandes empreendimentos internacionais. Além disso, Minas Gerais tem se destacado no Brasil em relação a dois grandes temas que estão sendo discutidos no fórum: saúde e meio ambiente.

“Na América Latina percebe-se que temos dois temas que são muito relevantes, a saúde e o meio ambiente, que, aliás, são temas muito vinculados entre si. Ao discutirmos saúde, nós teremos condições de mostrar bons exemplos que fizemos em nosso Estado, como, por exemplo, a rede de urgência e emergência já presente na maior parte de Minas. A área ambiental em um Estado como Minas, que é um Estado muito rico em biodiversidade, é fundamental, porque nós temos que estimular a produção, garantir o crescimento econômico, mas sempre tendo muita preocupação com a sustentabilidade dessas iniciativas, ou seja, preservar o nosso patrimônio ecológico e ambiental para garantirmos o futuro das gerações”, defende o governador.

O Palavra do Governador pode ser reproduzido por qualquer veículo de imprensa, sem ônus. O programa é disponibilizado todas as quintas-feiras nas modalidades texto, áudio e vídeo (em qualidade HD). O endereço é www.agenciaminas.mg.gov

Modelo de Gestão mineiro é referência nacional e internacional

O Governo de Minas vem consolidando seu modelo de gestão pública como referência nacional e internacional. Cerca de 40 comitivas de diferentes países, Estados, prefeituras e instituições visitaram Minas Gerais em 2013 para conhecer destaques como a evolução do Choque de Gestão e o modelo de compras públicas. Entre as comitivas, estiveram os Governos Republicanos da Indonésia e de Moçambique, a Universidade de Princeton e os Governos dos Estados do Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Tocantins, Mato Grosso, Rondônia e Mato Grosso do Sul.

Leia matéria completa na Agência Minas

Anastasia destaca avanços obtidos com o Choque de Gestão

No lançamento, Anastasia ressaltou a importância de que as administrações públicas tenham gestões eficientes e racionais. Foto Gil Leonardi/Imprensa MG
No lançamento, Anastasia ressaltou a importância de que as administrações públicas tenham gestões eficientes e racionais. Foto Gil Leonardi/Imprensa MG

O crescimento do Produto Interno Bruto de Minas Gerais acima da média nacional, na última década, o salto dos indicadores educacionais do Estado e a queda da taxa de mortalidade infantil no Estado são alguns dos resultados apresentados no livro “Do Choque de Gestão à Gestão para a Cidadania – 10 Anos de Desenvolvimento em Minas Gerais”, publicação lançada pelo governador Antonio Anastasia, nesta quinta-feira (19/12), no Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

Em pronunciamento, Anastasia relembrou a implantação do Choque de Gestão e ressaltou a importância de que as administrações públicas tenham gestões eficientes e racionais.

“Em 2003, ao mesmo tempo em que se iniciava um procedimento de mudança e modernização do Estado, o modelo teve um fundamento de demonstrar que a gestão é um tema central no dia a dia dos governos. No Brasil, acostumamos, durante muito tempo, a ter muito governo e pouca administração. Mas devemos ter mais administração, mais racionalidade, mais conhecimento técnico, mais carreiras, mais meritocracia para que o governo consiga alcançar os seus resultados de diretrizes governamentais e políticas legítimas, referendadas pelas urnas, mas que precisam de um arcabouço, de uma estrutura administrativa, que é exatamente a gestão”, afirmou Anastasia.

livro-detalha-processos-e-registra-avancos-alcancados-por-minas-gerais-nos-dez-anos-nos-choque-de-gestaoAo documentar o percurso cumprido pelo Governo do Estado desde 2003, a obra mostra as três fases do modelo: Choque de Gestão (2003 a 2006), Estado para Resultados (2007 a 2010), e Gestão para Cidadania/Estado em Rede (a partir de 2011).

Além da consolidação da cultura do planejamento, a publicação destaca as mudanças feitas pelo Governo de Minas na gestão do capital humano, essencial para a modernização gerencial. Isso ocorreu com a valorização de gestores e com a formação de lideranças. De forma inédita no país, a meritocracia ganhou espaço no serviço público estadual.
Continuar lendo

Anastasia entre os melhores governadores do país

antonio-anastasia3

O governador de Minas Gerais Antonio Anastasia (PSDB) está entre os administradores mais bem avaliados do país, segundo pesquisa CNI-Ibope divulgada nesta sexta-feira (13/12). Anastasia aparece no levantamento entre os cinco governantes com maior popularidade.

Aprovam sua forma de governar 63% dos entrevistados, enquanto 60% demonstram confiança no governador do Estado. A pesquisa também mostra que 49% dos mineiros consideram seu governo ótimo ou bom.

Antonio Anastasia mantém a melhor avaliação entre os governadores do Sudeste em relação à pesquisa divulgada em julho, que mediu a popularidade dos governos de 11 estados. Pela primeira vez a Confederação Nacional da Indústria (CNI) encomendou ao Ibope a avaliação de todos os governadores. Continuar lendo

Governador Anastasia defende Choque de Gestão em seminário internacional

O governador Antonio Anastasia foi um dos palestrantes do Seminário Internacional Gestão Pública Contemporânea, em São Paulo. O evento foi organizado pelo Banco Mundial e Fundação Dom Cabral. Anastasia apresentou aos participantes o que tem sido desenvolvido em Minas Gerais nos últimos anos, os desafios enfrentados pela administração pública no Brasil e os apontamentos para o futuro. O governador mostrou os exemplos conquistados no estado nos últimos dez anos, desde o início de implantação do reconhecido Choque de Gestão. Para ele, é preciso observar os modelos implantados por países mais desenvolvidos e adaptá-los às realidades de cada local.

Leia matéria completa Governador Antonio Anastasia defende maior ênfase à administração pública

Leia artigo “Gestão responsável”, de Renata Vilhena

Em artigo publicado no jornal O Globo, neste domingo (11), a secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, fala sobre a modernização da administração pública no território mineiro por meio do Choque de Gestão, modelo de governança implantado em Minas Gerais no ano de 2003 e que está sendo transferido a 420 prefeituras.

De acordo com Renata Vilhena, o Governo de Minas assumiu a tarefa de ajudar a implantar as boas práticas de governança nas cidades com a intenção de maximizar a eficiência e os resultados das políticas públicas. “Nos últimos cinco anos o Estado treinou e qualificou funcionários de áreas estratégicas de 49% dos municípios. Os alunos estudaram gestão pública, financeira, de recursos humanos, saúde e empreendedorismo”, ressalta a secretária.

Leia abaixo o artigo na íntegra

showimageMinas Gerais realizou na última década uma modernização de sua administração, conhecida como Choque de Gestão, que teve como resultado, reconhecido no país e no exterior, o máximo retorno social para o gasto público. Esse modelo exitoso de gestão pública estadual, ancorado no equilíbrio fiscal, no alcance de metas e na meritocracia do funcionalismo, vem sendo gratuitamente transferido a 420 prefeituras mineiras por meio de uma inédita experiência de capacitação — virtual e presencial — de servidores municipais.

Ao apoiar de forma decisiva as prefeituras, independentemente de coloração partidária, o Governo de Minas assume a tarefa não só de repassar recursos, mas de realmente ajudá-las a implantar as boas práticas de governança, já consolidadas na administração estadual, que maximizem a eficiência e os resultados das políticas públicas. Isso está sendo feito por meio do Programa Mineiro de Empreendedorismo e Gestão para Resultados Municipais.

Nos últimos cinco meses, o estado treinou e qualificou funcionários de áreas estratégicas de 49% dos municípios. Essas verdadeiras escolas de governo oferecem a gestores compromissados com sua realidade ferramentas para responder, de forma autônoma e sustentável, à crescente exigência da sociedade por serviços públicos de qualidade. Os alunos estudaram gestão pública, financeira, de recursos humanos, saúde e empreendedorismo. Ao fim de cada tema, foram avaliados e exigiu-se nas provas nota mínima de 60%. Continuar lendo

Resultados do Choque de Gestão são destaque em evento realizado no TCU, em Brasília

Anastasia destaca a necessidade de investir em pessoas e desverticalizar o processo administrativo. Foto Osvaldo Afonso/Imprensa MG
Anastasia destaca a necessidade de investir em pessoas e desverticalizar o processo administrativo. Foto Osvaldo Afonso/Imprensa MG

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, apresentou, nesta terça-feira (08/10), em Brasília, durante evento no Tribunal de Contas da União, os resultados práticos que o Choque de Gestão propiciou ao Estado. A apresentação ocorreu a convite do TCU que, em parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), vai iniciar um estudo sobre as melhores práticas de governança no mundo para apresentar como modelo para o serviço público no Brasil.

Para Anastasia, o sucesso da gestão pública está centrado em três fundamentos: pessoas, estrutura e procedimentos. No que se refere à questão de pessoal, ele destacou a importância de priorizar a meritocracia, a formação de gestores e o processo contínuo de qualificação.

“Não existe administração pública nem boa governança se não tivermos pessoas preparadas, estimuladas e devotadas à causa pública. Durante muitas décadas no Brasil, não investimos na formação dos servidores de carreira preparados o suficiente para fazer frente às necessidades da administração”, afirmou.

No que se refere à estrutura do Estado, o Governador de Minas defende a tese de maior horizontalidade e racionalização de forma a aproximar o poder decisório de onde está o problema. “Especialmente em um país com dimensões continentais, com as diversidades geográficas como o Brasil, quanto mais nós simplificarmos e levarmos o processo decisório para mais próximo do cidadão, nós estaremos facilitando, tornando mais simples, mais eficiente, mais justa e correta as decisões”, argumentou. Continuar lendo

PSDB comemora 25 anos e celebra 19 anos do Plano Real

PSDB 25

O PSDB comemora, na próxima terça-feira (18/06), 25 anos de sua fundação e celebra os 19 anos do lançamento do Plano Real. Para marcar esta data tão importante para os tucanos, o partido realiza uma grande exposição na Câmara dos Deputados.

A abertura da exposição “25 anos de fundação do PSDB e 19 anos do lançamento do Plano Real” acontecerá às 14h30 e contará com a participação do presidente de honra do PSDB Fernando Henrique Cardoso e importantes lideranças nacionais do partido.

Até 4 de julho, quem passar pelos corredores de acesso ao plenário da Câmara dos Deputados poderá conferir um pouco da história do PSDB, partido criado, em 1988, após o processo de redemocratização do Brasil e 21 anos de regime militar.

Grandes painéis com fotos e textos mostrarão a trajetória das lideranças que criaram o PSDB na consolidação da democracia no país, desde a Assembleia Nacional Constituinte e as primeiras eleições diretas depois da redemocratização do país, o Plano Real, a modernização da estrutura e as reformas estruturais, até a implantação dos programas sociais que mudaram a vida do povo brasileiro.

Líderes tucanos como Mário Covas, Franco Montoro, Fernando Henrique Cardoso, José Richa, Dante de Oliveira, Pimenta da Veiga, Geraldo Alckmin, José Serra, Aécio Neves, Tasso Jereissati, Sérgio Guerra e outros serão lembrados pela importante atuação à frente do partido.

19 anos de Plano Real

A exposição dará destaque também ao Plano Real que completa 19 anos. Implantado em 1993 por Fernando Henrique Cardoso quando ministro da Fazenda do governo Itamar Franco, o conjunto de medidas finalmente tirou o Brasil de um longo ciclo de hiperinflação, promovendo a estabilização da economia e a retomada dos investimentos sociais e de infraestrutura.

A segunda parte da exposição mostra a eficiência do modelo tucano de governar, que inclui o Choque de Gestão, implantado pelo governo de Aécio Neves e Antonio Anastasia em Minas Gerais e, hoje, referência em todo o país. Também destaca os principais gestores tucanos, governadores e prefeitos, que percorrem o país difundindo os princípios da socialdemocracia.

A mobilização dos militantes tucanos por todo o país em grandes momentos políticos darão um colorido especial à exposição, que encerra mostrando o processo de modernização do PSDB, que se tornou o principal partido de oposição da política brasileira.

Exposição – 25 anos de fundação do PSDB e 19 anos do lançamento do Plano Real

Inauguração: 18/06/13
Horário: 14h30
Local: Corredor de Acesso ao Plenário da Câmara dos Deputados
Período da Exposição: De 18 de junho a 4 de julho

Leia também Com exposição na Câmara dos Deputados, PSDB comemora 25 anos de fundação, 19 anos do Plano Real e 82 anos de FHC

Anastasia diz que Brasil precisa melhorar sua gestão pública

Ao participar do Fórum de Infraestrutura e Logísitica, governador Anastasia insiste em gestão eficiente para que o país consiga suprir as demandas para o desenvolvimento. Foto Omar Freire / Imprensa MG
Ao participar do Fórum de Infraestrutura e Logísitica, governador Anastasia insiste em gestão eficiente para que o país consiga suprir as demandas para o desenvolvimento. Foto Omar Freire / Imprensa MG

Os desafios para o desenvolvido do Brasil passam necessariamente por uma infraestrutura que atenda a demanda do setor produtivo e possibilite ao país crescer mais, por meio da eficiência logística. Foi essa uma das conclusões tiradas durante o Fórum de Infraestrutura e Logística realizado, nesta sexta-feira (07/06), na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, em Belo Horizonte, pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide). Após a intervenção de ministros e especialistas, o governador Antonio Anastasia afirmou que uma gestão pública eficiente poderá fazer com que os governos possam dar as respostas que a população espera.

“Nós observamos, de modo muito claro, pela fala no ministro dos Transportes, César Borges, que não existe falta de recursos financeiros. Ele deixou isso muito claro. Não há falta de vontade e determinação do Governo, que é Federal, de fazer. O quer falta evidentemente são os meios administrativos. É aquilo que falamos à exaustão. O Brasil precisa melhorar a sua gestão pública, porque a gestão pública será o nó górdio, aquilo que vai ser desbaratado para permitir que esse recurso, que existe, consiga se materializar na melhoria da infraestrutura e também da logística”, afirmou.

Para o presidente do Lide, João Dória Jr., é preciso que o país enfrente de peito aberto os desafios. “O que falta agora é o que foi feito em Minas, um verdadeiro Choque de Gestão, porque não se pode apenas colocar a culpa na lei que paralisa as obras. A lei tem que servir às demandas públicas. E, se é isso que está emperrando, é preciso identificar os gargalos, chamar os ministros, o Congresso e resolver a questão. Não dá para ficar fugindo”, defendeu. Continuar lendo

Para Anastasia, gestão pública empreendedora é requisito para avançar

Governador Antonio Anastasia defende, em São Paulo, planejamento adequado e gerenciamento para resultados como solução para enfrentar desafios do país. Foto Omar Freire/Imprensa MG
Governador Anastasia defende, em São Paulo, planejamento adequado e gerenciamento para resultados como solução para enfrentar desafios do país. Foto Omar Freire/Imprensa MG

A experiência de gestão pública em Minas Gerais, já reconhecida por diversos organismos internacionais, foi discutida nesta quarta-feira (05/06), em São Paulo, por empresários, gestores públicos e estudantes. Convidado para abrir o primeiro ciclo de palestras “Lideranças inovadoras na Gestão Pública”, organizado pela Fundação Brava e pelo Instituto Fernando Henrique Cardoso (iFHC), o governador Antonio Anastasia apresentou o modelo e os resultados gerados pelo Choque de Gestão, programa implementado pelo Governo de Minas a partir de 2003, que reordenou as contas públicas do Estado e entregou à sociedade resultados concretos em todas as áreas de governo.

A ideia do ciclo de palestras é promover debates com grandes líderes políticos com o objetivo de disseminar práticas inovadoras e orientadas para resultados, a fim de inspirar novas iniciativas que possam contribuir para o desenvolvimento do país. Continuar lendo