Programa Roberto D’Avila: Governo é beneficiário da corrupção, afirma Aécio sobre prisão de Delcídio

A entrevista do senador Aécio Neves ao jornalista Roberto D’Avila foi ao ar na noite desta quarta-feira
A entrevista do senador Aécio Neves ao jornalista Roberto D’Avila foi ao ar na noite desta quarta-feira (25/11)

Uma das principais vozes da oposição ao governo, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi entrevistado pelo jornalista Roberto D’Avila. Aécio falou, no programa exibido nesta quarta-feira (25/11) na GloboNews, sobre a prisão do líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral, a crise política, impeachment, o processo contra Eduardo Cunha, desemprego, o fator previdenciário, os escândalos de corrupção na Petrobras, Lula, candidatura à presidência, a tragédia em Mariana e as eleições na Argentina.

Confira abaixo alguns destaques da entrevista:

Delcídio do Amaral

“O que é essencial nesse instante é que a população tenha a compreensão de que nada disso, dessa corrupção sistêmica que se estabeleceu no Brasil, teria acontecido sem a anuência dos chefes do governo, sem que o Poder Executivo tivesse dado as condições para que essa corrupção institucionalizada ocorresse.” Para Aécio, “o grande beneficiário dessa estrutura corrompida foi o atual governo, que a utilizou para manter-se no poder”.

Eduardo Cunha

Aécio destacou que o PT está dividido sobre o processo contra Eduardo Cunha e questionou o projeto do governo: “Ele e Dilma não deveriam estar mais no cargo. O grande projeto da presidente hoje para o Brasil é se sustentar mais tempo no cargo. Ela hoje é refém de uma base esgarçada no Congresso Nacional, que só consegue se manter minimamente fiel a ela pela distribuição cada vez maior de emendas parlamentares e cargos no poder.”

Escândalos de corrupção na Petrobras

“Eu disse isso e repito: eu perdi a eleição para uma organização criminosa. Mas hoje isso é dito pelo ministro do STF, pelo juiz Sérgio Moro, da Lava-Jato, que a cada dia nos mostra a dimensão que eu confesso que nem eu próprio conhecia.”

Candidatura

“Que venha o Lula! Mas o PSDB vai ter o tempo certo para escolher seu candidato.”

Possível conversa com Dilma

“Estou pronto para debater com a presidente Dilma em qualquer instante, mas acho que seria aconselhado levar um detector de mentiras.”

Tragédia em Mariana

“Estive lá. Foi a maior tragédia ambiental da história do país, não apenas de Mariana. Lamento, e os mineiros de toda a região lamentam, que a presidente da República não tenha descido lá em Mariana e não tivesse abraçado as pessoas. Nessa hora, mais que anunciar números e multas, a expectativa é que a chefe do país olhe no olho das famílias. Acho que esse gesto faltou e a presidente da República vai ser cobrada por isso. Sobre as medidas tomadas, há uma responsabilidade grande dessas empresas que precisará ser enfrentada por elas, e há uma omissão do poder público em relação a algumas medidas anteriores que deveriam ser tomadas.”

Eleições na Argentina

“Foi uma vitória muito importante para nossa região. Falei esta semana com o presidente eleito Macri. E a sua eleição representa o renascimento da esperança em determinados países que têm visto a democracia ser solapada por essa visão chamada bolivariana que nos cerca.”

Se você é assinante, assista à integra da entrevista no GloboNews Play

Fonte: Globo News

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s