Novembro Azul: Campanha do Tucanafro ajuda na conscientização sobre o câncer de próstata

palestra-tucanafro-novembro

Militância Negra do PSDB-MG inicia ação de alerta da necessidade de se fazer os exames de diagnóstico como forma de promover tratamento mais eficaz

O auditório do PSDB de Minas Gerais, em Belo Horizonte, ficou lotado na noite dessa segunda-feira (09/11) por um motivo muito especial: promover a conscientização sobre o câncer de próstata. O evento marcou a abertura da campanha Novembro Azul – Troque o Preconceito pela Vida, realizada pelo Secretariado da Militância Negra (Tucanafro) do PSDB-MG.

Os participantes assistiram à palestra do médico urologista Antônio Peixoto de Lucena Cunha, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia – Regional Minas Gerais e professor da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, e esclareceram dúvidas sobre a doença.

Durante a palestra, o urologista explicou que a doença não apresenta sintomas na fase inicial. Quando começam os sintomas, a doença já está avançada. Ele ressaltou a necessidade de se fazer os exames, todos os anos, a partir dos 50 anos de idade. “O tratamento é mais eficaz quando o diagnóstico é precoce. Temos que esclarecer para a sociedade que a realização dos exames deve fazer parte da rotina.”

Para se ter ideia de como a população ainda não tem total preocupação com a gravidade da doença, pesquisa realizada pelo Datafolha com 1.061 homens com idades entre 40 e 70 anos, de dez capitais brasileiras, constatou que o preconceito com o exame de toque retal ainda é forte no Brasil. Apenas 32% dos homens brasileiros declararam já ter feito o exame.

O presidente do Tucanafro, Juvenal Araújo, reforçou a preocupação com a conscientização das pessoas sobre o tema e disse que todos devem se unir pela causa, já que, por ano, são feitos no Brasil cerca de 69 mil diagnósticos de câncer de próstata.

“O objetivo da campanha é alertar os homens para que façam o exame de diagnóstico, principalmente aqueles que são do fator de risco, que envolve história familiar para a doença e homens afrodescendentes. Devido os negros serem mais suscetíveis ao câncer de próstata, a campanha do Tucanafro será bastante forte”, informou

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, homens negros e os que têm familiares de primeiro grau que tiveram câncer de próstata devem procurar um urologista para avaliar a necessidade de iniciar os exames a partir dos 45 anos.

As ações do "Troque o Preconceito pela Vida" serão realizadas dentro da campanha Novembro Azul; a palestra do urologista Antônio Peixoto de Lucena Cunha foi a abriu a programação promovida pelo Tucanafro
As ações do “Troque o Preconceito pela Vida” serão realizadas dentro da campanha Novembro Azul; a palestra do urologista Antônio Peixoto de Lucena Cunha foi a abriu a programação promovida pelo Tucanafro

Outubro Rosa

Em outubro, o Secretariado da Militância Negra do PSDB-MG promoveu, com sucesso, um evento semelhante, só que direcionado à mulher negra, dentro da campanha Outubro Rosa. A palestra “Mulher Negra, Se Toque!” foi com o mastologista e presidente da Associação de Mastologia – Regional Minas Gerais, Clécio Ênio Murta de Lucena, e com a psicóloga e psicanalista Gê Nogueira.

De acordo com estudos, as mulheres negras com idade inferior a 40 anos podem ter câncer de mama mais precoce do que as mulheres brancas, além de apresentar tumores mais agressivos que podem estar associados à maior taxa de mortalidade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s