Atos de censura e autoritarismo do governador Pimentel estão ganhando dimensão nacional

Os atos de censura e autoritarismo do governador Fernando Pimentel, do PT, estão ganhando dimensão nacional. Em vídeo do canal de TV da revista VEJA, a âncora Joice Hasselmann critica a iniciativa do petista de pedir ao STJ a quebra de sigilo de um repórter do jornal O GLOBO que publicou matérias sobre suspeitas de desvio de recursos públicas na campanha do PT ao governo de Minas em 2014 e também no período em que Pimentel era Ministro do Desenvolvimento. A jornalista também critica a tentativa do governador de criminalizar manifestantes que utilizaram bonecos pixulecos de Pimentel, Dilma e Lula durante protestos em BH.

Assista ao vídeo 

 

Um terço das vagas fechadas no país foi em Minas Gerais

A administração petista de Minas Gerais não para de produzir más notícias econômicas. Em setembro, a taxa de desemprego no país chegou a 7,8%, o que representa 95 mil postos de trabalho fechados. Mas, para os mineiros, o anúncio foi mais dramático: de acordo com reportagem publicada na edição de sábado do jornal O TEMPO, nada menos que um terço das vagas formais foram fechadas no Estado. Ou seja: a cada três pessoas que perderam o emprego no país, uma é de Minas. Ao todo, apenas no mês passado 32,4 mil vagas com carteira assinada deixaram de existir no Estado.

A reportagem do jornal O TEMPO chama atenção para o fato de que filas de pessoas em busca de emprego no Sine/UAI da praça Sete, no centro de Belo Horizonte, voltaram a ser comuns.

No acumulado dos últimos 12 meses, o país fechou 1,24 milhão de vagas. Desde janeiro deste ano, o saldo de postos fechados é de 657,8 mil, pior desempenho para os primeiros nove meses do ano desde 2002. E a expectativa para 2016 não é nada animadora.

Economistas ouvidos pela reportagem afirmaram que haverá uma redução ainda maior dos postos de trabalho no país em janeiro porque podem ocorrer demissões de funcionários contratados temporariamente para o final do ano. São os brasileiros pagando a conta da desastrada política econômica implantada pelo PT.

Confira a matéria completa do jornal O TEMPO Continuar lendo

“Minas com Censura”: Artigo do presidente do PSDB-MG mostra o lado censor do governador Pimentel

Em artigo publicado no jornal O Tempo de domingo (26/10), com o título “Minas com Censura”, o presidente do PSDB-MG, deputado federal Domingos Sávio, enumera diversos episódios que descortinam o pendor autoritário do governador Fernando Pimentel e do PT de Minas Gerais.

Desde que assumiu o governo, em janeiro deste ano, o governador Fernando Pimentel vem mostrando aos mineiros um total descompromisso com a liberdade de expressão, a exemplo do que ocorre no governo federal, administrado por sua companheira Dilma Rousseff.

O artigo do presidente do PSDB-MG revela o lado censor do governador petista e de seu governo, como a tentativa de criminalizar manifestantes que utilizaram bonecos infláveis com sua caricatura; o “apagão” promovido pela administração petista na Agência Minas (que tirou do ar todas as informações referentes às gestões anteriores) e o pedido de quebra de sigilo de um repórter do jornal O GLOBO que publicou reportagens sobre suspeitas de corrupção na campanha do petista em 2014 e também no período em que ele era ministro do Desenvolvimento. Esta última iniciativa foi condenada por várias entidades da sociedade civil, como a Associação Nacional de Jornais (ANJ) e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (ABRAJI), que a consideram um atentado à liberdade de expressão.

“O PT não se cansa de surpreender negativamente a população”, conclui Domingos Sávio, fazendo alusão às tentativas do governo petista de punir manifestações contra malfeitos do governador Pimentel e de sua gestão.

Confira a íntegra do artigo do presidente do PSDB-MG, publicado no jornal O TEMPO:

imagem.domingos

Continuar lendo