Governo do PT de Minas apaga todas as informações das gestões do PSDB e do PP contidas no portal de notícias oficial do Estado

jeitoPT

Da mesma forma que, no âmbito federal, o Partido dos Trabalhadores (PT) acha que o Brasil começou a existir em janeiro de 2003, quando o petista Luiz Inácio Lula da Silva assumiu o governo federal, no âmbito estadual o PT-MG também considera que Minas Gerais começou a existir em janeiro de 2015, quando o petista Fernando Pimentel assumiu o Governo do Estado. Isso é o que se depreende da nova versão da Agência Minas, o portal oficial de notícias do Estado de Minas Gerais, que entrou no ar nesta quarta-feira (21/10).

Desprezando o fato de que todas as informações contidas na Agência Minas pertencem ao Estado e ao povo de Minas Gerais, até porque foram produzidas com recursos públicos, o Governo do PT simplesmente deletou todas (isso mesmo, todas!) as informações que estavam postadas no portal. Ali, estavam depositados milhares de notícias, gráficos, fotos, áudios e vídeos postados desde 2005, quando o portal foi criado, com informações de utilidade pública e também de ações e programas desenvolvidos durante as gestões dos ex-governadores Aécio Neves e Antonio Anastasia (janeiro de 2003 a março de 2014), do PSDB, e Alberto Pinto Coelho (abril de 2014 a dezembro de 2014), do PP. Na nova versão da Agência Minas só é possível encontrar notícias postadas a partir de janeiro de 2015, quando Pimentel tomou posse. Ou seja: Para os petistas de Minas, o Estado começou a existir nesta data.

Para o presidente do PSDB-MG, deputado federal Domingos Sávio, esta é mais uma tentativa de desconstrução das gestões do PSDB por parte do governo do petista Fernando Pimentel que, desde seu início. “O PT está fazendo de tudo para apagar da memória dos mineiros os importantes avanços alcançados durante as gestões tucanas em todas as áreas e nas várias regiões do Estado. A exclusão de informações postadas pelas administrações anteriores no portal oficial de notícias é apenas mais uma ação neste sentido”, afirma Domingos Sávio. “Eles podem até deletar as informações no portal, mas nunca vão conseguir apagar da memória de da vida dos mineiros as inúmeros realizações de Aécio e Anastasia”.

O presidente do PSDB-MG lembra que o governo do PT também tem acabado com alguns dos principais programas desenvolvidos pelas gestões tucanas entre 2003 e 2014. Entre eles, estão os seguintes: Travessia, Escola em Tempo Integral, Reinventando o Ensino Médio, Poupança Jovem e Mães de Minas, além de outros que estão sendo maquiados, como o Caminhos de Minas, e os que estão ameaçados de extinção, como o Farmácia de Minas e o Valores de Minas. “São todos programas que ajudaram a melhorar indicadores sociais e econômicos no Estado e que, agora, estão sendo descontinuados pelo governo petista”, ressalta.

Informações já vinham sendo apagadas de forma seletiva

O apagão de informações da Agência Minas sobre ações das gestões anteriores, que o governo do PT concluiu nesta quarta-feira (21/10), na verdade já estava sendo feito de forma seletiva. Agora, todas as informações foram deletadas. Um texto de apresentação do novo portal divulgado pelo governo do Estado afirma que, dentre outras, a missão da nova Agência Minas é “abastecer os veículos de imprensa com informações sobre Minas Gerais”. Ocorre que, agora, os jornalistas só encontrarão no portal informações da gestão petista e, por isso, terão mais dificuldades para fazer comparações com relação às gestões anteriores ou mesmo para reconstituírem a memória de programas e ações desenvolvidos nas várias áreas da administração pública estadual entre 2003 e 2014. Além disso, é importante lembrar que não eram apenas jornalistas que faziam pesquisas na Agência Minas. O portal também era fonte de notícias para estudantes, professores, pesquisadores e especialistas em gestão pública.

No mesmo release, o subsecretário de Comunicação do governo do PT, Marcus Gimenez, afirma que a nova Agência Minas “é, sem dúvida, um portal abrangente e que traduz bem o que é notícia no Governo de Minas Gerais”. A verdade é que o novo portal não é nenhuma coisa nem outra: não é “abrangente” e, muito menos, “traduz bem o que é notícia”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s