Marcus Pestana propõe convocação de Fernando Baiano e Bumlai na CPI dos Fundos de Pensão

pestanaSubrelator da CPI dos Fundos de Pensão, o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG) apresentou nesta quarta-feira (21/10) requerimentos para convocação do pecuarista José Carlos Bumlai e do lobista Fernando Antonio Falcão Soares, conhecido como Fernando Baiano, um dos investigados na Operação Lava Jato.

Segundo reportagem divulgada pelo jornal “O Estado de S. Paulo” nesta quarta, Fernando Baiano, em depoimento de delação, revelou que o ex-presidente Lula se reuniu “pelo menos duas vezes” com o pecuarista José Carlos Bumlai e com João Carlos Ferraz, na época presidente da Sete Brasil, para tratar de negócios intermediados por ele, em nome do grupo OSX. Continuar lendo

Governo do PT de Minas apaga todas as informações das gestões do PSDB e do PP contidas no portal de notícias oficial do Estado

jeitoPT

Da mesma forma que, no âmbito federal, o Partido dos Trabalhadores (PT) acha que o Brasil começou a existir em janeiro de 2003, quando o petista Luiz Inácio Lula da Silva assumiu o governo federal, no âmbito estadual o PT-MG também considera que Minas Gerais começou a existir em janeiro de 2015, quando o petista Fernando Pimentel assumiu o Governo do Estado. Isso é o que se depreende da nova versão da Agência Minas, o portal oficial de notícias do Estado de Minas Gerais, que entrou no ar nesta quarta-feira (21/10).

Desprezando o fato de que todas as informações contidas na Agência Minas pertencem ao Estado e ao povo de Minas Gerais, até porque foram produzidas com recursos públicos, o Governo do PT simplesmente deletou todas (isso mesmo, todas!) as informações que estavam postadas no portal. Ali, estavam depositados milhares de notícias, gráficos, fotos, áudios e vídeos postados desde 2005, quando o portal foi criado, com informações de utilidade pública e também de ações e programas desenvolvidos durante as gestões dos ex-governadores Aécio Neves e Antonio Anastasia (janeiro de 2003 a março de 2014), do PSDB, e Alberto Pinto Coelho (abril de 2014 a dezembro de 2014), do PP. Na nova versão da Agência Minas só é possível encontrar notícias postadas a partir de janeiro de 2015, quando Pimentel tomou posse. Ou seja: Para os petistas de Minas, o Estado começou a existir nesta data. Continuar lendo

Deputados acusam Fernando Pimentel de improbidade administrativa, lesão ao erário e violação ao princípio da eficiência

Pimentel

Representação impetrada contra governador petista é por suspender processo judicial contra o Banco do Brasil que garantiria mais de R$ 1 bilhão aos cofres do estado

Deputados de oposição na Assembleia Legislativa impetraram uma representação por improbidade administrativa, lesão ao erário e violação ao princípio da eficiência contra o governador Fernando Pimentel (PT) pela suspensão de tramitação do processo judicial contra o Banco do Brasil. O processo judicial contra a instituição, que a pedido do petista foi suspenso, garantiria o ingresso de mais de R$ 1 bilhão aos cofres estaduais.

A ação contra o Banco do Brasil foi aberta no governo de Alberto Pinto Coelho (PP) e cobrava o compromisso firmado pela instituição com o governo de Minas. Isso porque, em 2014, o banco deixou de depositar nos cofres do estado as últimas parcelas, no valor de R$ 453,7 milhões e R$ 625,4 milhões, de duas operações de créditos contratadas em 2012 e 2013. Continuar lendo

Novo pedido de impeachment contra a presidente Dilma é protocolado na Câmara dos Deputados

impeachment

Líderes da oposição (DEM, PSDB, PPS e Solidariedade) entregaram na manhã desta quarta-feira (21/10) ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), um novo pedido de impeachment da presidente Dilma. Com 64 páginas, o documento é assinado pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Jr e Janaina Paschoal e tem o apoio de mais de 40 movimentos de rua contra a corrupção. “Este não é um pedido das oposições, é um pedido do Brasil e reflete o sentimento da nação”, disse o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP). Outros tucanos, como o líder da Oposição, Bruno Araújo (PSDB-PE), acompanharam a entrega.

Confira íntegra do novo PEDIDO-DE-IMPEACHMENT

Assista a trecho da entrevista coletiva do líder do PSDB

De acordo com o tucano, o novo pedido está num formato regimentalmente adequado e também corresponde às expectativas de recente decisão do Supremo Tribunal Federal relacionada ao tema. “Nós estamos confiantes de que o presidente da Casa tem todos os elementos necessários para deferir o pedido de impeachment”, disse o líder. Conforme lembrou, o Brasil hoje é governado pelo Partido dos Trabalhadores, que tem em sua história dois ex-presidentes, dois ex-tesoureiros, um presidente da Câmara e um vice presos. Continuar lendo

Leia artigo “O desgoverno do PT”

Em artigo publicado no jornal “Estado de Minas” desta quarta-feira (21/10), o advogado e coordenador da especialização em direito tributário das Faculdades Milton Campos, Sacha Calmon, faz uma análise e afirma: “O PT está levando o país para a insolvência”.

Como exemplo, o professor cita dados do Movimento Auditoria Cidadã da Dívida que mostram que a dívida pública federal supera os R$ 3,5 trilhões. E enquanto o governo diz gastar cerca de 5% do PIB brasileiro com a dívida, a entidade contesta e afirma que os gastos estão em torno de 20% do PIB. E mais, o pagamento da dívida tem preferência sobre todos os investimentos, exceto os vinculados constitucionalmente. “Isso quer dizer que o Estado retira dinheiros dos investimentos para pagar juros altos aos rentistas”, diz.

O artigo informa ainda que 47,24% dos juros pagos pelo governo federal para rolar a dívida vão para os bancos (nacional e estrangeiros). “Que socialismo notável, que distribuição social da renda espetacular Lula e Dilma nos legaram!”, ironiza. Para Sacha Calmon, o estado “lulopetista” é sustentado pela dívida pública. A receita é menor que a despesa pública.

Enquanto isso, o governo não consegue oferecer à população serviços públicos decentes e perdeu sua capacidade para investir. ”O problema atual do Brasil é econômico. Esse problema não foi causado pela crise internacional. Basta olhar os outros países”, afirma o advogado.

Confira abaixo íntegra do artigo Continuar lendo

Enquanto PT faz festa pelos 12 anos do Bolsa Família, Ipea diz que miséria aumentou 10% em 2013 e ameaça conquistas sociais

crise socialDe acordo com boletim divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), quase 1 milhão de brasileiros voltaram à miséria em 2013. Esses números, que levam em conta os dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), do IBGE, indicam que o percentual de famílias em pobreza extrema saltou de 3,63% em 2012 para 4,03% em 2013. Para o Ipea, a recessão e o ajuste fiscal são ameaças às políticas sociais do governo.

Sem levar em conta a crise econômica que assola o Brasil e a volta da inflação, que já ronda os 2% ao mês como no Distrito Federal, o PT tenta mais uma vez manipular a população brasileira em meio a comemoração dos 12 anos de implantação do Bolsa Família, que foi lançado a partir da unificação de pelo menos quatro programas criados pelo governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso como o Bolsa Escola, o Bolsa Alimentação, o Auxílio-Gás e o Cadastro Único do Governo Federal. Continuar lendo