Confira trechos da entrevista do senador Aécio Neves

IMG_8772

“O Brasil assistiu nesses últimos dias a declarações sucessivas da presidente da República que, na verdade, reedita seu script eleitoral. A presidente volta para o palanque, lê discursos escritos por seus marqueteiros buscando se vitimizar para seguir o velho roteiro de atacar a honra das oposições. Até aqui ninguém atacou, como ela disse, a honra da presidente da República, mas não aceitaremos de forma alguma que a honra das oposições seja atacada”, afirmou o senador Aécio Neves, em entrevista coletiva esta tarde (15/10), em Brasília.

Ao responder ataques feitos pela presidente Dilma Rousseff contra os partidos de oposição, o presidente do PSDB disse que o governo Dilma e o PT não têm moral para atacar as oposições frente ao fracasso da política econômica e às graves denúncias que enfrentam na Justiça. “Que moral tem um governo como o do PT e da presidente Dilma que quebrou o Brasil para vencer as eleições para atacar a honra das oposições? Que moral tem o governo do PT e da presidente Dilma para atacar a honra das oposições se distribui os espaços de poder”, questionou.

Aécio Neves rebateu também a versão dada pela presidente da República de que as manobras fiscais (pedaladas) condenadas pelo TCU serviram para o pagamento do Bolsa Família. “Mente novamente o governo. A parte menor das pedaladas, que diz respeito à Caixa Econômica Federal e a esses benefícios, não chegou a R$ 2 bilhões. Mas chegou a R$ 50 bilhões o déficit do Tesouro para com o Banco do Brasil e o BNDES para pagar subsídios de outros programas. Para quem? Para os grandes empresários. O governo do PT deixou há muito de ser o governo dos pobres. É o governo da Bolsa Empresário”, afirmou.

Veja trechos da entrevista

Governo mentiu sobre pedaladas fiscais

Governo do PT atacou a honra da aposição

Leia entrevista 

Ambientalistas divulgam nota de repúdio a mudanças que o governo do PT quer promover no Sistema Estadual de Meio Ambiente

pimentel_repudio (1)

Mudanças que a administração do PT de Minas Gerais está pretendendo fazer no Sistema Estadual do Meio Ambiente (SISEMA) são alvo de duras críticas de ambientalistas mineiros. Eles acreditam que o projeto de lei 2.946/2015, que foi enviado pelo governador petista Fernando Pimentel à Assembleia Legislativa no último dia 6, em regime de urgência, pode acelerar o processo de degradação ambiental do estado.

Além do impacto ambiental que as novas regras previstas no Projeto de Lei podem gerar em Minas, outro aspecto que vem merecendo repúdio dos ambientalistas é a centralização que o governo do PT está pretendendo implementar nas ações e nos processos de decisão da área, deixando em segundo plano órgãos como o Conselho de Política Ambiental (Copom).

Pela proposta, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente passaria a ter a prerrogativa de assumir o encaminhamento sobre licenciamento ambiental, inclusive estabelecendo prazos para projetos considerados prioritários para o governo. Continuar lendo

Com a presença de líder tucano, novo pedido de impeachment é registrado em cartório de SP

foto-diario-tucano - Copia

Os juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Jr e Janaína Paschoal, o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), e integrantes dos movimentos de rua foram nesta quinta-feira (15/10) a um cartório de São Paulo (foto) para registrar um novo pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. O documento será protocolado na Câmara dos Deputados nesta sexta (16/10).

O pedido consolida os argumentos contidos no aditamento ao pedido original de Bicudo, que incluiu as pedaladas fiscais de 2014 e também as informações oferecidas pelo MP junto ao TCU em relação à continuidade dessa prática contábil em 2015. O objetivo de juntar as informações em um único documento visa evitar qualquer contestação jurídica futura. Continuar lendo

PT de Minas quer punir manifestantes e pede que a polícia passe a reprimir protestos

PT-MG quer criminalizar manifestantes que instalaram bonecos de Lula, Dilma e Pimentel na Praça da Bandeira, em BH
PT-MG quer criminalizar manifestantes que instalaram bonecos de Lula, Dilma e Pimentel na Praça da Bandeira, em BH

jeitoPT

O PT de Minas Gerais está querendo punir criminalmente quem se manifestar contra o partido e com críticas aos governos da presidente Dilma Rousseff e do governador Fernando Pimentel. Além disso, quer a mobilização das polícias contra os protestos. Reportagem publicada nesta quinta-feira (15/10) no jornal Folha de S.Paulo revela que o diretório estadual da legenda protocolou representações na Polícia Federal, na Polícia Civil e no Ministério Público do Estado afirmando que os manifestantes cometem crimes. O texto ainda pede que, além do inquérito, sejam feitos “esforços para a cessação dos pretensos crimes, praticados à luz do dia”.

De acordo com a reportagem da Folha, a última manifestação apontada nas representações aconteceu no dia 12 e contou com um boneco “pixuleko” inflável de Lula, da presidente Dilma Rousseff e do governador Fernando Pimentel (veja foto acima)

Essas ações deixam claro como é a democracia do PT. O partido, que usou e abusou do dinheiro público, organizando esquemas de corrupção para se perpetuar no poder, quer agora calar e impedir que a população proteste contra seus malfeitos.

Leia abaixo a íntegra da reportagem publicada no jornal Folha de S.Paulo Continuar lendo

O rouba e não faz do PT

itv-logo534

O governo quer justificar o desrespeito à lei com argumento de que a causa era nobre, numa espécie de adhemarismo redivivo. Mas, nem isso: o partido rouba e não faz. Há, pelo menos, uma coerência férrea na postura do PT: o partido, seus líderes e seguidores mantêm-se fiéis à mentira. Seus argumentos mudam ao sabor dos ventos, mas a coesão em torno da burla e do engano permanece. Os fins continuam a justificar os meios, mesmo que para isso seja preciso roubar. Pudor quanto a isso, não há. Tudo é pela mais justa causa: jamais largar o osso do poder. Continuar lendo

​Tucanafro promove palestras de especialistas sobre prevenção do câncer de mama

IMG-20151015-WA0001 (2)

Estudos mostram que mulheres negras apresentam o maior risco da doença na idade inferior aos 40 anos

O Secretariado da Militância Negra do PSDB – Tucanafro Brasil – promove nesta quinta-feira (15/10), em Belo Horizonte, a palestra “Mulher Negra, Se Toque!”. O evento faz parte da campanha de conscientização Outubro Rosa, quer tem como objetivo alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

O Tucanafro convidou dois especialistas para proferirem as palestras, que serão realizadas no auditório da sede do PSDB-MG (Rua Ouro Preto, 846 – Barro Preto), a partir das 19 horas. O professor Clécio Ênio Murta de Lucena, mastologista e presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia de Minas Gerais, e a psicóloga e psicanalista Gê Nogueira.

De acordo com estudos, as mulheres negras com idade inferior a 40 anos podem ter câncer de mama mais precoce do que as mulheres brancas, além de apresentar tumores mais agressivos que podem estar associados à maior taxa de mortalidade.

Na pós-menopausa, apesar da incidência do câncer de mama ser menor em mulheres negras e hispânicas do que nas mulheres brancas, o índice de sobrevida é menor pelo fato do diagnóstico nessas mulheres estar sendo realizado em estágios mais avançados. Os dados são do Instituto Nacional de Câncer.

AGENDA

“MULHER NEGRA, SE TOQUE!”

Palestras com Clêcio Ênio Murta de Lucena (Mastologias e professor do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia na FCM-MG; chefe de Clínica na Santa Casa de Belo Horizonte e presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional Minas Gerais) e com Gê Nogueira (psicóloga, psicanalista e bacharel em Direito)

DATA: Quinta-feira (15/10)

HORÁRIO: 19 horas

LOCAL: Auditório do PSDB-MG (Rua Ouro Preto, 846 – Barro Preto – BH)