Governo do PT “viaja o mundo” para conhecer metodologia de mensuração social utilizada pelas administrações tucanas em Minas

Um mapa feito em cada domicílio permitia que as políticas públicas do Governo de Minas fossem feitas de forma customizada e mais eficiente
Um mapa feito em cada domicílio permitia que as políticas públicas das administrações do PSDB no estado do fossem feitas de forma customizada e mais eficiente

Utilização do Índice de Pobreza Multidimensional feita pelo Programa Travessia, em vias de ser extinto pela gestão petista, foi destaque em evento internacional promovido pela Universidade de Oxford em 2013

Uma notícia na última semana causou estranheza e inquietou profissionais da área social no estado: de que um representante do governo de Fernando Pimentel, do PT, foi a Nova York para “conhecer” a proposta do Índice de Pobreza Multidimensional (IPM). O índice, que foi formulado pela Universidade de Oxford e acatado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), permite medir e diagnosticar quais os problemas enfrentados por famílias que estão em extrema pobreza a partir de três dimensões: saúde, educação e padrão de vida.

A viagem a Nova York, toda custeada pelos contribuintes mineiros, teve como objetivo “avaliar” a adequação do IPM para a área social em Minas. Mas, o governo petista se esqueceu de um “pequeno” detalhe. Por meio do Programa Travessia, deste 2011, Minas Gerais já utilizava de forma pioneira no país a metodologia do IPM.

E tem mais. O pioneirismo do estado na mensuração e na utilização do IPM para o enfrentamento da pobreza já rendeu destaque internacional para o estado. Em junho de 2013, o Governo de Minas foi a única unidade subnacional convidada a compor a Multidimensional Poverty Peer Network (Rede Multidimensional de Avaliação da Pobreza), em encontro de chefes de Estado realizado na Universidade de Oxford, no Reino Unido.

A maneira pela qual o Programa Travessia utilizava o Índice de Pobreza Multidimensional foi reconhecida e destacada tantos pelos organizadores do encontro, como pelos participantes, especialmente pela forma como os dados coletados, primariamente, por meio do Projeto Porta a Porta, subsidiava a elaboração e o planejamento de suas políticas públicas, além da eficiência da governança incorporada ao processo.

Clique AQUI e leia matéria publicada na Agência Minas, portal oficial de notícias do Estado, sobre a participação de representantes mineiros no encontro de chefes de Estado na Universidade de Oxford

“Falta grandeza para reconhecer acertos das gestões anteriores”, diz Anastasia em artigo

Em seu artigo semanal, publicado no domingo (04/10), no jornal “Hoje em Dia”, o ex-governador e atual senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), em cuja gestão o IPM passou a ser uma ferramenta de gestão na área social, criticou o governo do PT em Minas, que, nas palavras do senador, “viaja o mundo” para conhecer o trabalho que, até o ano passado, era feito no próprio Estado.

“Enquanto os governantes não tiverem a grandeza de reconhecer, de forma madura e republicana, os acertos das gestões anteriores, dando continuidade e, ainda, avançando nas políticas públicas que deram certo, dificilmente conseguiremos algum desenvolvimento substancial no Brasil”, ressalta Antonio Anastasia em seu texto.

O ex-governador e senador tucano conclui o artigo afirmando que os administradores precisam ter grandeza “não se apequenar ou retroceder.” (Leia o artigo na íntegra)

Infelizmente para os mineiros, esse não foi o primeiro programa exitoso das administrações do PSDB, que administrou o estado de 2003 a 2014, a ser extinto pelo governador Fernando Pimentel (PT).

Multidimensional Poverty Peer Network (Rede Multidimensional de Avaliação da Pobreza) realizado em junho de 2013, no Reino Unido, contou com a participação do Governo de Minas
Multidimensional Poverty Peer Network (Rede Multidimensional de Avaliação da Pobreza) realizado em junho de 2013, no Reino Unido, contou com a participação do Governo de Minas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s