Presidente Dilma acusa de golpistas aqueles que defendem a Constituição, diz Aécio Neves

aecio-seminario-itv2

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, rebateu, nesta quinta-feira (17/09), as declarações da presidente Dilma Rousseff, feitas ontem contra seus adversários e as oposições que têm cobrado mudanças urgentes no país para a retomada da governabilidade e da confiança econômica.

Em discurso no seminário “Caminhos para o Brasil”, realizado pelo Instituto Teotônio Vilela (ITV) no Senado, Aécio disse que a presidente Dilma precisa ter serenidade para enfrentar os questionamentos feitos ao seu governo e precisa aceitar que a legitimidade de seu mandato depende do julgamento do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre as manobras fiscais (pedaladas) praticadas para obter vantagens na disputa eleitoral do ano passado e das investigações da Justiça sobre o uso de recursos de corrupção na campanha do PT. Continuar lendo

Aécio: Seminário do ITV reforça papel do PSDB como oposição responsável

unnamed

O economista e ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga afirmou nesta quinta-feira (17/9), em Brasília, que o modelo econômico “errado e defeituoso” adotado pela gestão petista nos últimos anos é o causador da “profunda crise econômica, que agora está misturada a outras crises, de corrupção e de valores”. Para ele, é de percepção geral que o Brasil vive, além da crise econômica, uma “crise política”.

As declarações foram dadas durante o seminário “Caminhos para o Brasil”, promovido pelo PSDB e pelo Instituto Teotônio Vilela (ITV) para discutir alternativas para a crise econômica que o país enfrenta. Continuar lendo

Juristas e movimentos sociais apresentam na Câmara pedido de impeachment contra Dilma

Alex-Ferreira-Camara-dos-Deputados

O jurista Miguel Reale Júnior, a filha do fundador do PT Hélio Bicudo, Maria Lúcia Bicudo, e representantes de movimentos sociais protocolaram na manhã desta quinta-feira (17/9) o pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Parlamentares da oposição participaram da entrega da nova redação do texto na Câmara dos Deputados. Os líderes do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), e da Oposição, Bruno Araújo (PE), acompanharam o ato.

O documento indica problemas de responsabilidade fiscal do governo de Dilma Rousseff, pedaladas fiscais e fatos dos dois mandatos da presidente. “Lutamos contra a ditadora dos fuzis e agora estamos juntos para lutar contra a ditadura da propina”, declarou Reale. O ex-ministro da Justiça afirmou que a corrupção corrói a democracia por dentro, elimina a independência do Congresso com a compra de apoio e precisa ser combatida. Leia a íntegra do aditamento.

Em nome do pai, Maria Lúcia Bicudo reforçou apoio à mudança no governo federal. Para ela, é preciso trilhar um novo caminho, sem mentiras e corrupção. “Temos que abrir esse caminho para que o Brasil seja digno, íntegro e não tenhamos mais a falta de ética e moral reinante há muito tempo”, alertou. Continuar lendo

PSDB convoca Juventude a opinar sobre o estatuto do Secretariado Jovem

Aecio-Juventude

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, recebeu integrantes da comissão que elabora o Estatuto da Juventude do partido. Formado pelos deputados Caio Narcio (MG), Betinho Gomes (PE), Pedro Cunha Lima (PB), Pedro Vilela (AL), e Bruna Furlan (SP), o grupo entregou ao senador o texto base do Estatuto.

Aos parlamentares, Aécio solicitou uma discussão com todos os dirigentes jovens do país para finalizar o documento. A reunião da JPSDB será no próximo dia 24, em Brasília. O deputado Betinho Gomes dirigiu uma mensagem aos jovens tucanos para a importância desse espaço de participação que o partido abre para o segmento. O tucano ressaltou que a ideia de consultá-los é também uma forma de mobilizá-los para as causas políticas, sociais e ambientais que a sigla defende. Continuar lendo

Aécio Neves: “Demos um passo extraordinário para superar o aumento da criminalidade no país”

Aécio saudou aprovação de proposta do Senado que torna obrigatória a participação do governo federal na segurança pública
Aécio saudou aprovação de proposta do Senado que torna obrigatória a participação do governo federal na segurança pública

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) saudou, nesta quarta-feira (16/09), a importante aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 33/2014, que obriga o governo federal a dividir a responsabilidade dos gastos em segurança pública com os estados e municípios.

A reivindicação vem sendo defendida por Aécio desde 2003, quando assumiu o governo de Minas Gerais, e foi uma das propostas do plano de governo do PSDB na campanha presidencial do ano passado.

“Não tenho dúvida de que damos um passo extraordinário, com a aprovação dessa matéria, para superarmos essa lacuna, que vem permitindo, entre outras razões, o aumento sem controle da criminalidade em todo o país. A omissão do governo federal tem comprometido a estratégia e o planejamento das ações de segurança pública nos estados”, afirmou o senador Aécio Neves. Continuar lendo