Presidente Nacional do Tucanafro será homenageado em Contagem

O vereador Eduardo Sendon, autor da homenagem, entrega o convite da solenidade ao presidente do Tucanafro
O vereador Eduardo Sendon, autor da homenagem, entrega o convite da solenidade ao presidente do Tucanafro

O presidente nacional do Secretariado de Militância Negra do PSDB (Tucanafro), Juvenal Araújo, recebe nesta quinta-feira (10/9) na Câmara Municipal de Contagem, o diploma de Honra ao Mérito.

O projeto que concedeu a homenagem ao presidente do Tucanafro é de autoria do vereador Eduardo Sendon (PSDB). A justificativa foi premiar e reconhecer o trabalho desenvolvido por Juvenal Araújo não só em defesa da comunidade negra, mas também por sua militância na área sindical. Além do Tucanafro, Juvenal Araújo foi também um dos fundadores do Secretariado do PSDB Sindical em Minas Gerais.

Atualmente, Juvenal Araújo é superintendente administrativo do Sindicato dos Agentes de Saúde no Estado de Minas Gerais (SINAS-MG) e diretor estadual e nacional da Força Sindical, tendo também uma atuação ativa no terceiro setor, como presidente da ONG Atitude Afirmativa. Por seu trabalho, Juvenal Araújo foi condecorado, em 2014, comendador pela Soberana Ordem da Sociedade Intercontinental de Ciências Humanas, Jurídicas e Sociais da Bahia. Continuar lendo

Líderes lançam nesta quinta movimento suprapartidário pelo impeachment de Dilma

carlos sampaio

Em nome da oposição, o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), anunciou o lançamento nesta quinta-feira (10/9), de um movimento suprapartidário pró-impeachment da presidente Dilma. Haverá um site, com uma petição eletrônica, no qual os cidadãos poderão manifestar o apoio à saída da presidente.

Participam da iniciativa representantes do PSDB, DEM, PPS, Solidariedade e PSC, mas a intenção é juntar maior número de deputados dos mais variados partidos que, assim como parcela substancial da sociedade, estão indignados com um governo marcado pela mentira e pela corrupção, segundo o líder tucano. O lançamento ocorrerá às 11 horas no Salão Verde da Câmara dos Deputados. Continuar lendo

PF suspeita que Pimentel embolsou R$ 500 mil pagos por sindicato a empresa de consultoria, afirma jornal O GLOBO

redeescandalos_blog

Reportagem publicada na edição desta quarta-feira (09/09) do jornal O GLOBO traz mais uma denúncia envolvendo o governador de Minas Gerais Fernando Pimentel. O escândalo da vez envolve o Sindicato da Indústria Mineral do Estado de Minas Gerais (SINDIEXTRA-MG) que, de acordo com a matéria, pagou R$ 500 mil à OPR Consultoria, empresa ligada ao governador mineiro.

Os pagamentos ocorreram em 2013, quando Pimentel era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. “A Polícia Federal suspeita que ele (Pimentel) era o destinatário final dos recursos”, afirma a reportagem. O jornal afirma ainda que Pimentel é amigo do presidente do SINDIEXTRA, Fernando Coura, e que, inclusive, “tentou emplaca-lo como Ministro das Minas e Energia no segundo mandato de Dilma”.

A OPR Consultoria é na verdade a nova razão social da P- 21 Consultoria, que até 2012 tinha como sócios Pimentel e seu antigo assessor na Prefeitura de BH, Otílio Prado. Atualmente, Otílio Prado trabalha como assessor da Secretaria de Estado da Fazenda.

Em menos de duas semanas, é a segunda vez que a imprensa noticia a movimentação suspeita de recursos envolvendo Pimentel e a OPR Consultoria. Reportagem publicada no mesmo jornal “O Globo” em 30/08 já havia noticiado investigação da Polícia Federal sobre ligação do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano (Sintram), com suposto caixa 2 de Fernando Pimentel.

Confira a íntegra da nova matéria de O GLOBO sobre o novo escândalo envolvendo o governador de Minas: Continuar lendo

Jeito PT de governar: Funcionários da Rádio Inconfidência denunciam desmandos cometidos pela direção da emissora

radio-inconfidenciaTráfico de influência, compras sem licitação, contratações ilegais e até assédio moral. Estes são alguns dos desmandos que, de acordo com funcionários da Rádio Inconfidência, estariam sendo cometidos pela direção da emissora. As denúncias foram feitas em carta aberta à população divulgada na última terça-feira (08/9).

Emissora oficial do Governo de Minas, a Inconfidência é uma das mais tradicionais e respeitadas rádios do estado. Funcionando há 79 anos, a emissora passou a ser alvo desde janeiro de uma das mais nefastas características dos governos do PT: o aparelhamento. Segundo a denúncia dos funcionários, a direção da rádio, nomeada pelo governador Fernando Pimentel, não respeita os concursos públicos para a contratação de novos funcionários e, para isso, se utiliza da estatal de terceirização MGS. Até agora, foram mais de 15 contratações terceirizadas para compor o quadro de funcionários. Continuar lendo

Rodrigo de Castro propõe trabalho conjunto entre Legislativo e Executivo para incentivar a distribuição de energia solar

rodrigo-de-castro

O presidente da Comissão de Minas e Energia, da Câmara dos Deputados, Rodrigo de Castro (PSDB-MG), defendeu nesta quarta-feira (09/09) um esforço conjunto, entre Legislativo e Executivo, para incentivar a mini e a microgeração distribuída de energia solar. A defesa aconteceu durante audiência pública convocada pelo próprio parlamentar e pelos deputados João Fernando Coutinho e José Stédile.

“Num universo de 70 milhões de consumidores brasileiros, apenas 821 estão conectados ao sistema de energia fotovoltaica distribuída. Para um país com tanta incidência solar quanto o Brasil, isso ainda é ridículo. É um número pífio e chega a ser vergonhoso. Temos iniciativas neste sentido, mas são passos muito pequenos na direção do lugar que queremos chegar. Precisamos de um esforço conjunto. Estamos numa corrida e, infelizmente, estamos muito atrás. Países com muito menos potencial solar do que o nosso, como a Alemanha, estão anos luz à nossa frente. Lá, o correspondente a 1/4 do nosso uso energético vem de painéis solares”, defendeu. Continuar lendo

Aécio: “Oposição é absolutamente contrária ao aumento de qualquer tributo”

Aecio-nao-impostos

O senador Aécio Neves, presidente do PSDB, afirmou, nesta terça-feira (08/9), que a oposição vai reagir a qualquer tentativa do governo Dilma Rousseff de aumentar impostos para cobrir o rombo nas contas públicas. Em entrevista à imprensa no Senado, o tucano disse que as propostas em estudo para equilibrar o caixa da União revelam o fracasso do ajuste fiscal do governo federal.

“A oposição é absolutamente contrária ao aumento de qualquer tributo, e vai reagir no Congresso Nacional a qualquer artifício que se busque para alcançar esse objetivo. Na verdade, o governo cogita investir em impostos como o IOF, que são impostos reguladores, com o único objetivo de arrecadar mais. Não é sequer essa a função primordial desses impostos, como não é também a da Cide. Portanto, é um entendimento das oposições. Obstruiremos qualquer tentativa que o governo queira fazer nessa direção. Inclusive se vier a querer aumentar impostos por decreto, vamos reagir aqui no Congresso Nacional buscando anular esse decreto. É inconstitucional o aumento de tributos que não seja a partir de projeto de lei aprovado no Congresso Nacional”, anunciou o senador. Continuar lendo