Aumento de imposto sobre lucro dos bancos será repassado aos clientes, alertam tucanos

camara-deputados

Com voto contrário do PSDB, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (03/9) o projeto de lei de conversão à Medida Provisória 675/15, que eleva de 15% para 20% a alíquota da Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL) de instituições financeiras: bancos, seguradoras, administradoras de cartões de crédito. Para tucanos, sobrará para os clientes pagar este aumento da carga tributária incidente sobre o sistema financeiro.

De acordo com o texto, que teve 277 votos favoráveis e 77 contrários, o aumento de impostos valerá entre o dia 1º deste mês e 31 de dezembro de 2018. A expectativa do governo Dilma é arrecadar já neste ano R$ 900 milhões. Em 2017, a estimativa chega a R$ 4 bilhões. Ao longo do debate em Plenário, tucanos criticaram duramente a proposta do Palácio do Planalto.

O deputado Caio Narcio (PSDB-MG) disse que o governo aumenta impostos após Dilma reconhecer, com um ano e meio de atraso, a crise econômica. Na opinião dele, antes de aprovar o incremento da CSLL seria preciso encontrar uma forma de impedir o repasse o custo para o consumidor.

Leia matéria completa no Diário Tucano

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s