Domingos Sávio defende políticas públicas para o café e critica ações do governo federal

savio-

O deputado Domingos Sávio (PSDB-MG) subiu à tribuna nesta quarta-feira (26/8) durante Comissão Geral em defesa de políticas públicas e estruturantes para o café. O tucano criticou as tentativas do governo federal de autorizar a importação do grão tipo arábica vindo do Peru. “Isso é uma coisa que chega quase que ao nível do ridículo ou de uma afronta a todos que lutam tanto para que essa atividade possa dar o retorno que proporciona efetivamente para milhões de brasileiros”, destacou.

Segundo o parlamentar, a cafeicultura é uma das atividades que mais empregam e geram receita para o Brasil. “Nós estamos tratando de uma atividade que envolve milhões de pessoas, que está sujeita a alguns desequilíbrios no processo de produção, de comercialização, de mercado”, alertou. Para o tucano, é necessário dar ações permanentes que beneficiem e garantam segurança, desenvolvimento e segurança à cafeicultura.

Em sua fala, o congressista chamou atenção à urgência de se criar preços justos para o setor, além de políticas de financiamento e disponibilidade e custos adequados para o produtor. De acordo com o deputado, o Brasil deixou de fazer a regulação do estoque, e isso é essencial para o país – o maior produtor de café do mundo. Desta forma, aponta Domingos Sávio, o cafeicultor não desabará no mercado a ser especulado, explorado e morto em sua produção.

O tucano alertou para o cenário lamentável no exterior, como Europa e América do Norte, onde a presença do café brasileiro é forte. “Vemos de maneira escancarada outros países com produção insignificante ou bem menor do que a nossa com uma política muito mais agressiva. Isso sem falar na industrialização, que nunca recebeu um incentivo adequado e eficaz no Brasil”, reclamou.

Para o tucano, a presidente Dilma dá ouvidos apenas a seus aliados, mas vira as costas para o povo, que necessita de serviços dignos por parte do governo. “Quem defende o produtor rural não pode ficar dizendo amém para um governo que considera como certo quem invade; quem quer pegar em arma, que desrespeita a quem produz. Quem produz, como o produtor de café, de leite e de grãos, tem sido tratado como vilão neste Brasil. Chega!”, criticou.

Fonte: Diário Tucano

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s