Deputados condenam proposta do governo Dilma de aumentar os impostos em 2016

Para Caio Narcio, por falta de planejamento do governo, trabalhador paga mais tributos
Para Caio Narcio, por falta de planejamento do governo, trabalhador paga mais tributos

Deputados do PSDB rechaçaram nesta segunda-feira (24/8) qualquer tentativa de aumento de impostos no país. Os tucanos entendem que não há clima para se aprovar propostas nesse sentido no Congresso e nem razões para isso, pois a carga tributária brasileira já é muito alta. Mesmo com os impostos tendo atingindo 35,42% do PIB em 2014, segundo o IBPT, o governo irá sugerir aumento de tributos na peça orçamentária de 2016 que deverá ser enviada ao Legislativo nesta semana.

Os parlamentares analisam que o cenário atual já é de alto peso dos tributos sobre a renda dos trabalhadores. De acordo com o IBPT, a carga tributária sobre o PIB, que já era alta, cresceu, entre 2013 e 2014, em 0,39 ponto percentual, chegando a 35,42%. Durante o primeiro mandato de Dilma, houve aumento de 1,66 ponto percentual da carga tributária.

O deputado Caio Narcio (PSDB-MG) explica que a falta de planejamento ao longo dos governos petistas levou o país às atuais dificuldades financeiras. “Aí quando as contas não fecham encontram como solução passar para o trabalhador pagar mais tributos. Isso só onera mais o cidadão”, alertou.

O tucano também teme que, com mais impostos, os empregos sejam reduzidos e um efeito contrário seja produzido na economia, pois o dinheiro que o cidadão estará pagando de impostos poderia estar sendo utilizado para investimentos e novos empreendimentos. “Não resolvem o problema. É um recurso que podia ser para ampliar o ganho salarial do trabalhador”, avaliou.

Para o deputado, o governo prova com essa intenção que as chamadas “pautas bombas” surgem no Planalto, e não no Congresso, como tem afirmado a presidente Dilma. Apesar disso, o tucano garante que dificilmente os congressistas permitam que o propósito do governo tenha êxito. “Não há clima na Câmara para aumentar impostos. No Brasil, na verdade, não há porque se aumentar impostos, pois já somos um dos países onde mais se cobram tributos e que menos presta serviços em contrapartida”, disse. Para Caio, ao invés de ampliar a tributação o governo deveria dar o exemplo e repensar seus gastos, reduzindo atual a gigantesca máquina governamental.

Leia matéria completa no Diário Tucano

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s