Em nota, oposição destaca união de forças na busca por saídas para o caos que atinge o país

bruno-araujo

Em nota conjunta lida pelo deputado Bruno Araújo (PSDB-PE) na manhã desta quinta-feira (20/8), os partidos de oposição na Câmara destacam que, diante da crise gravíssima em curso, procurarão, ao lado de representantes dos movimentos sociais, da sociedade organizada e de parlamentares que se identificam com a atual situação, saídas para o “caos que se avoluma” no país.

No documento, lideranças do PSDB, PPS, DEM, Solidariedade, PSC e da Minoria alertam para a grave situação política, ética e econômica em que o governo Dilma colocou o Brasil e destacam a necessidade de unir suas forças para buscar alternativas capazes de superar essa situação.

Ainda de acordo com a oposição, o PT e o governo Dilma não têm condições éticas e políticas necessárias para a proposição de qualquer pacto, entendimento ou caminho para a solução dessas múltiplas crises que penalizam fortemente os brasileiros.

Confira abaixo a íntegra: Continuar lendo

Tucanos rebatem críticas de líder petista, para quem crise é “bullying” da oposição

Caio Narcio compara protesto de domingo, que reuniu milhares de brasileiros, com as manifestações a favor de Dilma orquestradas por entidades ligadas ao PT
Caio Narcio compara protesto de domingo, que reuniu milhares de brasileiros, com as manifestações a favor de Dilma orquestradas por entidades ligadas ao PT

Tucanos rechaçaram nesta quinta-feira (20) a tentativa do vice-líder do governo, Paulo Teixeira (PT-SP) de defender o indefensável: a gestão petista. Teixeira afirmou que a presidente Dilma tem sofrido “ataques” e que a economia brasileira está “sadia”. O petista discursou após leitura, pelo líder da Oposição, Bruno Araújo (PSDB-PE), de nota assinada por lideranças do PSDB.

O texto ressalta a preocupação dos tucanos com as graves crises econômica, política e ética em que o governo do PT colocou o país. “A notória incapacidade do PT em contornar a recessão econômica, a mais grave na história republicana, impossibilita o governo da presidente Dilma de buscar alternativas para colocar o país na trajetória do crescimento”, diz trecho.

O deputado do PT negou a renúncia de Dilma e disse que ela “vai governar tão bem quanto nesses últimos anos”. A crise, nas palavras dele, é criação da oposição. “Essa crise tem nome, que é Dilma; e tem sobrenome, que é PT. Basta ter humildade e dizer: vamos recompor este Brasil. Vamos fazer um marco temporal, vamos fazer um corte. E o corte é a saída da Presidente Dilma daquele Palácio”, acrescentou Nilson Leitão.

Teixeira acusou a oposição de aparelhar partidariamente os movimentos de rua no último domingo. O deputado Caio Narcio (PSDB-MG) rebateu a crítica e comparou os protestos de domingo, que reuniram milhares de brasileiros indignados, com as manifestações a favor de Dilma orquestradas por entidades ligadas ao PT nesta quinta-feira (20).

“Quem está nas ruas carrega bandeira vermelha porque está defendendo um partido em vez do Brasil. Não são manifestos espontâneos; são manifestos de desespero, e os artífices do Partido dos Trabalhadores dizem que são de movimentos sociais”, lamentou Caio. A adesão ao movimento desta quinta-feira segue fraquíssima: 10 mil pessoas em todo o país, na contagem da polícia, de acordo com o portal “G1”.

Manifestação no Rio
Manifestação no Rio

 

 

Leia matéria completa no Diário Tucano

Aécio Neves defende envio de observadores internacionais para acompanhar eleições na Venezuela

Senador sugeriu à Comissão de Relações Exteriores fazer pedido formal à Organização dos Estados Americanos (OEA)
Aécio sugeriu à Comissão de Relações Exteriores fazer pedido formal à Organização dos Estados Americanos (OEA)

O senador Aécio Neves sugeriu que a Comissão de Relações Exteriores do Senado Federal faça um pedido formal à Organização dos Estados Americanos (OEA) para envio de observadores para acompanhar as eleições parlamentares na Venezuela, previstas para dezembro deste ano. Durante audiência pública da CRE, realizada nesta quinta-feira (20/8), Aécio Neves demonstrou preocupação com as garantias de que eleições correspondam à vontade do povo venezuelano.

A audiência pública foi promovida pela Comissão de Relações Exteriores para ouvir o jornalista venezuelano Miguel Otero, que denunciou o desrespeito do governo de Nicolás Maduro à liberdade de expressão. Otero afirmou que a Venezuela vive numa ditadura que sufoca de todas as formas os meios de comunicação local.

O senador Aécio Neves defendeu que o Parlamento brasileiro possa acompanhar as eleições da Venezuela e afirmou que o respeito à democracia não tem fronteiras.

Leia abaixo os principais trechos do pronunciamento do senador
Continuar lendo

Mais um laço no pacotão de maldades

itv-logo534

O governo conseguiu ver aprovada ontem a última medida do arrocho fiscal que dependia de aval do Congresso. Com o aumento de impostos sobre a folha de pagamentos das empresas, foi dado mais um laço no pacotão de maldades que Dilma e sua equipe embrulham desde o fim de 2014. Na marcha da maldade petista, a conta do arrocho sobrou mesmo para os de sempre: todos os que vivem de salário e do suor cotidiano do trabalho. Leia abaixo análise do Instituto Teotônio Vilela (ITV). Continuar lendo