PSDB é solidário aos brasileiros indignados com o que acontece no país, diz Aécio Neves

Aecio-entrevista-

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) ressaltou, nesta quarta-feira (05/08), que a oposição é solidária aos brasileiros indignados com o que vem acontecendo no Brasil. Em resposta às declarações do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, que pediu o apoio da oposição ao governo Dilma Rousseff, Aécio lembrou que o governo petista desconsiderou os alertas feitos pelo PSDB nos últimos dois anos sobre o descontrole dos gastos públicos e o agravamento da situação econômica do país.

“A nossa conexão, o nosso diálogo hoje, é com a sociedade brasileira. É com aqueles brasileiros que estão indignados com o que vem acontecendo ao Brasil. Portanto, é muito mais adequado que o governo busque reunir a sua base em torno de um projeto de país do que cobrar da oposição uma solidariedade a eles próprios. A nossa solidariedade é ao país, aos brasileiros e, obviamente, não é ao governo porque, infelizmente, não acreditamos no que tem vindo do Palácio do Planalto”, afirmou Aécio Neves em entrevista à imprensa no Senado.
O senador lembrou que o governo negou, durante toda a campanha de 2014, os problemas apontados pelo PSDB, como a piora das contas públicas, o descontrole da inflação e a desaceleração da economia.

“Por maior que tenham sido os nossos alertas em relação ao desequilíbrio fiscal, em relação à escalada da inflação, à corrupção generalizada em determinados setores do governo, o governo fez ouvido de mercador. Não há aqui nenhuma referência ao ministro Aloizio Mercadante, mas o governo optou por não dar atenção à realidade naquele momento. Escondeu dos brasileiros. Privou os brasileiros de saberem a verdade e da tomada de medidas que lá atrás teriam minimizado os efeitos desta crise. Essa crise é obra do governo do PT”, afirmou.

Ao tentar dividir a responsabilidade pela crise, Mercadante teve de reconhecer a importância do PSDB no processo de combate à hiperinflação e no processo de estabilidade da moeda, há 20 anos, quando o governo Fernando Henrique pôs fim a anos de inflação elevada.

“Recebo positivamente as declarações do ministro Aloizio Mercadante reconhecendo o papel fundamental do PSDB para a estabilidade da moeda, para o combate à inflação. Mesmo que tardio este depoimento é importante, principalmente porque desmente tudo aquilo que a sua chefe disse durante a campanha eleitoral, em especial, que o PSDB havia quebrado o Brasil pelo menos três vezes”, afirmou.

Ajuste fiscal

O presidente do PSDB ressaltou ainda que o partido continuará agindo com responsabilidade na discussão de projetos no Congresso, em especial os relacionados ao ajuste fiscal, embora seja minoria quando comparado à base do governo.

“O PSDB tem discutido cada matéria. Existem posições dentro do partido em relação a algumas delas que podem ter gerado alguma controvérsia, mas a responsabilidade pela aprovação do ajuste é do governo. O PSDB tem no seu DNA a responsabilidade fiscal. É o partido da estabilidade. Mas, obviamente, se o governo não consegue reunir pelo menos a sua base para dar sustentação aos seus projetos, obviamente, não tem autoridade de cobrar, da oposição, solidariedade que ele consegue entre os seus, entre os que o apoiaram”, ressaltou Aécio Neves.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s