Mineiros fazem novo panelaço e buzinaço durante programa partidário do PT

image

Assim como aconteceu em todo em todo o país, os mineiros também se manifestaram com panelaço e buzinaço contra o programa partidário exibido pelo PT em rede nacional. Assista abaixo alguns vídeos em Belo Horizonte

Veja também: A resposta dos mineiros ao programa do PT

Assista ainda: As verdades que não foram ao ar no programa do PT

Leia as reportagens:

Estado de Minas: Programa do PT na televisão provoca novo panelaço em Belo Horizonte – Buzinaço e fogos de artifício intensificaram os protestos contra o governo Dilma e o partido

O Tempo: Belo Horizonte tem panelaço e buzinaço durante programa do PT

Hoje em Dia: Programa do PT é alvo de ‘panelaço’ em BH e mais dez capitais pelo Brasil

Confira também: Programa do PT zomba dos brasileiros ao ignorar a corrupção e ao ironizar panelaços, afirma Aécio Neves

 

Programa do PT zomba dos brasileiros ao ignorar a corrupção e ao ironizar panelaços, afirma Aécio

aecio-brasilia-06.8

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou, nesta quinta-feira (06/08), que o programa de TV que o PT levará ao ar na noite de hoje zomba da inteligência dos brasileiros ao não trazer uma palavra sequer sobre os escândalos de corrupção na Petrobras e a prisão dos dirigentes do partido, e ainda ironizar os panelaços realizados contra o governo da presidente Dilma Rousseff.

“O governo do PT perde hoje mais uma extraordinária oportunidade de falar a verdade. Zomba da inteligência dos brasileiros. O programa de 10 minutos não foi capaz, seja pela voz do seu presidente nacional, seja pela voz do ex-presidente da República ou da própria presidente Dilma, de dizer uma palavra sequer em relação ao que vem acontecendo no país na Operação Lava Jato, sobre a prisão do tesoureiro do partido, sobre o fato da maior liderança do partido do ponto de vista da sua organização, o ex-ministro José Dirceu, estar preso”, questionou Aécio Neves, em entrevista coletiva no Senado. Continuar lendo

Reprovação a Dilma chega a 71% e supera a de Collor, diz Datafolha

dilma

Publicado no jornal Folha de S.Paulo

Índice dos que acham o governo ruim ou péssimo supera os 68% do ex-presidente no período pré-impeachment e se torna o maior da série histórica, iniciada em 1990

Com 71% de reprovação, a presidente Dilma Rousseff (PT) superou as piores taxas registradas por Fernando Collor (1990-92) no cargo às vésperas de sofrer um processo de impeachment, mostra pesquisa Datafolha feita entre terça e esta quarta-feira (5).

No levantamento anterior, realizado na terceira semana de junho, 65% dos entrevistados viam o governo Dilma como ruim ou péssimo. Continuar lendo

“Lei do Confisco” de Fernando Pimentel nasceu morta

Deputado Bonifácio Mourão: A lei estadual nasceu morta, natimorta
Deputado estadual Bonifácio Mourão: A lei estadual nasceu morta, natimorta

A publicação nesta quinta-feira (06/8) da Lei Complementar Federal nº 151, de 5 de agosto de 2015, enterra a Lei do Confisco, de autoria do governador Fernando Pimentel (PT), que nasceu morta. Desde que a legislação estadual foi encaminhada para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em junho, os deputados de oposição Verdade e Coerência denunciam a inconstitucionalidade e o fato de se tratar de um confisco, ao permitir transferir os recursos do cidadão e de prefeituras para os cofres estaduais.

A lei federal, de autoria do senador José Serra (PSDB), permite a Estados, Distrito Federal e municípios utilizar recursos de depósitos judiciais, nos quais são parte, para pagar despesas com precatórios, previdência social e dívida pública. Dessa forma, conforme o deputado estadual Bonifácio Mourão (PSDB), com a vigência desta lei federal, o governador Fernando Pimentel não poderá usar recursos vinculados ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais em processos nos quais não é parte – ou seja, recursos que pertencem às prefeituras e aos cidadãos.  Continuar lendo

PSDB mostra na TV as mentiras de Dilma e dá seu apoio às manifestações do próximo dia 16

insercao
O PSDB leva ao ar nesta quinta-feira (6) e sábado (8) duas inserções no rádio e na TV abordando as mentiras da presidente Dilma Rousseff sobre o controle da inflação e a redução da conta de luz.

As inserções exibem trechos de pronunciamentos oficiais da presidente Dilma prometendo que a inflação não sairia de controle e que a luz dos brasileiros ficaria mais barata. Hoje, a inflação arranha a casa dos 10% e a conta de luz registra aumentos que passam dos 40%.

O PSDB manifesta seu apoio aos brasileiros indignados com as mentiras de Dilma e com a corrupção e sugere que estes participem dos protestos programados para o dia 16 de agosto.

As peças vão ao ar a partir das 20h30 (horário de Brasília) nos canais de TV aberta de todo o país. Assista

A pior da história

itv-logo534

Dilma Rousseff ostenta agora o título de presidente da República mais mal avaliada, mais rejeitada e, por que não dizer, mais odiada da história brasileira. Nesta noite de quinta-feira, a legenda que produziu esta desestruturação e a chefe de governo que a levou ao paroxismo irão à TV defender seu projeto. Serão recebidos com a trilha sonora de milhões de panelas país afora, em repúdio à presidente da República e ao partido que têm muito a pagar e nada mais a oferecer ao país e aos brasileiros. Continuar lendo

PSDB é solidário aos brasileiros indignados com o que acontece no país, diz Aécio Neves

Aecio-entrevista-

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) ressaltou, nesta quarta-feira (05/08), que a oposição é solidária aos brasileiros indignados com o que vem acontecendo no Brasil. Em resposta às declarações do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, que pediu o apoio da oposição ao governo Dilma Rousseff, Aécio lembrou que o governo petista desconsiderou os alertas feitos pelo PSDB nos últimos dois anos sobre o descontrole dos gastos públicos e o agravamento da situação econômica do país.

“A nossa conexão, o nosso diálogo hoje, é com a sociedade brasileira. É com aqueles brasileiros que estão indignados com o que vem acontecendo ao Brasil. Portanto, é muito mais adequado que o governo busque reunir a sua base em torno de um projeto de país do que cobrar da oposição uma solidariedade a eles próprios. A nossa solidariedade é ao país, aos brasileiros e, obviamente, não é ao governo porque, infelizmente, não acreditamos no que tem vindo do Palácio do Planalto”, afirmou Aécio Neves em entrevista à imprensa no Senado. Continuar lendo