Nota do PSDB-MG

NOTA-psdbmg_WEB

No mesmo dia em que a imprensa noticia que governador de Minas Gerais recorre a um amigo de partido, um ministro de Estado, para tentar acuar e inibir os trabalhos da Polícia Federal, Fernando Pimentel vem a público não para dar explicações, mas para mais uma vez criticar a justiça. Em matérias recentes, a imprensa revelou que a Polícia Federal investiga a prática de três crimes envolvendo o nome do governador mineiro e do seu núcleo pessoal e político: corrupção, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa.

Não coincidente, nesta terça-feira (30/06), também reverberam as palavras da presidente da República, Dilma Rousseff, condenando a delação premiada, um instituto penal-processual previsto em lei no Brasil. Tais ações apontam a investida política contra a atuação das polícias No lugar de explicações, o PT promove ataque orquestrado às instituições e à legislação brasileira.

As lamentáveis declarações e atitudes dos líderes do PT sendo um a presidente da República e o outro o governador do segundo estado do país, apenas reforçam a importância de que as investigações da Lava-Jato e da Operação Acrônimo ocorram em profundidade, com independência e autonomia, doa a quem doer. Os mineiros e os brasileiros merecem a verdade.

PSDB de Minas Gerais

PSDB lança site e campanha de mobilização “Oposição a favor do Brasil”

a favor

Às vésperas de sua 12ª. Convenção Nacional, marcada para o próximo dia 5 de julho, o PSDB decidiu lançar nesta terça-feira (30/6) o site “Oposição a favor do Brasil” (https://oposicaoafavordobrasil.com.br/), cujo objetivo principal será mobilizar todos os brasileiros, tucanos ou não, que discordam das ações do governo Dilma e querem mudar o país.

O site “Oposição a favor do Brasil” pretende garantir espaço e voz para os 51 milhões de brasileiros que no ano passado se alinharam ao PSDB durante a campanha presidencial do ano passado.

Esse será um espaço aberto ao debate de ideias que possam contribuir para a mudança do Brasil. Os visitantes poderão encaminhar vídeos expondo sugestões e denunciando irregularidades, enfim, mostrando o que é ser “Oposição a favor do Brasil”.

A nova página disponibilizará ainda para banners para serem compartilhados nas redes sociais e viabilizará a publicação de um ‘avatar’ na foto de perfis no Facebook e Twitter com o slogan “Oposição a favor do Brasil”.

Só nas duas primeiras horas de funcionamento, o novo site teve 20 mil acessos. Venha participar você também dessa ação em favor de um país melhor para todos.

Acesse o site: https://oposicaoafavordobrasil.com.br/

Dilma ofende companheiros da luta democrática ao comparar presos políticos com corruptos, afirma Aécio

aecio-brasilia-30

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, afirmou nesta terça-feira (30/06) que as declarações da presidente Dilma Rousseff dadas em Nova York (EUA) sobre a delação premiada do empresário da UTC, Ricardo Pessoa, são uma ofensa a seus companheiros de luta contra a ditadura.

“A presidente, numa visita de estado aos Estados Unidos, um dos nossos principais parceiros comerciais, dá declarações absolutamente desconexas ao considerar que uma delação – portanto, dentro da lei, de uma lei sancionada por ela para punir criminosos que assaltaram os cofres públicos – pode ser comparada com uma eventual delação para expor, para denunciar companheiros da luta democrática. Quero me solidarizar com os companheiros de cárcere e da luta democrática da presidente Dilma, que devem estar mais atônitos do que nós com essa absurda comparação”, criticou o senador Aécio Neves. Continuar lendo

Nota à imprensa

informacao_2
O PSDB de Minas Gerais demonstra seu respeito e se solidariza com os policiais militares que na noite desta segunda-feira ao tentarem realizar seu trabalho foram constrangidos e desacatados pelo filho do deputado estadual Durval Ângelo, líder do governo Fernando Pimentel no Parlamento Mineiro.

Segundo divulgado pela imprensa, após ser abordado em operação da Polícia Militar, o rapaz teria dito aos policiais “que eles não sabiam quem ele era e com quem estavam mexendo”. As expressões utilizadas revelam não só tentativa de obstruir o trabalho dos policiais, como demonstram a forma mais velada de expressão dos preconceitos sociais, da arrogância, e da face mais autoritária das raízes de uma política nefasta.

O filho do líder do Governo Fernando Pimentel resistiu, ainda, à ação da polícia e, conforme noticia a imprensa hoje, ele atacou a corporação dizendo aos militares: “vocês são uns folgados como todos os outros seus amigos; e acham que são autoridade”. Os policiais, que apenas cumpriam seu papel, deram voz de prisão ao rapaz.

Não coincidentemente, o fato ocorreu no mesmo dia em que o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, tomou medidas para tentar acuar a Polícia Federal que apura crimes de Caixa 2 e de lavagem de dinheiro envolvendo seu núcleo de relacionamento pessoal e político. Para isso, Fernando Pimentel recorreu a um colega de partido, sobretudo um ministro de estado, na tentativa de inibir as investigações da PF.

O governador Pimentel, o PT e o filho do deputado Durval Ângelo precisam aceitar que a lei vale para todos. E que Minas não aceitará que seja lançada aos tempos do obscurantismo e à intimidação.

PSDB de Minas Gerais

Oposição denunciará Dilma à PGR por crime de extorsão, anuncia Aécio Neves

aecio-brasilia-2

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, anunciou nesta terça-feira (30/06) que os partidos de oposição vão ingressar ainda hoje na Procuradoria-Geral da República (PGR) com uma representação por crime de extorsão contra a presidente Dilma Rousseff e contra o ex-tesoureiro do PT e da campanha presidencial, o atual ministro da Secretaria da Comunicação Social da Presidência Edinho Silva.

A decisão foi tomada após a revelação pela imprensa das denúncias feitas pelo empresário da UTC Ricardo Pessoa, investigado pela Justiça na Operação Lava-Jato. Em delação premiada homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o empresário afirmou ter feito doações milionárias à campanha petista após ser chantageado pelo tesoureiro de Dilma. Continuar lendo

Anastasia apresenta emenda para beneficiar o Norte de Minas

Plenário do SenadoO senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) apresentou emenda à Medida Provisória 667 (MPV 667) para que os benefícios oferecidos pela nova norma aos Estados do Nordeste valham também para os municípios mineiros abrangidos pela área de atuação da Sudene. Como está hoje, a MP estabelece que pelo menos 50% dos recursos do Fundo de Energia do Nordeste (FEN), que poderão receber aportes da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco e deverão ser investidos em empreendimentos de energia elétrica, sejam empregados na Região Nordeste. Anastasia quer garantir que esses recursos valham também para a região mineira.

“Esses municípios já foram equiparados aos da Região Nordeste por força da Lei Complementar 125/2007, na política de fomento de empreendimentos de energia elétrica e utilização dos recursos do FEN. Não há qualquer justificativa para que estes municípios recebam tratamento desigual e vamos lutar para corrigir esse erro na Medida Provisória, beneficiando também as cidades mineiras da área da Sudene”, afirma Anastasia.

Na prática, a emenda estende ao Norte de Minas os benefícios previstos para o Nordeste em termos de energia elétrica, o que possibilitará a manutenção e a atração de mais empresas, negócios e renda para a região.

Cerco está cada mais vez mais se fechando sobre Dilma e seu governo, avaliam tucanos

Dep.Marcus Pestana (PSDB-MG)
Dep.Marcus Pestana (PSDB-MG)

A crise subiu a rampa do Planalto com a delação premiada de Ricardo Pessoa, engenheiro da construtora UTC e tido como “chefão” do grupo de empreiteiras que movimentou bilhões em propina, surrupiados especialmente da Petrobras. O executivo relatou encontros em que discutiu contribuições políticas com atuais ministros do governo Dilma e tesoureiros petistas, reforçando as suspeitas de que as campanhas do PT foram financiadas com recursos de origem ilícita, fruto de contratos mantidos por grandes empreiteiras com estatais. Parlamentares do PSDB alertam que o cerco está se fechando para a presidente da República e avaliam que a situação dela é cada vez mais complicada.

Dinheiro sujo

Pessoa afirmou ter repassado R$ 3,6 milhões em caixa dois para o então tesoureiro da campanha de Dilma em 2010, José de Filippi, e para o ex-tesoureiro nacional do PT João Vaccari Neto. Aloizio Mercadante, atual ministro-chefe da Casa Civil e candidato derrotado ao Governo de São Paulo em 2010, foi citado no depoimento, assim como o atual secretário de Comunicação Social da Presidência, Edinho Silva. Haveria, inclusive, uma planilha entregue as investigadores intitulada “pagamentos ao PT por caixa dois”.

O deputado Marcus Pestana (PSDB-MG) avalia que o Brasil mergulhou em uma das mais profundas crises de sua história. “E isso parece não ter limite. A cada delação premiada, a cada revelação, vemos que o PT de Dilma e Lula mergulharam o Brasil numa crise ética, um péssimo exemplo para as próximas gerações. Com isso, ela perde, cada vez mais, as condições de governar o país. Ninguém mais a apoia, nem a população e nem os próprios ‘aliados’”, diz o tucano.

Pestana acredita que a delação de Ricardo Pessoa causa um desgaste ainda maior para a presidente, que já enfrenta uma “situação muito delicada”. “Não é possível carregar nesse ritmo mais três anos e meio de governo. A história terá que mostrar um caminho para darmos um passo a diante na solução do impasse instalado. Certamente, a presidente, pela avaliação popular que tem, pela perda do controle do Congresso, pela falta de iniciativa e liderança e pelo vácuo que tem deixado, perdeu a confiança e a credibilidade. É preciso mudança”, alerta.

Leia matéria completa no Diário Tucano