Destaque na imprensa: Governo de Minas oferece R$ 40 mil por palestra de ministros

folha

O petista Fernando Pimentel tem resposta pronta para qualquer cobrança sobre a paralisia do governo de Minas desde que tomou posse há quase seis meses: o estado está sem dinheiro. Por isto causou tanto espanto a notícia publicada nesta segunda-feira (25/05), no jornal Folha de S.Paulo, de que o governo mineiro pagaria R$ 40 mil por cada palestra de dois ministros: Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, e Luís Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça. As palestras, com duração de uma hora, foram sobre o novo Código de Processo Civil e ministradas no dia 8 de maio, no Minascentro, em Belo Horizonte.

O ato de “contratação” foi publicado no Minas Gerais, órgão oficial do governo, e assinado pelo presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco.

O secretário da Casa Civil, Marco Antônio Rezende, diz que foi feita “uma apuração do que se paga normalmente para palestrantes ou conferencistas nesse nível”. “Achamos que o valor de R$ 40 mil está dentro do que o mercado paga”.

Já Eliana Calmon, ex-corregedora nacional de Justiça, vê “superfaturamento”. “Não se paga isso nem no Estado nem na iniciativa privada”, afirmou à reportagem.

Três dias depois de questionados pelo jornal sobre valor e os pagamentos, os dois ministros informaram ter decidido abrir mão dos honorários. Leia matéria completa publicada na Folha de S.Paulo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s