Para tucanos, governo do PT mostra face perversa com MP que restringe direitos dos trabalhadores

Foto Alexssandro Loyola
Foto Alexssandro Loyola

O trabalhador brasileiro tem motivo de sobra para ficar de luto nesta semana: o governo da presidente Dilma conseguiu tirar mais direitos de quem já sofre os efeitos da crise econômica. A MP 664/14, aprovada nesta quarta-feira (13/05) na Câmara dos Deputados, foi uma facada nas costas da população, lamentou o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP). Enquanto o tucano criticava a matéria da tribuna, parlamentares levantaram bandeiras pretas e cartazes em protesto à mudança.

Depois do mostrar ao país sua face corrupta, com os escândalos do mensalão e do petrolão, o PT expõe seu lado mentiroso. Na campanha eleitoral de 2014, a então candidata Dilma prometeu não mexer nos direitos trabalhistas “nem que a vaca tussa”. A célebre promessa durou pouco. “O PT mostra sua face cruel e perversa ao apresentar uma MP restringindo o direito à pensão”, reprovou o líder. Continuar lendo

Falta de educação

itv-logo534

O arrocho fiscal em marcha na ‘pátria educadora’ colide com a urgente necessidade de o país avançar na melhoria da educação de suas crianças e jovens. Daqui a alguns dias o governo da presidente Dilma anunciará novos cortes no Orçamento da União. Espera-se que a educação seja tratada com o respeito que merece. Do contrário, o governo do PT apenas estará perseverando num caminho que não tem futuro e que condena nossos jovens a um presente de mediocridade. Leia análise do Instituto Teotônio Vilela (ITV):  Continuar lendo

Senador Antonio Anastasia lança seu novo site

anastasia

Foi lançado nesta quinta-feira (14/05) o novo site do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG). Por meio dele os internautas poderão acompanhar mais de perto a atuação do parlamentar mineiro. O site reserva espaço para a história de Anastasia, desde sua infância, passando por seus estudos, sua atuação no Governo Hélio Garcia (1991-1994) e no Governo Federal (1995-2001), a implantação do Choque de Gestão durante o Governo Aécio Neves (2003-2010), sua gestão como governador de Minas Gerais (2010-2014) e seu trabalho agora no Senado Federal.

Também traz dados e números sobre os resultados das políticas públicas implantadas em Minas Gerais enquanto governador do Estado, em 10 áreas de atuação. O site destaca notícias do trabalho do senador, palestras ministradas, fotos, vídeos, áudios e textos de seus pronunciamentos nas Comissões e no Plenário do Senado Federal.

“É mais um meio para tentar garantir um mandato cada vez mais transparente e interativo. Aqueles que quiserem acompanhar mais de perto minha atuação como parlamentar poderão encontrar ali as informações e ferramentas para fazê-lo. A intenção é essa, que seja um mandato a serviço da população, com a transparência que é tão importante na nossa democracia para um trabalho que dignifique Minas e os mineiros”, afirmou o senador.

O site pode ser acessado pelo endereço www.antonioaugustoanastasia.com.br pelo computador, tablet ou smartphone.

Minas começa a sentir o “caos” da gestão de Fernando Pimentel

Pimentel adota no estado mesmo modelo implantado por ele quando ministro do governo Dilma e que resultou na maior desindustrialização do Brasil
Fernando Pimentel adota no estado mesmo modelo implantado por ele quando ministro do governo Dilma e que resultou na maior desindustrialização do Brasil

“Está um caos”, resume um empresário mineiro sobre a Copasa, que desde a posse do petista Fernando Pimentel deixou de efetuar pagamentos a inúmeras empresas que executam, desde o ano passado, obras contratadas pela estatal em diversos municípios do Estado. O valor total do “calote” não foi mensurado, mas tem gerado prejuízos e diversas demissões por todo o Estado, destaca reportagem desta quinta-feira (14/05) do jornal O Tempo. Leia

O motivo da suspensão dos pagamentos alegado pela Copasa é a necessidade de reavaliação do processo decisório interno e adequação do sistema. Tradução: falta de gestão – que é uma das características das administrações do PT e que agora os mineiros começam a sentir.

Segundo o mesmo empresário, que não quis ser identificado na reportagem por medo de retaliações, o “apagão” na empresa não é só do pagamento de obras já feitas. A Copasa ainda não assinou nenhum contrato de licitação neste ano. “As empresas ganham a licitação, o contrato vai para a diretoria, e eles não assinam”, contou. Continuar lendo

Com “apagão de gestão”, Pimentel insiste em críticas e nenhuma novidade

Gustavo Valadares: Estamos esperando o governador começar a colocar em prática as suas promessas de campanha
Gustavo Valadares: Estamos esperando o governador começar a colocar em prática suas promessas de campanha

Há quase cinco meses à frente do governo de Minas, a principal marca de Fernando Pimentel tem sido o seu “apagão de gestão”. O governo ainda não mostrou a que veio, dedicando seu tempo à fazer críticas às gestões passadas, ao invés de propor novas políticas públicas para o avanço do Estado.

Sem ações concretas a apresentar, Pimentel tem tentado desconstruir o legado dos governos Aécio, Anastasia e Alberto. Essa cena, que tem sido recorrente em Minas, foi presenciada também em São Paulo, em encontro do petista com empresários paulistas na última terça-feira (12/05). Amparado na incoerência que é peculiar ao PT, Pimentel criticou a gestão tucana, mas anunciou medidas que foram implantadas por seus antecessores – e duramente criticadas pelas lideranças petistas -, as Parcerias Público-Privadas (PPPs).

Para o líder da Minoria na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Gustavo Valadares (PSDB), a tática revela a inabilidade de Pimentel para governar. “Está na hora do Fenando da Dilma olhar para frente, lembrar que foi eleito e assumir o governo. Estamos esperando o governador começar a colocar em prática as suas promessas de campanha e garantir políticas públicas que promovam o desenvolvimento do Estado. Por mais que ele tente negar, os avanços de Minas foram conquistados por governos que priorizaram a gestão e o planejamento em favor do povo mineiro. E ele, o que fez desde que assumiu? Estamos esperando, senhor governador! “, disse Valadares.

João Leite: Quando o PT ganha a eleição, não consegue governar
João Leite: Quando o PT ganha a eleição, não consegue governar

O assunto também repercutiu no plenário da ALMG nesta quarta-feira (13/05). Para o deputado João Leite (PSDB), o que Pimentel está fazendo é tentando reinventar a roda ao reeditar medidas que já foram pioneiras em Minas Gerais. “O PT é assim, vejam: fizeram críticas pesadas ao governo Aécio por causa das PPPs. Diziam ser essas parcerias um absurdo. Ontem o governador anuncia as PPPs como o grande projeto do governo dele, que ele vai lançar PPPs em Minas Gerais. Eu lembro aqui que eles queriam interromper as PPPs e agora querem como algo do governo deles, é assim, normalmente criticam, perseguem e, quando ganham a eleição, não conseguem governar”, reforçou.