Dez das mais importantes entidades de classe condenam entrega de medalha ao líder do MST

stedile

João Pedro Stédile foi condecorado pelo governador Fernando Pimentel com a maior honraria concedida pelo estado de Minas

Dez das mais importantes entidades de classe de Minas Gerais, como Federação das Indústrias (Fiemg), Federação da Agricultura (Faemg), Federação das Associações Comerciais e Empresariais (Federaminas) e Associação Comercial e Empresarial (ACMinas), entre outras, divulgaram nos principais jornais do estado, nesta quinta-feira (23/04) uma carta condenando a entrega da Medalha dos Inconfidentes ao líder do MST, João Pedro Stédile, pelo governo de Fernando Pimentel, do PT.

No documento, as entidades manifestam estranheza diante da decisão do governo estadual de outorgar a Comenda “a quem comanda ações reprováveis de movimentos à margem da lei, particularmente o MST, cujos objetivos, acintosamente, violam os mais elementares princípios democráticos.” (veja carta ao lado)

A carta “Em respeito aos inconfidentes” vem se juntar aos inúmeros protestos e críticas feitos em todo o país contra a entrega da maior honraria concedida por Minas Gerais ao líder do MST. “Entidade que existe desde 1984 mas até hoje não se constituiu em pessoa jurídica, conforme a lei, para, com isso, poder escapar de processos criminais e de processos civis por indenização”, lembrou o colunista da Revista Veja, Ricardo Setti.

Em sua coluna, o jornalista repudiou a entrega feita pelo petista Fernando Pimentel. Leia coluna Não basta mentir sobre as realizações dos antecessores, para o petista Pimentel, governador de Minas, é preciso também condecorar o baderneiro-chefe do MST com a maior honraria do estado

A Rede Bandeirantes divulgou em rede nacional, no dia 21, um editorial condenando a condecoração entregue pelo governador mineiro. Assista

O juiz aposentado Mozart Hamilton Bueno foi mais longe para demonstrar sua revolta com a decisão de homenagear Stédile. Além de publicar uma carta aberta ao governador Fernando Pimentel, devolveu a Medalha da Inconfidência que recebeu em 1982. “Prefiro tê-la merecido sem ostentá-la que dividi-la com quem nada fez em prol do Brasil, da ordem pública e muito menos por Minas Gerais onde é ilustre desconhecido”, afirmou o magistrado. Saiba mais 

A oposição na Assembleia Legislativa também se posicionou contrário a entrega da honraria ao líder do MST. Deputados do Bloco Verdade e Coerência protocolaram, nesta quarta-feira (22/04), Projeto de Resolução que susta os efeitos do ato que concedeu a Grande Medalha da Inconfidência.

Segundo os parlamentares na justificação do projeto, “o ato assinado pelo Governador fere de morte o disposto nos dois artigos, uma vez que por mais que se busque enquadrar o agraciado em um dos atributos condicionantes exigidos pelos textos legais não se consegue. A rigor, até, se ele, o Senhor João Pedro Stédile, possuir alguma notoriedade em seu saber ela o é criminal”. Leia mais  

Anúncios

Um comentário sobre “Dez das mais importantes entidades de classe condenam entrega de medalha ao líder do MST

  1. suely zancanaro 23/04/2015 / 16:04

    O Governador de Minas deveria ser advertido pela sua atitude.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s