Oposição lamenta paralisia em 100 dias de governo Fernando Pimentel

2

Os deputados de oposição ao governo Fernando Pimentel se reuniram, nesta terça-feira (07/04), na Assembleia Legislativa, para fazer um balanço dos 100 primeiros dias do governo do PT em Minas. Os parlamentares lamentaram a paralisia do governo petista e entregaram um bolo e uma caixa de presente, na qual estavam simbolizadas as principais incoerências do governo Pimentel.

“Esse é o presente que o Fernando da Dilma deu aos mineiros nesses 100 primeiros dias de governo. Não temos absolutamente nada de boas notícias, somente ações que privilegiam companheiros políticos, aumentam o custo do estado e desvalorizam o trabalhador”, explicou o líder da Minoria, deputado Gustavo Valadares (PSDB) ao mostrar a caixa de presente e o bolo durante a entrevista coletiva.
Na caixa, constavam menções a medidas como inchaço da máquina pública, aumento de energia, desvalorização do servidor, aumento de salário para o alto escalão, manobras fiscais, nomeação de fichas sujas, dentro outros feitos de Pimentel nos três primeiros meses de governo.

Para Valadares, o que o PT fez em Minas foi um verdadeiro estelionato eleitoral, com promessas que não poderiam ser cumpridas.

“O PT tem feito aqui o que faz em todos os governos por onde passa, que são somente críticas às gestões anteriores. Isso na verdade é uma cortina de fumaça para encobrir a ineficiência de um governo que há quatro meses simplesmente não governa”, afirmou o deputado.

Participaram também da coletiva os deputados Sargento Rodrigues (PDT), Antônio Jorge (PPS), Bonifácio Mourão (PSDB), Luiz Humberto (PSDB), João Leite (PSDB), Felipe Attiê (PP), Dalmo Ribeiro (PSDB), Duarte Bechir (PSD), Tito Torres (PSDB), Dilson Melo (PTB), Ione Pinheiro (DEM) e Carlos Pimenta (PDT).

Diagnóstico equivocado

Os deputados da oposição questionaram ainda a postura do governo de Minas em gastar quase quatro meses do ano escondido atrás de um diagnóstico da gestão tucana que não condiz com a realidade.

“Foi um vexame o que o governador protagonizou na última-segunda-feira. Enquanto governadores de outros estados estão anunciando medidas, Fernando da Dilma está vivendo de críticas ao passado”, criticou Valadares.

Vários pontos levantados pelo Executivo foram rebatidos pela oposição. Na segurança pública, por exemplo, o governo afirma falta de 30 mil vagas em presídios. A verdade é que a gestão tucana pegou o Estado, em 2003, com 5 mil e entregou, em 2014, com 32 mil vagas. Em 10 anos, as vagas no sistema prisional aumentaram 452% e o efetivo em 18%, assim como também aumento o número de viaturas em 84% de 2003 a 2014.

“Em 2003, encerramos a maior curva de aumento dos índices de violência relacionados a crimes violentos. Em 2004, apenas um ano após o início do governo Aécio, começamos a ter um decréscimo destes índices. E de lá pra cá só temos abaixado estes números”, lembrou o deputado Sargento Rodrigues (PDT).

Cobertura do SAMU

Na área da saúde, o deputado e ex-secretário da pasta, Antônio Jorge (PPS), contrapôs as informações contidas no diagnóstico a respeito das redes de urgência e emergência do Estado.

“Desde fevereiro de 2014, 54% da população já estavam cobertos pelo SAMU. Em números absolutos, Minas ocupava, ao final de 2014, a quarta posição no ranking brasileiro. Apenas os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia possuíam uma cobertura populacional superior à de Minas”, explicou.

De acordo com o ex-secretário, Minas Gerais ocupava em 2014 a segunda posição do ranking nacional em números de municípios cobertos pelo SAMU, perdendo apenas para São Paulo.

“Agora, somando a população de 2.745.220, da região Sul, à população coberta desde 2014 pela RUE (Redes de Urgência e Emergência), ultrapassamos 13 milhões de mineiros cobertos pelo SAMU e quase 500 municípios atendidos pela Rede, ou seja, mais de 65% da população”, disse.

Leia entrevistas de Gustavo Valadares e Antônio Jorge

Confira também Pimentel 100 dias – Estelionato eleitoral do PT em Minas: ações opostas às prometidas na campanha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s