Fernando Pimentel nomeia condenado por roubo para cobiçado cargo de confiança do governo

Depois de nomear filho do vice-governador e companheiros do partido para cargos do primeiro escalão e conselhos de empresas estatais, o governador petista Fernando Pimentel passará a contar em seus quadros com um assaltante condenado pela Vara de Execuções Penais de Uberaba.

Lucas Portela Rocha Silva Nunes cumpre pena em regime semiaberto e, de acordo com o jornal O Tempo desta sexta-feira, está foragido da Justiça Leia aqui

A nomeação foi publicada, na última-quinta (05/03), no Minas Gerais, diário oficial do Estado, para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, onde o novo servidor estadual passará a dar expediente. As credenciais para a escolha? Apadrinhamento, como vem sendo praxe no governo do PT em Minas.

Pimentel contemplou o afilhado com o cargo mais alto e cobiçado da administração do Estado, o famoso DAD 10, com remuneração bruta de R$ 8.200.

O escolhido é sobrinho do deputado Tony Carlos, do PMDB. Após denúncia, a secretaria tratou logo de informar que “erros internos” fizeram com que o nome fosse publicado. Este é o jeito PT de governar.

Os mineiros estão de olho, governador.

Minas-Gerais

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s