Marcus Pestana defende mais controle social sobre mandatos parlamentares

marcus pestana

O deputado Marcus Pestana (PSDB-MG) disse que o centro da reforma política tem de ser o aumento do controle social sobre os mandatos parlamentares.

De acordo com Pestana, que participou de audiência pública da comissão especial da reforma política, 95% dos eleitores não têm nem ideia de como seus deputados votam em matérias do seu interesse. “Isso é gravíssimo”, declarou.

Segundo ele, o projeto (PL 6316/13) de reforma defendido pela sociedade civil, que proíbe doações de empresas para campanhas, não resolve o problema atual. “Não adianta discutir financiamento se não se pensar em estrutura de gasto”, sustentou.

Pestana acrescentou que a população é contra o financiamento publico exclusivo, “porque os cidadãos não irão aceitar que dinheiro da educação e da saúde vá para campanha de políticos”.

Candidatos avulsos

Por sua vez, o deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) destacou que a sociedade não está completamente representada hoje e defendeu a possibilidade da candidaturas avulsas. “Há casos em que os cidadãos não se sentem representados por nenhum partido”, sustentou. Pelas regras atuais, os candidatos têm de estar obrigatoriamente filiados a uma legenda reconhecida pela Justiça Eleitoral.

Audiência Pública

O debate ocorreu na Comissão Especial da Reforma Política, nesta tarde (03/03), durante audiência pública que contou com a participação de representantes da OAB, do CNBB e do Movimento Contra a Corrupção Eleitoral (MCCE).

Assista ao vídeo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s