Na CPI da Petrobras, PSDB irá propor criação de sub-relatorias, convocações e quebras de sigilo

Líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio. Foto Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio. Foto Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), irá propor aos demais líderes da Oposição uma série de requerimentos de quebra de sigilos, convocações e compartilhamento de documentos a serem protocolados na CPI da Petrobras, que será instalada na próxima quinta-feira.

Também será proposta a criação de três sub-relatorias com o intuito de dar maior agilidade aos trabalhos da CPI: de Sistematização, com o objetivo de organizar todo o acervo probatório da comissão; Operacional, para conduzir a investigação propriamente dita e Núcleo Político, para investigar a atuação de agentes políticos na organização criminosa que se instalou na Petrobras.

Segundo Sampaio, os requerimentos serão submetidos à análise dos demais partidos de Oposição para que sejam apresentados em conjunto. De acordo com o líder tucano, essas são as primeiras contribuições do PSDB para o início dos trabalhos da CPI, que terá o objetivo de mostrar à sociedade como a organização criminosa atuou na Petrobras e o destino dos recursos desviados.

“As investigações que estão em curso mostram que a maior estatal brasileira foi alvo de um esquema criminoso, que desviou bilhões e que atuava de forma organizada e sofisticada. O que a sociedade espera saber é onde os recursos foram parar e quem se beneficiou dessa roubalheira sem precedentes na história”, afirmou.

Relação de Requerimentos que serão propostos

Criação de três sub-relatorias:

– de Sistematização

– Operacional

– Núcleo Político

Requerimentos de quebra de sigilo bancário, telefônico e fiscal:

– José Dirceu – que teria recebido dinheiro de propina pago por empreiteiras

– Antonio Palocci – junto com José Dirceu era, segundo Alberto Youssef, ligação de empresários da Toyo Setal com o PT

– João Vaccari Neto, tesoureiro do PT

– Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras

– Pedro Barusco, ex-gerente de Engenharia da Diretoria de Serviços da Petrobras

Requerimentos de Convocação:

– José Dirceu – que teria recebido dinheiro de propina pago por empreiteiras

– Antonio Palocci – junto com Dirceu era, segundo Alberto Youssef, ligação de empresários da Toyo Setal com o PT

– Mário Goes – apontado como um dos operadores financeiros do esquema e atuava em nome de várias empresas contratadas pela estatal.

– Júlio Faerman – empresário, representante da companhia SBM Offshore no Brasil e apontado como o lobista responsável por intermediar pagamentos de propina a funcionários da petroleira brasileira

– Sérgio Machado – ex-presidente da Transpetro

– Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano – apontado como operador do esquema de corrupção na Petrobras

– João Vaccari Neto – Tesoureiro do PT

– Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras

– Pedro Barusco – ex-gerente de Engenharia da Diretoria de Serviços da Petrobras

– Eduardo Leite – executivo da Camargo Corrêa

– Augusto Mendonça – executivo do grupo Toyo Setal

– Júlio Camargo – executivo do grupo Toyo Setal

– Ricardo Pessoa – presidente da UTC Engenharia

Requerimentos para o compartilhamento de documentos

– de todo acervo da CPMI da Petrobras

– de todos os levantamentos dos sigilos impostos dos inquéritos no âmbito da PGR (Procuradoria-Geral da República)

– de todos os inquéritos no âmbito do relator dos processos da Operação Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki

– de todos os documentos no âmbito do juiz federal Sérgio Moro, que conduz as investigações da Lava Jato

Fonte: Diário Tucano

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s