Eduardo Barbosa cobra de ministro informações sobre crise orçamentária do Itamaraty

 

eduardo barbosa

O deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG) apresentou requerimento de informação endereçado ao ministro de Planejamento, Nelson Barbosa, no qual o tucano pede detalhes sobre as dificuldades financeiras enfrentadas pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE). A redução das dotações orçamentárias destinadas ao órgão também são questionadas pelo parlamentar, à frente da Comissão de Relações Exteriores desde fevereiro de 2014.

“É com muita preocupação que acompanhamos as notícias veiculadas pela mídia nacional acerca das dificuldades financeiras que têm atingido as embaixadas e consulados do Brasil no exterior”, alegou. O congressista relata ainda que “a falta de dinheiro para o pagamento de despesas referentes a itens básicos estão comprometendo o bom funcionamento das representações diplomáticas do Brasil no exterior”. Além disso, segundo ele, o atendimento a brasileiros em situações de vulnerabilidade em outros países também está em risco.

Nesta semana Eduardo Barbosa participou de reunião com representantes do Sindicato Nacional dos Servidores do MRE (Sinditamaraty) na qual foi debatida a crise vivida atualmente pelo Itamaraty.

Deterioração progressiva

Durante o encontro, o sindicato entregou uma pauta de reivindicações e pediu o apoio da comissão. A realização de concursos públicos e concessão de Passaporte Diplomático a todas as carreiras do Serviço Exterior; enquadramento no Brasil nos níveis salariais das carreiras exclusivas de Estado; e uma política de remuneração no Exterior seguindo orientação do Tribunal de Contas da União foram assuntos destacados pelo Sindicato.

“O Ministério das Relações Exteriores passa por um processo de deterioração há muito tempo e isso compromete a qualidade do nosso Serviço Exterior reconhecido por sua excelência no mundo todo”, apontou. De acordo com o parlamentar, “o Itamaraty está muito acanhado, com muito pudor para defender institucionalmente os seus interesses que são do país”.

O tucano destacou ainda que o cenário futuro para o MRE é ainda mais preocupante. “O órgão trabalhou com um orçamento de, aproximadamente, R$ 2,6 bilhões em 2013 e R$ 2,62 bilhões em 2014. Nesse ano, porém, a previsão orçamentária passa pouco de 2,4 bilhões”, informou. Por isso, o parlamentar solicita ao Ministério de Planejamento explicações sobre a redução no repasse.

Além disso, o deputado questiona “quais motivos explicam a redução da participação do MRE no orçamento do Poder Executivo”. E garante que, com a instalação da nova composição da Comissão de Relações Exteriores será proposta a realização de audiências públicas com o objetivo de discutir a situação e as alternativas possíveis que devolvam ao Ministério o protagonismo na formulação e execução da nossa Política Externa”.

O tucano estimulou também os servidores para que possam continuar a defender os interesses do país no Exterior.

Fonte: Diário Tucano

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s