Leia nota e saiba a verdade sobre a escassez de água

nota

Trata-se de inverdade e aleivosias a informação publicada pelo governo estadual do PT de que a gestão anterior do Governo de Minas não tomou medidas necessárias para evitar o comprometimento do abastecimento de água no Estado.

A escassez de água em todos os estados do Sudeste agravada em 2014/2015, em níveis nunca vistos, surpreendeu os prognósticos dos institutos de pesquisas climatológicas que indicavam que o período de chuvas teria o chamado ‘comportamento dentro da média’.
Com uma visão estratégica e de planejamento a Copasa, mesmo diante das previsões, realizou campanhas de conscientização sobre uso de água, inclusive com debates regionais promovidos pelo Comitê de Bacias Hidrográficas, e tomou medidas para expandir o abastecimento de água. Tanto que encerrou o terceiro trimestre de 2014 com 14,9 milhões de pessoas atendidas com serviços de água.

Especificamente em relação à Região Metropolitana de Belo Horizonte, a Copasa implementou dois importantes projetos, cujo objetivo é aumentar o volume de água no Sistema Paraopeba, composto pelo Rio Manso, Serra Azul e Várzea das Flores:

1) PPP Rio Manso- investimentos de R$ 693,7 milhões. A primeira etapa de obras que prevê a ampliação e melhoria do sistema de produção de água do Rio Manso, com a duplicação de 4,5 quilômetros da adutora, concluídas no início de novembro, já propiciou um aumento de 500 litros por segundo de oferta de água tratada. Com a conclusão do projeto, a previsão é aumentar a vazão em 1.800 litros por segundo.

2) Projeto de duplicação da transposição de águas do Rio Paraopeba para o Serra Azul – investimentos da ordem de R$25 milhões. A obra já foi licitada, faltando agora a atual diretoria determinar o início dos trabalhos, com previsão de seis meses para a conclusão.

É importante ressaltar que, nos últimos 12 anos, os investimentos totais no setor de saneamento em Minas Gerais foram de R$ 8,5 bilhões. O número de Estações de Tratamento de Água (ETEs) saltou de 34 unidades, em 2003, para 160 unidades em 2014, e outras 60 estão em construção. São ações que levaram a Copasa a ser a única empresa do país reconhecida com a premiação máxima do Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento, pelo seu modelo de excelência de gestão. Instituído pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), o prêmio é reconhecido pela IWA.

Portanto, esclarecemos e repudiamos qualquer manifestação política menor que o governo estadual do PT vem tomando para tentar desqualificar as gestões anteriores, no lugar de dar respostas efetivas à população que espera há quase um mês que este governo inicie a função para qual foi eleito: governar. E governar é antes de mais nada assumir responsabilidades, encontrar soluções e cumprir compromissos.

Bloco Parlamentar Transparência e Resultado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s