Aécio proporá simplificação tributária nos primeiros dias de governo

Aécio lembrou que a eficiência do governo será prioridade a exemplo do que foi feito em Minas. Foto Orlando Brito
Aécio lembrou que a eficiência do governo será prioridade a exemplo do que foi feito em Minas. Foto Orlando Brito

O candidato à Presidência da República pela coligação Muda Brasil, Aécio Neves, afirmou que, eleito, apresentará ao Congresso, já nos primeiros dias do seu governo, proposta de simplificação tributária em todo país. Aécio lembrou que ao assumir o Governo de Minas, em 2003, adotou de imediato um conjunto de medidas administrativas – o Choque de Gestão – que garantiu ao Estado uma série de avanços econômicos e sociais acima da média nacional.

Em entrevista ao portal G1, Aécio afirmou que a medida, além de garantir a redução da carga tributária, permitirá a substituição de vários impostos indiretos e a desoneração de setores da economia.

“O nosso governo em Minas foi um governo exitoso, com mais de 90% aprovação, em razão daquilo que fiz nos primeiros dias, na primeira semana de governo. E a primeira proposta a ser enviada ao Congresso Nacional é da simplificação tributária, que nos dará a médio prazo a possibilidade da redução horizontal da carga tributária”, disse.

Aécio lembrou que nos dois mandatos à frente do Governo de Minas reduziu impostos de mais de 200 produtos incluindo itens da cesta básica, de higiene pessoal, de material de construção, principalmente aqueles mais consumidos pela população de baixa renda.

O ex-governador de Minas afirmou também que pretende reduzir o número de ministérios e, a exemplo do que foi feito em Minas e adotar a meritocracia no plano federal.

“Vamos fazer um governo meritocrático, com pessoas qualificadas. A eficiência do governo tem que ser tratada como prioridade e eu fiz isso em Minas Gerais. Quando assumir o governo, acabei com três mil cargos comissionados e reduzir o número de secretarias. Foi assim que transformei Minas Gerais referência no Brasil em gestão eficiente”, disse.

Segurança Pública

Aécio Neves afirmou que os recursos aprovados no Orçamento para o Fundo Penitenciário e o Fundo Nacional de Segurança não serão contingenciados, o que vai garantir mais recursos para estados e municípios investirem no combate à violência e ao tráfico de drogas e armas. Minas é hoje o estado brasileiro que mais investe em segurança pública e, mesmo praticamente sem receber recursos do governo federal para segurança, tem a segunda menor taxa de homicídios da região Sudeste.

“O Brasil não tem hoje uma política nacional de segurança que nós vamos estabelecer. Vamos coordenar uma ação de segurança de pública de planejamento, de inteligência, de investimentos, junto aos estados federados. Eu defendo que possamos ampliar a prestação de serviços comunitários em substituição às penas de restrição da liberdade. As Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC’s) são um grande exemplo de ressocialização para crimes de menor gravidade. E na outra ponta fizemos em Minas o primeiro projeto de Parceria Público Privada (PPP) do Sistema Prisional”, afirmou.

Aécio disse ainda que irá dedicar uma atenção especial às nossas fronteiras, por meio do fortalecimento da Polícia Federal, com a ampliação de seu efetivo e de parcerias com as forças armadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s