PSDB representará no TSE contra Dilma Rousseff

destaque_nota-300x200

O PSDB nacional fará Representação por conduta vedada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a candidata e presidente da República Dilma Rousseff por ser beneficiária direta de ato praticado pelo servidor federal e assessor da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Cássio Parrode Pires, junto ao Diretório do PMDB do Rio de Janeiro, para policiamento de prefeitos do partido com objetivo de ganhos eleitorais.

Na representação à Justiça Eleitoral, o PSDB denunciará a conduta vedada de utilização de equipamento público e de servidor federal para realizar atividade em campanha eleitoral. Os contatos foram feitos por telefone e e-mail pelo servidor federal durante seu horário de trabalho, utilizando-se da estrutura de governo e de equipamentos do patrimônio público com objetivos eleitorais.

A denúncia dos atos praticados no âmbito da administração federal foi publicada pelo jornal O Globo, que revelou o e-mail enviado ao diretório do PMDB pelo assessor, em 12 de junho, às 11h32. Nele, Parrode pede envio dos nomes dos prefeitos que participaram, no Rio, de um encontro político em apoio à então pré-candidatura de Aécio Neves à Presidência da República.

O PSDB apresentará também representação por improbidade administrativa, junto ao Ministério Público Federal do Distrito Federal, contra o ministro das Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, chefe de Parrode.

“A denúncia contra Berzoini fundamenta-se na declaração dada pelo próprio ministro de que, por meio da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, utilizou o assessor para contactar o diretório do PMDB e solicitar os nomes dos prefeitos”, afirmou o coordenador jurídico do PSDB, deputado federal Carlos Sampaio.

Na declaração ao jornal, Berzoni assume a responsabilidade pelo ato do assessor e afirma, inclusive, o objetivo de aliciamento dos prefeitos:

— Prefeito negocia com todo mundo. Enviamos o e-mail para saber quem eram e chamá-los para almoçar. Prefeito, quando você chama para almoçar, para conversar sobre algum assunto, ele vem. O (Jorge) Picciani pode falar o que quiser, mas isso é do jogo — afirmou Berzoini ao jornal.

“A conduta do ministro configura grave ato de improbidade administrativa com prejuízo aos cofres públicos”, afirmou Carlos Sampaio.

Ao jornal, o assessor do ministro assume realizar a atividade da Secretaria de Relações Institucionais de monitoramento político com objetivo eleitoral.

— É para saber quem está apoiando. A gente faz o controle de todos os pré-candidatos ao governo federal. A gente quer saber quem está do lado do Aécio, do lado da Dilma — disse.

O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Antonio Imbassahy, apresentou hoje requerimento de convocação para que o ministro de Relações Institucionais explique no Congresso a denúncia e esclareça o tipo de atividades e o monitoramento mantidos pela secretaria ligada à Presidência da República.

“O desespero tomou o lugar da compostura no Palácio do Planalto. Se fosse algo normal, como tenta fazer crer o ministro Berzoini, por qual motivo o servidor evitou utilizar o email institucional e enviou a solicitação por meio de seu endereço particular? Não há mais dúvidas: diante do fim melancólico de seu governo e da rejeição crescente ao seu nome, Dilma passa a utilizar seu ‘exército de aloprados’ para fazer o diabo, algo prometido por ela e esperado desde as nomeações de Aloizio Mercadante e Berzoini”, disse Imbassahy.

Brasília, 26 de junho de 2014

Minas Gerais será conhecida como o Estado da inovação, diz Pimenta da Veiga

Pimenta da Veiga defende revolução na educação como passo primordial para executar seu plano de fomento ao empreendedorismo, à ciência e à tecnologia. Foto Leo Lara
Pimenta da Veiga defende revolução na educação como passo primordial para executar seu plano de fomento ao empreendedorismo, à ciência e à tecnologia. Foto Leo Lara

Projetos de avanços da educação, da ciência e tecnologia irão transformar Minas, nos próximos anos, no Estado da inovação, segundo o candidato do PSDB ao Governo de Minas, ex-ministro Pimenta da Veiga. Durante debate com jovens empreendedores mineiros, em Belo Horizonte, o candidato destacou uma de suas prioridades de governo, que é dar atenção máxima às áreas de inovação. Para o gestor público, a capacidade de inovar é uma das poucas habilidades que fazem com que países e regiões superem crises e, mais do que isso, se desenvolvam com mais rapidez.

“O que vai diferenciar municípios, estados e, até mesmo, as nações umas das outras será a capacidade de inovar. Países superam crises por meio de inovação. Isso é algo essencial e é o que precisamos fazer em Minas. Precisamos avançar na educação, na ciência, na tecnologia, na cultura, de modo que tenhamos aqui modelos de inovação. Para isso, temos que expandir a excelência e o ambiente tecnológico. Aí, sim, Minas haverá de se destacar no país e, mais uma vez, indicar os caminhos do Brasil”, explicou Pimenta. Continuar lendo

ITV: Palavra dada é palavra empenhada

itv-logo534

Dilma Rousseff é bastante coerente no que diz. Já se apresentou aos brasileiros como gerentona, como faxineira e, mais recentemente, se disse firme na decisão de não ceder a chantagens partidárias e recusar-se a mexer em sua equipe em troca de apoio eleitoral. Em todos os casos, manteve a linha: não cumpriu nada a que se propos. Percebe-se agora que o que vale não é a palavra empenhada, mas a disposição de vender a alma ao diabo pela vitória. Leia, abaixo, íntegra da Carta de Formulação e Mobilização Política do Instituto Teotônio Vilela (ITV): Continuar lendo

PT usa máquina do Planalto para identificar apoiadores de Aécio

denuncia

O jornal O Globo trouxe mais uma grave denúncia que comprova o uso da máquina pública em favor dos interesses eleitorais do PT.

Depois de a justiça identificar o uso de servidores da prefeitura petista de Guarulhos e de computadores da Eletrobrás na disseminação de calúnias contra o presidente do PSDB, Aécio Neves, na internet, surge agora comprovação de que funcionários do Planalto, pagos com recursos do contribuinte, ao invés de servir ao governo e ao país, são utilizados para servir ao PT monitorando atividades políticas de adversários do partido.

A nova “lista” buscada pelo Planalto provavelmente serviria pra perseguição ou tentativa de aliciamento, duas práticas condenáveis no regime democrático e que revelam a incapacidade do PT de conviver e respeitar as diferenças naturais numa sociedade democrática.

A reportagem demonstra que o assessor Cássio Parrode Pires, que trabalha na Presidência da República, tentou identificar o nome dos prefeitos do PMDB que participaram de evento de apoio à candidatura de Aécio Neves no Rio de Janeiro. O servidor trabalha no Núcleo de Gestão da Informação, da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, que deveria reunir dados sobre os estados e municípios para ajudar o ministro e a presidente no processo de tomada de decisão em temas relacionados à Federação.

Leia matéria completa

Pimenta da Veiga iniciará série de debates regionais e setoriais pelo Estado

Pimenta da Veiga disse aos jovens empreendedores que as diretrizes do plano de governo estão em fase de conclusão e irão nortear as reuniões para o desenvolvimento de Minas. Foto Leo Lara
Pimenta da Veiga disse aos jovens empreendedores que as diretrizes do plano de governo estão em fase de conclusão e irão nortear as reuniões para o desenvolvimento de Minas. Foto Leo Lara

O candidato do PSDB ao Governo de Minas, Pimenta da Veiga, afirmou nesta quarta-feira (25/06), em Belo Horizonte, que iniciará uma série de grandes debates regionais e setoriais pelo Estado. Segundo o ex-ministro, com as diretrizes do plano de governo, que devem ser concluídas até o fim desta semana, as reuniões regionalizadas serão conduzidas de forma mais direcionada com temas específicos.

“Vamos anunciar a equipe que está sob a coordenação do ministro Paulo Paiva, desenvolvendo o plano. No fim da semana, estarão prontas as diretrizes do plano de governo, que vão instruir o pedido de registro das candidaturas e, a partir daí, vamos iniciar uma série de debates regionais e setoriais de uma forma mais orgânica”, informou Pimenta, ao destacar ainda que as discussões pelo Estado estão ocorrendo há cerca de um ano, quando iniciou as visitas a mais de 100 cidades do interior mineiro.

Os próximos passos do candidato foram anunciados durante encontro no Colégio Pitágoras, no bairro Cidade Jardim, que reuniu jovens empreendedores mineiros para um debate em torno do desenvolvimento econômico do Estado. No evento, Pimenta falou sobre políticas prioritárias na área, como o apoio a pequenos negócios, avanço da desburocratização, incentivo à geração de empregos e renda, atração de investimentos, acesso à inovação tecnológica, à educação e à capacitação empreendedora, e acesso a mercados.

“Estamos discutindo o futuro de Minas. Acho que qualquer discussão sobre o desenvolvimento econômico do Estado precisa ter a participação de dois setores: o setor empresarial e o da juventude. E este evento reuniu os dois num corpo só, de maneira que a discussão é sobre os mecanismos que podemos adotar para promover um desenvolvimento econômico forte do Estado”, disse Pimenta.

O encontro foi organizado por representantes de diversas entidades, como Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Jovem), Fiemg Jovem, OAB Jovem, Instituto de Formação de Líderes (IFL), MinasPetro, entre outras.