Em Campo Grande, Aécio destaca crescimento do desejo dos brasileiros por mudanças

Foto George Gianni/PSDB
Foto George Gianni/PSDB

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, afirmou nesta sexta-feira (06/06), em entrevista coletiva em Campo Grande (MS), que cresce no Brasil o desejo de mudanças na administração pública. O pré-candidato do PSDB à Presidência da República criticou o governo federal por falhas na infraestrutura e disse que o PSDB representa para o Brasil a realização de mudanças com a segurança de que as conquistas dos brasileiros estarão garantidas.

“Há um vento mudancista no Brasil e também aqui no Mato Grosso do Sul. E, mudar, para nós, não é uma página solta. É apresentar um projeto com consistência. É o que queremos fazer para o Brasil e é o que Azambuja está fazendo para o Mato Grosso do Sul”, disse Aécio, referindo-se ao deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB-MS), pré-candidato tucano ao governo do estado.

O senador afirmou que o Mato Grosso do Sul é um dos estados mais prejudicados pelas falhas da gestão petista, por conta da fraca vigilância nas fronteiras e pela insuficiente rede de infraestrutura, essencial para escoamento da produção do agronegócio.

“Comparo o Mato Grosso do Sul a um leão enjaulado. É um estado com grandes potencialidades, com condições de competir no comércio internacional, mas que sofre com a falta de meios para ser ainda mais produtivo”, declarou. O senador ressaltou que o agronegócio é responsável para que o crescimento econômico brasileiro não apresente indicadores ainda piores.

Mais segurança para a população

Aécio lembrou que o governo federal, ao longo dos últimos anos, teve uma gestão marcada pela concentração de recursos, prejudicando estados e municípios. Ao analisar a questão da segurança pública, ele afirmou ser uma das áreas em que o problema mais se manifesta.

“A União investe hoje apenas 13% de tudo o que é gasto no Brasil com segurança pública. Mesmo sendo a responsável pelo controle das fronteiras e pelo combate ao tráfico de drogas e tráfico de armas. Trata-se de uma omissão criminosa”, ressaltou o senador.

Essa omissão, destacou Aécio, também explica conflitos no campo – em Mato Grosso do Sul, uma pessoa foi morta após as disputas. “A ação do governo é essencial para evitarmos essas situações”, disse.

O senador mencionou ainda outros desmandos do governo federal, como a série de escândalos que envolve a Petrobras. Aécio disse que a prioridade do PSDB é “reestatizar” a empresa, trazendo-a de volta ao controle de todos os brasileiros, e não apenas de um grupo do PT.

Azambuja

Referindo-se ao deputado federal Reinaldo Azambuja, Aécio definiu o tucano como “um dos homens públicos mais preparados do Congresso” e disse que ele tem condições de fazer uma “gestão histórica” no Mato Grosso do Sul.

Aécio elogiou ainda o projeto Pensando MS – idealizado por Reinaldo Azambuja. A iniciativa percorreu todas as regiões do estado e consultou mais de 200 mil pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s