Pimenta da Veiga destaca avanços promovidos por Aécio e Anastasia

Pimenta da Veiga durante encontro empresarial em Araxá. Foto Leo Lara
Pimenta da Veiga durante encontro empresarial em Araxá. Foto Leo Lara

O presidente do Instituto Teotônio Vilela de Minas Gerais (ITV-MG), Pimenta da Veiga, participou, nesta sexta-feira (06/06), em Araxá (Alto Paranaíba), do Conexão Empresarial Araxá 2014. Pré-candidato ao Governo de Minas pelo PSDB e mais 19 partidos aliados, que integram o Movimento Todos por Minas, Pimenta da Veiga destacou os avanços promovidos em Minas Gerais por Aécio Neves e Antonio Anastasia a partir da implantação do Choque de Gestão em 2003.

“Minas iniciou um poderoso trabalho de transformação, que começou com a modernização da máquina administrativa e as evidências não podem ser negadas. Todos conhecem em Minas e fora de Minas o Choque de Gestão. Todo o Brasil reconhece a qualidade da nossa administração pública”, afirmou Pimenta da Veiga para uma plateia formada por cerca de 500 empresários de vários setores. Continuar lendo

Aécio Neves e Marcus Pestana convocam militância tucana para convenção do PSDB

 

?????

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, e o presidente do diretório estadual de Minas, deputado federal Marcus Pestana, convocam a militância tucana para participar da convenção do partido que acontece na próxima terça-feira (10/06) em Belo Horizonte. A convenção do PSDB-MG será realizada, em Belo Horizonte, das 12 às 18 horas, na Arena do Minas Tênis Clube, no bairro de Lourdes.

Cerca de mil delegados do PSDB-MG elegerão o presidente do Instituto Teotônio Vilela (ITV-MG) e ex-ministro, Pimenta da Veiga, como candidato ao Governo de Minas, e o ex-governador Antonio Anastasia, como candidato ao Senado Federal. O cargo de vice-governador será ocupado pelo deputado estadual Dinis Pinheiro (PP). A chapa é integrada por 20 partidos, aliança denominada Movimento Todos por Minas, maior já vista na história de Minas.

Aécio Neves afirmou que a mobilização dos militantes mineiros será fundamental para a vitória nas eleições deste ano.

“Chegou a hora da largada para a grande vitória em Minas e no Brasil. Vamos estar juntos na convenção que formalizar as candidaturas de Pimenta da Veiga para governo do Estado e de Antonio Anastasia para o Senado. Minas e o Brasil esperam muito da nossa mobilização”, disse Aécio Neves.

O presidente do PSDB-MG, deputado federal Marcus Pestana, afirmou que a convenção estadual do partido será um marco para o futuro de Minas Gerais. Pestana disse que, em 2014, Minas terá uma grande influência na decisão do futuro do Brasil e convocou os militantes do partido de todas as regiões do Estado a participar do encontro que formalizará a chapa tucana para disputar o Governo de Minas.

“Todas as grandes transformações brasileiras passaram por Minas Gerais como os Inconfidentes, o Manifesto dos Mineiros, com Tancredo, Juscelino Kubistchek e Itamar Franco. Muita coisa significativa nasceu aqui e em 2014 não será diferente”, ressaltou.

Votação

Além dos representantes dos diretórios tucanos de todo Estado, têm direito a voto na convenção o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, os 14 deputados estaduais e os sete deputados federais da legenda. Também votam os 101 membros que fazem parte do Diretório Estadual do partido e os tucanos mineiros que fazem parte do Diretório Nacional.

Pela legislação, os partidos políticos têm até o dia 30 de junho para celebrar coligações e escolher candidatos – e respectivos suplentes – para concorrer às eleições de outubro. O prazo final para registro das candidaturas e chapas é o dia 5 de julho.

Convenção Nacional

A convenção nacional do PSDB para escolha do senador Aécio Neves como candidato a presidente da República será realizada no dia 14 de junho, em São Paulo. Será no Pavilhão Azul do Expo Center Norte (Rua José Bernardo Pinto, 333), Vila Guilherme, das 9 às 14 horas.

Em Campo Grande, Aécio destaca crescimento do desejo dos brasileiros por mudanças

Foto George Gianni/PSDB
Foto George Gianni/PSDB

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, afirmou nesta sexta-feira (06/06), em entrevista coletiva em Campo Grande (MS), que cresce no Brasil o desejo de mudanças na administração pública. O pré-candidato do PSDB à Presidência da República criticou o governo federal por falhas na infraestrutura e disse que o PSDB representa para o Brasil a realização de mudanças com a segurança de que as conquistas dos brasileiros estarão garantidas.

“Há um vento mudancista no Brasil e também aqui no Mato Grosso do Sul. E, mudar, para nós, não é uma página solta. É apresentar um projeto com consistência. É o que queremos fazer para o Brasil e é o que Azambuja está fazendo para o Mato Grosso do Sul”, disse Aécio, referindo-se ao deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB-MS), pré-candidato tucano ao governo do estado.

O senador afirmou que o Mato Grosso do Sul é um dos estados mais prejudicados pelas falhas da gestão petista, por conta da fraca vigilância nas fronteiras e pela insuficiente rede de infraestrutura, essencial para escoamento da produção do agronegócio. Continuar lendo

ITV: O Brasil em desalento

itv-logo534

Os brasileiros têm motivos de sobra para estar insatisfeitos com o país. Nova pesquisa do Datafolha indica que o pessimismo bate recorde entre um povo reconhecido pelo seu otimismo empedernido. Teme-se a inflação e o desemprego; pede-se mudança já. E isso não é “canalhice”, como acusa Lula, falastrão como sempre. É a mera constatação de que o rosário de compromissos não cumpridos torna a vida cada vez mais difícil no Brasil, analisa o Instituto Teotônio Vilela (ITV), órgão de estudos e formação política ligado ao PSDB. Confira íntegra da Carta de Formulação e Mobilização Política divulgada nesta sexta-feira (06/06).

Continuar lendo

Datafolha: Dilma e Eduardo caem, Aécio fica estável

Uma pesquisa do instituto Datafolha, divulgada nesta sexta-feira (06/06), mostra que os candidatos Dilma Rousseff (PT) e Eduardo Campos (PSB) tiveram queda na intenção de voto, ao passo que Aécio Neves (PSDB) manteve-se estável, considerando-se a margem de erro do levantamento.

A presidente da República caiu três pontos, passando de 37% para 34%. O ex-governador de Pernambuco perdeu quatro pontos percentuais, de 11% para 7%.

Dentre os primeiros colocados, o ex-governador de Minas e senador Aécio Neves foi o único a permanecer no mesmo patamar de intenção de voto, indo de 20% para 19%, oscilando um ponto para baixo, dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais.

Com 7%, Eduardo Campos entrou em situação de empate técnico com o Pastor Everaldo (PSC), que tem 4% das intenções de voto. A queda de Eduardo Campos de 11 para 7 pontos percentuais neste levantamento do Datafolha, equivale a uma redução de 36,4% da preferência dos eleitores. Entre fevereiro e junho, a queda de Dilma foi de 10 pontos, de 44% para 34%.

Para o segundo turno, está bem menor a diferença entre Dilma e Aécio, tendo passado de 11 pontos percentuais para oito pontos percentuais. A variação foi de 47% para 46%, no caso de Dilma, e de 36% para 38%, no caso de Aécio, portanto três pontos percentuais a menos.

O “Painel” da Folha de São Paulo, uma das colunas mais lidas da imprensa brasileira, informa que Aécio “está conseguindo se identificar como o candidato da oposição”. A coluna explica o seguinte: “Entre os eleitores que consideram o governo Dilma ruim ou péssimo, as intenções de voto em Aécio subiram de 27%, há dois meses, para 31%. No mesmo grupo dos insatisfeitos com a presidente, a fatia que prefere Campos minguou de 15% para 10%”. O “Painel” conclui também que o movimento de Eduardo para se distanciar de Aécio pode, na verdade, estar ajudando o tucano.

A pesquisa se deu de 3 a 5 de junho, com uma margem de erro máxima de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o nº BR-00144/2014.

datafolha