Anastasia é melhor avaliado que Dilma

A-POPULARIDADE-ANASTASIA-E-DILMAO governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), é melhor avaliado pela população do que a presidente da República, Dilma Rousseff, do PT, de acordo com pesquisa CNI-Ibope divulgada na última sexta-feira (13/12). Para 49% dos entrevistados, Anastasia faz um governo ótimo ou bom, enquanto 43% dizem o mesmo sobre Dilma.

Além disso, a CNI-Ibope mostrou que 63% dos mineiros disseram aprovar a maneira de governar de Antonio Anastasia, e 60% dos entrevistados afirmaram que confiam na pessoa do governador mineiro. Em um e outro desses quesitos, Anastasia também está à frente de Dilma, que tem, respectivamente 56% e 52%.

Em Minas, a avaliação positiva de Anastasia subiu 13 pontos percentuais em relação a julho deste ano, quando 36% dos mineiros avaliavam seu governo como ótimo ou bom. O governador de Minas é o quarto mais bem avaliado do Brasil, e tem a melhor colocação entre os governadores do Sudeste, ao lado do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande. Em todos os itens, ele aparece muito acima da média do conjunto dos governadores brasileiros.

Pela primeira vez, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) encomendou ao Ibope a avaliação da presidente e de todos os governadores brasileiros ao mesmo tempo, o que permitiu fazer a comparação.

PSDB lança bases de nova agenda para o Brasil

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), apresentará, nesta terça-feira (17/12), em Brasília, as bases da nova agenda que o PSDB proporá para o Brasil.

O documento reúne temas e ideias discutidos nos encontros regionais do partido e será levado para debate com a sociedade.

O lançamento será às 14h30, no Auditório Nereu Ramos, anexo II da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).

Local: Auditório Nereu Ramos – Câmara dos Deputados – Anexo II – Brasília
Data: 17-12-13
Hora: 14h30

Assistência social é dever do Estado e direito do cidadão, destaca Eduardo Barbosa em sessão solene

Eduardo Barbosa (PSDB-MG)
Eduardo Barbosa (PSDB-MG)

Durante sessão solene em homenagem aos 20 anos da Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), o deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG) ressaltou as conquistas alcançadas com a norma. “A Loas tem um significado que foi assimilado pelo Estado brasileiro e que a militância não se cansa de fortalecer: assistência social é dever do Estado e direito do cidadão”, afirmou. A Câmara realizou a reunião nesta segunda-feira (16) a pedido do tucano e da deputada Fátima Pelaes (PMDB-AP).

Para Eduardo Barbosa, a Loas foi promulgada graças à dedicação de inúmeras pessoas que se debruçaram num único propósito: aquecer a estrutura legal brasileira e dar visibilidade a um segmento da sociedade que vivia à margem do direito. Desafios como o cumprimento das diretrizes da descentralização e os entraves de financiamento não impediram que a lei se tornasse realidade. “É imperativo sermos fiéis à história e reconhecer que, desde a entrada em vigor da Loas, o esforço para a sua implementação foi permanente, tanto dos governos como das entidades da sociedade civil”, disse. Continuar lendo

A inflação do airbag

itv-logo534

É simbólico que o governo Dilma encerre o ano recorrendo até a airbag de automóvel para segurar a inflação. É a melhor tradução da falta de controle que a gestão petista tem sobre a evolução dos preços no país. Agora, até a segurança dos motoristas é rifada em nome de uma estabilidade que, hoje, só existem à custa de muita maquiagem e manipulações. Inflação baixa só é mérito se, de fato, refletir a realidade. Não é o que ocorre hoje no Brasil, aponta a Carta de Formulação e Mobilização Política do Instituto Teotônio Vilela (ITV) desta segunda-feira (16/12). Confira: Continuar lendo

As políticas sociais do governo e seus resultados, por Marcus Pestana

Artigo do deputado federal Marcus Pestana, presidente do PSDB-MG, publicado no jornal O Tempo – 16/12/13

O Brasil avançou muito nas últimas duas décadas no combate à pobreza e na promoção da cidadania. Mas os indicadores da qualidade da educação pública ainda são inaceitáveis, a violência campeia na juventude que mora na periferia das grandes cidades, os empregos criados, em sua esmagadora maioria, são na faixa inferior a dois salários mínimos e a desigualdade social brasileira ainda é uma das maiores do mundo.

O fim da inflação, que transformava o orçamento familiar em peça de humor negro, e a construção da rede de proteção social a partir da Constituição de 1988 são um bom ponto de partida. Mas estão longe de ser um confortável ponto de chegada.

Minas Gerais tem um cenário desafiador. São 20 milhões de brasileiros, espalhados em 853 municípios, em um território do tamanho da França, com desigualdades regionais que fazem de Minas uma síntese nacional. Continuar lendo

Aécio Neves: Para mudar o Brasil

Artigo do presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), publicado no jornal Folha de S.Paulo – 16/12/13

O PSDB apresenta amanhã, em Brasília, as primeiras ideias colhidas em encontros regionais, que, acreditamos, podem representar as bases de uma nova agenda para o Brasil.

Não se trata de um diagnóstico técnico ou um programa de governo, mas de reivindicações, cobranças, expectativas e sentimentos vindos dos quatro cantos do país, que constituem pontos de partida para o aprofundamento do diálogo com os brasileiros.

Nesse tempo, fomos honrados com a preciosa interlocução de cidadãos, profissionais e militantes das mais diversas causas. E mergulhamos em alguns dos grandes desafios das regiões. Constatamos que as urgências de dez anos atrás permanecem as mesmas de hoje. E vimos surgir novos desafios. Continuar lendo