Aécio Neves: PSDB lançará agenda do futuro

Em evento com mais de 700 lideranças em Presidente Prudente, Aécio Neves destaca importância da discussão sobre propostas e desafios para as próximas gerações. Foto George Gianni
Em evento com mais de 700 lideranças em Presidente Prudente, Aécio Neves destaca importância da discussão sobre propostas e desafios para as próximas gerações. Foto George Gianni

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, anunciou, neste sábado (26/10), que o partido lançará até o final do ano uma agenda para o futuro, contendo propostas e desafios a serem superados pelo Brasil nas próximas décadas. A declaração foi dada durante encontro em Presidente Prudente com mais de 700 lideranças políticas de 62 municípios da região do Oeste de São Paulo, entre prefeitos e vices, vereadores, além de militantes e apoiadores.

“O PSDB está construindo essa nova agenda. Até o final do ano, pretendemos lançar aquilo que vou chamar de agenda para o futuro, com os novos desafios para o Brasil para as próximas décadas. Até porque, acho bom registrar,  a agenda que está hoje em curso no Brasil foi a proposta pelo PSDB lá atrás. A agenda da estabilidade monetária, da Lei de Responsabilidade Fiscal, dos programas de transferência de renda, da modernização da nossa economia, com a privatização de determinados setores. O PT não inovou, não trouxe uma nova agenda. Na verdade, enquanto acompanhou a agenda do PSDB, veio bem. Depois que a abandonou, sobretudo do ponto de vista macroeconômico, as coisas começaram a piorar”, afirmou Aécio em discurso aplaudido pelas lideranças municipais.

‘Minha Casa’ não tem nem porta em Uberlândia

O Ministério Público Federal ajuizou na cidade mineira de Uberlândia uma ação que envolve oito conjuntos residenciais com 3.632 imóveis do programa ‘Minha Casa, Minha vida’. As residências foram entregues aos compradores com defeitos que não ornam com a propaganda governamental.

Faltavam nas casas equipamentos como portas, fiação elétrica, pias e vasos sanitários. Sobravam rachaduras, infiltrações e vazamentos.

Leia matéria completa no Blog do Josias, do jornalista da Folha de S.Paulo, Josias de Souza

Problemas com as moradias entregues pelo programa Minha Casa Minha Vida não são novidade. O último deles foi verificado semana passada, em Vitória da Conquista (BA), quando a presidente participou de evento para entrega de 1.740 unidades. Parte das casas, porém, mesmo já com os novos moradores, não tinha luz e água encanada. É a pressa da candidata Dilma Rousseff.

Leia também Ministério Público Federal investigará uso de critério político para o “Minha Casa Minha Vida”

casa

Escândalo: Enquanto lucro da Petrobras cai 45%, empresa faz contrato recorde de publicidade

O lucro da Petrobras no terceiro trimestre alcançou R$ 3,395 bilhões, uma queda de 45% em relação ao trimestre anterior e de 39% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo balanço divulgado pela empresa nesta sexta-feira (25). Neste mesmo dia, o Meio e Mensagemveículo especializado na área publicitária, traz reportagem informando que a empresa vai licitar um contrato recorde de publicidade, no valor de R$ 330 milhões. E ela pode renovar o contrato com as agências vencedoras por até cinco anos. A verba atual que a Petrobras gasta em publicidade já é de R$ 250 milhões anuais.

Fragilizada pela política de controle de preços dos combustíveis que a gestão do PT lhe impôs a fim de segurar a inflação, a Petrobras tornou-se hoje a empresa mais endividada do mundo, de acordo com relatório do Bank of America Merril Lynch divulgado semana passada pelo jornal O Estado de S.Paulo. Mesmo com esse cenário preocupante, o Governo Dilma aumenta o gasto com publicidade da empresa demonstrando, mais uma vez, que seu governo privilegia o marketing.

Leia matéria matéria no G1 Lucro da Petrobras cai 45% no 3º trimestre e alcança R$ 3,4 bilhões

Ao fazer um pronunciamento da tribuna do Senado na última terça-feira (22/10) sobre o resultado do leilão do campo de Libra, do pré-sal, o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), reiterou preocupação com a saúde financeira da Petrobras. Para ele, essa é uma questão extremamente grave, porque a Petrobras está pagando o preço pela má condução da política econômica do PT, que levou ao recrudescimento da inflação.

Aécio afirmou que a partir de uma ação do governo junto à Petrobras, pelo controle do preço da gasolina, a empresa perde valor de mercado, perde competitividade e agora é sangrada pela necessidade de fazer investimentos para os quais ela não se preparou ou o governo não deixou que se preparasse.

Apesar de estar com o caixa enfraquecido, a Petrobras terá de pagar R$ 6 bilhões daqui a 30 dias. O valor é equivalente a 40% do bônus de assinatura pela exploração de Libra.  “Precisamos reestatizar a Petrobras, entregar novamente a Petrobras aos brasileiros e aos seus interesses”, ressaltou o senador Aécio Neves.

Leia também PSDB quer entregar a Petrobras aos brasileiros, tirando-a das garras de um partido político, diz Aécio