Governo Anastasia entrega 250 veículos para transporte escolar

Governo Anastasia investiu R$ 34,8 milhões na aquisição dos veículos, que beneficiarão cerca de 14.500 alunos da rede pública de ensino.
Governo Anastasia investiu R$ 34,8 milhões na aquisição dos veículos, que beneficiarão cerca de 14.500 alunos da rede pública de ensino. Foto Wellington Pedro/Imprensa MG

Estudantes da rede pública de ensino de 250 municípios de Minas Gerais terão mais segurança, conforto e facilidade no deslocamento até as escolas. Nesta quinta-feira (03/10), o governador Antonio Anastasia entregou, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, em Belo Horizonte, 250 ônibus, cada um com capacidade de conduzir 29 estudantes, para o transporte escolar de cerca de 14.500 alunos. O Governo de Minas investiu R$ 34,8 milhões na aquisição desses veículos.

“É interessante observar que, até alguns anos atrás, transporte escolar era coisa inexistente. As crianças e os jovens que residiam nas zonas rurais dos municípios iam para a escola a pé, de bicicleta, em carroça, em lombo de cavalo, de burro, de qualquer forma, mas não iam de transporte escolar. Felizmente, assim como em outras áreas, conseguimos avançar e avançamos também no transporte escolar. Ao longo dos últimos anos, houve uma preocupação imensa de nosso governo, desde os tempos do governador Aécio Neves, e continuado na minha gestão, de fazermos os convênios com os municípios. Inclusive, ao longo dos últimos anos, aumentando o valor relativo ao repasse do transporte escolar”, destacou o governador. Continuar lendo

Marcus Pestana critica Congresso por falta de consenso sobre reforma política

O deputado federal Marcus Pestana (PSDB-MG) subiu o tom de suas críticas ao Congresso em relação à falta de consensos sobre a reforma política. No fim da tarde de quarta-feira (2/10), partidos da base aliada liderados pelo PT conseguiram impedir a votação na Câmara dos Deputados da chamada minirreforma eleitoral. Com isso, não haverá mudanças na legislação para serem aplicadas nas eleições de 2014.

Diante desse fato, no Plenário, o tucano criticou a incapacidade de negociação e diálogo dos parlamentares: “Parece que as posições estão em clima de ‘Grenal’ e ‘Flaflu’. A política é diálogo. Ulysses Guimarães dizia que a matéria prima da política é a saliva. É impressionante a mistificação do tema,” afirmou Pestana. Segundo ele, a denominação “minirreforma” é infeliz, já que estavam em pauta “pequenos ajustes na legislação eleitoral”.

Marcus Pestana destacou o trabalho do relator da Comissão Especial da Reforma Política, deputado Henrique Fontana (PT-RS), que se reuniu durante um ano e meio com um grupo de deputados – do qual ele fez parte – para construir uma proposta. “A reforma política não sai por preguiça não, nem por falta de trabalho. É porque as divergências são reais, substantivas. Os temas são polêmicos, os interesses são múltiplos. Ela não sai porque o impasse é real,” ressaltou.

Para finalizar, pediu aos colegas: “vamos retomar o bom senso, o diálogo e o equilíbrio. Essa discussão é eivada de mistificações e de equívocos”.

Assista ao vídeo

Licitação para obras nas estradas federais não avança e governo do PT quer pedágio 100% mais caro

O processo de concessões de rodovias já foi iniciado pelo governo federal do PT, mas obra nas estradas que é bom ninguém vê. Isso porque várias tentativas de licitação já fracassaram e tantas outras estão sendo adiadas. É o que aconteceu com as BRs 101, 116, 153 e 262. Nesta semana, o ministro dos Transportes, César Borges, anunciou que a concessão para essas quatro rodovias, previstas inicialmente para este ano, será arrastada para 2014, conforme divulgou o jornal O Tempo.

Enquanto o governo do PT insiste em arrastar prazos e não tirar as obras do papel, milhares de motoristas colocam suas vidas diariamente em risco nas estradas federais que cortam o país. Em Minas, a situação também é caótica. Há anos, a população aguarda pela tão necessária duplicação da BR-381, conhecida pelos mineiros como Rodovia da Morte devido às inúmeras vidas que foram perdidas no trecho que liga Belo Horizonte a Governador Valadares. Isso sem falar na BR-040, na BR-262, na BR-116 e tantas outras que cortam o Estado e clamam por investimentos.

Pedágio 100% mais caro

Em duas dessas rodovias, a BR-040 e a BR-116, o governo federal poderá elevar em quase 100% o teto das tarifas prevista para pedágio, segundo informou o jornal Folha de S.Paulo. Na primeira tentativa de licitação para essas estradas federais, o governo tinha estipulado tarifas de R$ 4,95 (BR-040) e R$ 6,27 (BR-116). Esse leilão fracassou em janeiro deste ano e, agora, o governo lançou uma consulta pública onde prevê tarifas bem mais elevadas, de R$ 7,38 e R$ 12,31, respectivamente.

“A consulta pública feita pelo governo federal nos impressiona, e impressiona mal”, afirmou o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Bonifácio Mourão (PSDB). Segundo ele, o que mais assusta é a forma como o governo está agindo, ao querer quase dobrar o valor do pedágio na BR-116. “Quem vai pagar isso é o consumidor, aquela pessoa que está colocando em risco sua vida todas as vezes que está nas estradas federais brasileiras”, alertou.

Para Bonifácio Mourão, a falta de planejamento do governo para ampliar e recuperar as estradas do Brasil é cada vez mais preocupante. “Nós precisamos da duplicação da BR-116, das melhorias na BR-040, assim como também precisamos da duplicação da BR-381. Mas pagar pedágio dessa forma? Com aumento de praticamente 100%? O consumidor não merece isso.”

Fonte: Minas Transparente

Economia instável gera incerteza recorde entre analistas

O momento instável da economia brasileira tem gerado incertezas entre os analistas. Reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quinta-feira (3) mostra que projeções feitas pelo mercado financeiro para o crescimento do PIB nos próximos anos registram resultados bem diferentes entre si, em uma escala de divergências que não ocorria no país desde 2002, às vésperas da eleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Para 2014, analistas apresentaram previsões de crescimento que variam entre 0,5% e 3,7%. Já em relação a 2015 a distância é ainda maior: há expectativas de crescimento de 0,5% e de 4,5%.

O deputado federal Valdivino de Oliveira (PSDB-GO) afirmou que a situação não é surpreendente e que mostra um cenário conhecido pelo setor produtivo brasileiro. “Estamos acostumados a ver o governo fazendo previsões otimistas e depois a realidade se mostrando de outra forma. A incerteza é algo que se tornou típico”, disse.
De acordo com o parlamentar, que é membro da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara, o estágio de dúvida permanecerá enquanto o governo não conseguir convencer o empresariado de que o Brasil é um bom lugar para investir.

E, segundo o deputado, o excesso de intervencionismo na economia praticado pelo governo do PT não colabora para a situação.

“O governo intervém de vários modos na economia, desde controlando excessivamente a taxa de câmbio até segurando os preços”, apontou.

Fonte: Site PSDB

Estagnação da indústria em agosto indica PIB mais fraco

A indústria brasileira não saiu do lugar em agosto. Dados do IBGE mostram que, após recuar 2,4% em julho, a produção industrial ficou estagnada no oitavo mês do ano no comparativo com o mês anterior. Já em relação a agosto de 2012, houve queda de 1,2%.

Os números foram divulgados pelo jornal O Globo.

O levantamento reforça a previsão de analistas de um PIB ruim no terceiro trimestre, entre um crescimento negativo de 0,5% e uma alta de apenas 0,2%. Continuar lendo

Luislinda Valois, primeira juíza negra do Brasil, filia-se ao PSDB

Foto George Gianni
Foto George Gianni

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, chancelou hoje (03/10) a filiação da desembargadora aposentada Luislinda Valois ao PSDB. Luislinda, nascida na Bahia, foi em 1984 a primeira juíza negra do Brasil. Participaram do ato de filiação a presidente do PSDB Mulher, Solange Jurema, e o presidente do Tucanafro, Juvenal Araújo, entre outras lideranças.

“Sempre me voltei para a luta das minorias, das pessoas que precisam de mim. Não deixo meus direitos passarem em branco. Vou buscar sempre. Meus pais, um motorneiro e uma costureira, foram pessoas fantásticas que sempre lutaram pela educação. E é pela educação que vou lutar, porque com educação a gente chega longe”, disse Luislinda na cerimônia de filiação.

Minas lidera ranking nacional de saneamento básico, aponta o Instituto Trata Brasil

Uberlândia obtém primeiro lugar geral no país; nove municípios mineiros estão entre os 50 com a melhor prestação de serviços de saneamento

Publicado na Agência Minas

Os municípios mineiros obtiveram posição de destaque entre as cidades com as melhores condições de saneamento básico em todo o Brasil – incluindo o primeiro lugar geral. Os dados fazem parte de um amplo levantamento realizado pelo Instituto Trata Brasil. No total, nove municípios mineiros estão entre as 50 cidades brasileiras com a melhor prestação de serviços públicos de saneamento. O grande destaque é Uberlândia, no Triângulo Mineiro, que lidera o ranking nacional, de acordo com a pesquisa. Continuar lendo