Petistas mineiros se omitem na cassação de Natan Donadon

O PSDB de Minas Gerais lamenta o resultado da votação, na Câmara dos Deputados, que impediu a cassação do deputado Natan Donadon.

Veja fala do presidente do PSDB, senador Aécio Neves

É lamentável que os parlamentares do PT de Minas, Odair Cunha, Wellington Prado e Miguel Corrêa, não tenham comparecido à votação, apesar de presentes no Congresso.

A ausência em votações desta importância só é justificada em casos especiais como do deputado federais Sérgio Guerra, que se encontrava em tratamento de saúde, e do deputado federal Marcus Pestana, que estava ao lado de seus familiares no sepultamento do seu cunhado em Juiz de Fora.

O PSDB estuda entrar com ação judicial contra o procedimento adotado pela Mesa Diretora da Câmara para a votação da cassação do mandato do deputado Natan Donadon. Leia matéria do PSDB

Encontro reúne Aécio Neves e bancada tucana em São Paulo

Foto George Gianni
Foto George Gianni

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, participou como convidado, nesta quinta-feira (29/08), de encontro com a bancada estadual do PSDB-SP. O almoço reuniu o presidente do diretório estadual, deputado federal Duarte Nogueira, e 18 dos 22 deputados estaduais tucanos.

Aécio Neves falou sobre a importância da unidade do PSDB, lembrou a fundação e a história do partido e homenageou líderes tucanos, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, os ex-governadores Mário Covas e Franco Montoro, o governador Geraldo Alckmin e o ex-presidente nacional do partido e ex-governador José Serra. Continuar lendo

Aécio Neves: “Lamento profundamente a decisão da Câmara”

Aecio Neves

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), lamentou a não cassação do mandato do deputado federal Natan Donadon (Sem partido-RO).

O deputado, condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por desvio de recursos públicos, cumpre pena no presídio da Papuda, em Brasília.

“O voto do eleitor, este sim, deve ser secreto. Para preservar a liberdade do eleitor de fazer opções, sem qualquer tipo de coação. Mas ontem [quarta-feira, 28], vimos a demonstração cabal e definitiva de que o voto para este tipo de decisão tinha de ter sido aberto”, disse o tucano, em entrevista coletiva, nesta quinta-feira (29).

O pedido de cassação de Donadon foi a plenário na noite desta quarta-feira. Não alcançou o mínimo de 257 votos: recebeu aprovação de apenas 233 parlamentares.

Na entrevista, Aécio Neves também abordou outros temas, como a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e orçamento, orçamento impositivo e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Confira os principais pontos da entrevista coletiva do senador Aécio Neves:

Objeto desconhecido

Continuar lendo

PSDB irá ao STF contra rito que manteve mandato de deputado condenado e preso

Carlos Sampaio

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), irá protocolar, na tarde desta quinta-feira (29), mandado de segurança junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra o procedimento adotado pela Mesa Diretora da Câmara para a votação da cassação do mandato do deputado Natan Donadon (sem partido-RO).

Na ação, Sampaio argumentará que a perda de mandato de parlamentares condenados é automática e nem deveria ter sido apreciada pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e pelo plenário da Câmara.

“O STF já definiu que cabe à Câmara a última palavra no caso da perda de mandato de parlamentares condenados. E tendo ela essa prerrogativa, cabe-lhe apenas declarar a cassação e não colocar em votação. O rito adotado foi equivocado e abre um precedente perigoso, já que a Câmara está na iminência da discussão da perda do mandato dos mensaleiros”, disse.
Continuar lendo

Chesf só investiu 33% dos recursos previstos para 2013

Publicado no site Contas Abertas

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), que atua no setor de energia em todo o Nordeste, com exceção do estado do Maranhão, só investiu até o mês de julho R$ 651,1 milhões dos R$ 2 bilhões autorizados para o ano, o que equivale a 33% do total.

Das 15 iniciativas sob responsabilidade da companhia, apenas a ação de “Manutenção e Adequação de Bens Imóveis” recebeu mais de 50% dos investimentos previstos para 2013.  Ações de ampliação, reforços e melhorias no sistema de transmissão de energia elétrica da região atendida, por exemplo, receberam aplicações inferiores a 30% do total previsto.

Continuar lendo

Tucanos classificam de vergonhosa decisão sobre Donadon e cobram urgência no voto aberto

camara

A Câmara dos Deputados manteve o mandato do deputado Natan Donadon (PMDB-RO), preso há dois meses na penitenciária da Papuda, em Brasília, por peculato e formação de quadrilha. Apesar dos apelos de deputados do PSDB, o pedido de cassação foi a plenário e não alcançou o mínimo de 257 votos: recebeu aprovação de apenas 233 parlamentares. Foram 131 votos contrários e 41 abstenções.Tucanos classificaram o resultado como uma vergonha para o Parlamento e exigiram urgência no fim do voto secreto.

“Não tenho palavras para expressar minha indignação com a postura da Câmara que, inexplicavelmente, deixou de cassar um deputado condenado pelo STF a 13 anos de prisão! O PSDB votou pela cassação, mas, mais uma vez, muitos parlamentares se esconderam sob o manto do voto secreto e curvaram-se diante de um criminoso! Que vergonha!”, apontou o líder tucano na Casa, Carlos Sampaio (SP).

O presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), esperou até as 23 horas para concluir a votação. Por diversas vezes, ele pediu que os parlamentares presentes na Casa registrassem o voto. O deputado Domingos Sávio (PSDB-MG) também fez um apelo pedindo a participação dos deputados. “Corremos o risco da desmoralização dessa Casa pela ausência. O PSDB já manifestou seu entendimento de que ele já devia estar considerado cassado”, sugeriu.

Donadon foi preso em junho após ser condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por peculato e formação de quadrilha. O Ministério Público Federal acusou o deputado de liderar uma quadrilha que desviava recursos da Assembleia Legislativa de Rondônia. Feitos entre 1995 e 1998, os desvios somariam R$ 8,4 milhões. O presidente da Câmara decidiu afastar o parlamentar devido à impossibilidade de ele exercer suas atribuições e convocou o suplente enquanto Donadon estiver na prisão.

Leia matéria completa no Diário Tucano

Para deputados, novo apagão no Nordeste é fruto da má gestão do governo petista no setor elétrico

Dep. Rodrigo de Castro: “Herança do PT é o desmantelamento do setor energético"
Dep. Rodrigo de Castro: “Herança do PT é o desmantelamento do setor energético”

Um novo apagão deixou capitais do Nordeste às escuras por mais de três horas nesta quarta-feira (28). Apesar de o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, ter atribuído o blecaute que atingiu os nove estados da região a uma queimada em fazenda no interior do Piauí, parlamentares do PSDB destacaram a má gestão do setor elétrico e a fragilidade do sistema, além de relembrarem as lambanças do governo Dilma em relação a área.

O deputado Rodrigo de Castro (PSDB-MG) culpou a presidente Dilma pelos inúmeros “incidentes” na área. “A presidente, que já foi ministra de Minas e Energia e chefe da Casa Civil, conseguiu durante todo esse período destruir a Petrobras – hoje um caso de polícia, antes orgulho para todos nós. O setor sucroalcooleiro se encontra em crise completa, e o setor energético foi todo desmontado e as empresas atravessam grandes prejuízos, inclusive a Eletrobrás”, pontuou.

Para o tucano, independentemente dos reais motivos do apagão desta quarta-feira, o governo do PT tem deixado um legado negativo para o país. “Herança do desmantelamento do setor energético, que já passou por uma fase de grande crescimento e hoje se encontra sem saída graças a gestão petista”, lamentou.

Leia matéria completa no Diário Tucano

Governo lusco-fusco: O apagão voltou

itv-logo534

Mais uma vez, uma enorme porção do país ficou às escuras. Mais uma vez, os estados do Nordeste foram as maiores vítimas. Mais uma vez, milhões de brasileiros tiveram suas vidas prejudicadas. Pela nona vez na gestão da presidente Dilma Rousseff, o país afundou num apagão. Até quando vamos continuar convivendo com este governo de lusco-fusco? Leia, abaixo, a análise do Instituto Teotônio Vilela desta quinta-feira.  Continuar lendo

Anastasia fala sobre empreendimentos atraídos para o Vetor Norte da Região Metropolitana de BH

palavra-do-governador1

Anos atrás, quando o Governo de Minas começou a investir fortemente no chamado Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte, pouca gente acreditava que o planejamento poderia dar certo. O Governo do Estado levou grandes vôos nacionais e internacionais para o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, construiu a Cidade Administrativa e investiu na Linha Verde. Diversas outras obras de infraestrutura continuam a ser feitas e o Estado se esforça, ainda, para atrair investimentos privados para a região. Os resultados, pouco a pouco, começam a surgir.

Recentemente, o governador Antonio Anastasia anunciou mais um importante investimento privado para o Vetor Norte da capital: a construção do Fashion City. Os esforços para impulsionar o desenvolvimento econômico na região são o destaque do programa Palavra do Governador desta semana.

“Nós estamos diante de algo que é muito especial na economia brasileira. A ideia do Fashion City, por exemplo, é muito inovadora. A pessoa chega ao aeroporto, visita esse grande centro comercial, de atacado e varejo, faz as suas compras, volta ao aeroporto e vai embora, mas deixa aqui recursos expressivos dessas aquisições. São mais de R$ 140 milhões alocados. Serão 1.500 empregos diretos, mais de 5 mil empregos indiretos e a potencialidade de gerar, de fato, uma grande riqueza”, destaca o governador.

Anastasia explica que, além de um regime tributário diferente para as empresas que se instalarem no empreendimento, que fica em Pedro Leopoldo, o Governo do Estado está liberando crédito financeiro por meio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, o BDMG, e vai ajudar na qualificação da mão de obra. “O Governo de Minas tem um conjunto de medidas para estimular, sempre, a atração de investimentos e a criação de empregos, que estão entre as principais prioridades de nosso governo”, explica.

Continuar lendo