Governador Anastasia encaminha à Assembleia Legislativa projeto de lei de reforma administrativa

O governador Antonio Anastasia encaminhou nesta quarta-feira (28/8) projetos de lei que propõem alterações nas Leis Delegadas nº 174 e 175, de 2007, e Leis Delegadas nº 179 e 180, de 2011, promovendo a extinção, a fusão e o redimensionamento, a partir de 1º de janeiro de 2014, de secretarias estaduais, que passarão de 23 para 17, e de órgãos. A proposta faz parte de um conjunto de medidas administrativas e de racionalização da máquina pública que vai gerar uma economia de R$ 365 milhões para o Estado em 2013 e 2014.

A revisão das despesas de custeio, em andamento, possibilitará uma economia adicional estimada em R$ 700 milhões, totalizando uma redução de gastos de aproximadamente R$ 1,1 bilhão. “As dificuldades econômicas exigem que os governantes busquem soluções adequadas para se adaptarem às novas realidades”, afirmou o governador Anastasia.

Continuar lendo

Secretariado nacional do Tucanafro será fundado oficialmente em novembro com posse da primeira diretoria

Representantes de 22 estados, reunidos em Belo Horizonte, escolheram nova a diretora do futuro Secretariado Nacional da Militância Negra do PSDB, o Tucanafro
Representantes de 22 estados, reunidos em BH, escolheram a nova diretora do futuro Secretariado Nacional da Militância Negra do PSDB, o Tucanafro

O mais novo núcleo temático do PSDB, o Tucanafro, será transformado em secretariado nacional, em novembro deste ano, durante o Congresso Nacional da Militância Negra do PSDB. No encontro, será empossada a primeira diretoria, eleita no último fim de semana em Belo Horizonte, durante o 1º Simpósio da Militância Negra. O presidente será o atual coordenador nacional, Juvenal Araújo.

“Agradeço a escolha feita pelos 22 representantes de estados que participaram do 1º Simpósio Nacional da Militância Negra do PSDB. É uma honra e uma grande responsabilidade estar à frente desse mais novo secretariado nacional do partido. Por meio do Tucanafro, o PSDB aponta por mudanças e vai mostrar caminhos para que o nosso partido seja vanguarda e garanta a inserção política, econômica e social da população negra”, afirmou Juvenal que também é presidente do Tucanafro de Minas Gerais. Continuar lendo

Tucanos questionam montadoras sobre investimentos em inovação tecnológica

Dep.Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). Foto Antonio Augusto/Ag.Câmara
Dep.Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). Foto Antonio Augusto/Ag.Câmara

Representantes da indústria automotiva no Brasil explicaram aos parlamentares da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI), nesta quarta-feira (dia 28), os investimentos que o setor tem promovido em inovação tecnológica. O colegiado é presidido pelo deputado federal Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que atendeu a requerimento do deputado Bruno Araújo (PSDB-PE).

Os congressistas questionaram as montadoras quanto ao Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores (INOVAR), o qual, em contrapartida aos benefícios concedidos, cobrou das empresas mais segurança e economicidade nos veículos.

“Será que a indústria realmente cumpriu o que foi acertado no projeto? No ano passado, nós vimos muitos incentivos, sobretudo via isenção de IPI. Mas, e a qualidade dos carros, evoluiu na mesma medida?”, perguntou Abi-Ackel.

Primeiro a falar, o Diretor de Assuntos Governamentais da Volkswagen do Brasil, Antonio Megale, lembrou que o país, embora seja o 4º mercado consumidor de automóveis do mundo, ocupa apenas a 7ª posição na lista dos maiores produtores. De acordo com ele, essa situação está se invertendo devido à maior qualificação da mão de obra local.

“Com o desenvolvimento tecnológico, vamos conseguir colocar nossos produtos no padrão mundial. Na questão da segurança, por exemplo, já avançamos muito. A partir do ano que vem, todos os veículos terão de sair de fábrica com ABS e Air-bag. Tudo isso só é possível porque direcionamos recursos à pesquisa científica”, declarou Megale.

Já o Gerente de Relações Governamentais da Caoa-Hyundai, Pedro Sacramento, afirmou que os investimentos da empresa têm levado o desenvolvimento a localidades brasileiras distantes dos grandes centros. Ele dá como exemplo a cidade de Anápolis, no interior de Goiás, que abriga uma fábrica da montadora sul-coreana.

“Necessitamos de mais incentivos regionais para que, acabando com essa concentração industrial, possamos espalhar pelo Brasil mais emprego e renda”, reclamou Sacramento.

Por fim, o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e Diretor de Assuntos Institucionais da General Motors do Brasil, Luiz Moan, lembrou que a indústria automotiva do Brasil tem um histórico de inovação.

“Nós temos o exemplo do Proálcool, uma nova tecnologia produzida a partir da parceria do setor privado com universidades e o governo. Agora, numa visão de longo prazo, temos de buscar essa mesma participação na criação de veículos híbridos e elétricos”, enfatizou.

Para o deputado federal Bruno Araújo, apesar dos esclarecimentos prestados pelas montadoras, falta uma maior proximidade desse setor com o Congresso Nacional. “Mas, sabemos que ainda é cedo para cobrar a contrapartida em relação aos incentivos criados, porque temos consciência que o processo leva um tempo de maturação”.

Fonte: Assessoria de Imprensa do deputado Paulo Abi-Ackel

ITV: Em lugar do apreço a valores éticos, o governo petista exercita a truculência

itv-logo534

A reação do governo Dilma à transferência do senador boliviano Roger Pinto Molina por um diplomata brasileiro e o tratamento desigual dispensado pela gestão dela aos médicos cubanos que virão servir no país reforça a distância entre as pregações e a prática do PT. Em lugar do apreço a valores éticos e morais universais, o governo petista exercita a truculência, alerta a Carta de Formulação e Mobilização Política do Instituto Teotônio Vilela, órgão de estudo do PSDB. Entre as palavras e a realidade, vai a amplidão que separa o céu do inferno. Confira Continuar lendo