PSDB lança vídeo explicativo sobre redução de impostos da cesta básica

A Executiva Nacional do PSDB lançou um vídeo explicativo sobre a iniciativa do partido de zerar impostos da cesta básica. Na última semana, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou emenda do líder do partido na Casa, Bruno Araújo (PE), à MP 563/12 que dá isenção fiscal de PIS, Cofins e IPI para os alimentos da cesta. A proposta foi acatada por unanimidade e seguiu para apreciação no Senado.

A emenda tucana proporcionará economia e alívio no orçamento de milhões de brasileiros. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), os mais pobres destinam mais de dois terços de sua renda para a compra de comida. Como aponta o vídeo, estudos preliminares indicam desconto de R$ 28 na cesta. O alívio chega em boa hora: o preço dos itens da cesta básica subiu em 14 das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em junho.

Fonte: Diário Tucano

PSDB quer investigação de blogs financiados com dinheiro público

Deputado Rodrigo de Castro (PSDB-MG): Não concordamos com verba pública sendo destinada a abastecer instrumentos de política partidária

O PSDB apresenta, nesta segunda-feira (23), representação junto à Procuradoria Geral Eleitoral (PGE) solicitando investigações sobre o patrocínio de empresas públicas a sites e blogs caracterizados por elogios excessivos ao PT e ao governo federal e por ataques à oposição. Caixa Econômica Federal, Petrobras, Ministério da Saúde e outros órgãos estão entre os patrocinadores apontados pela representação produzida pelo departamento jurídico do partido.

O presidente da legenda, deputado Sérgio Guerra (PSDB/PE), afirma que a “parceria” entre estatais e blogs destinados a promover o governo e atacar a oposição é um atentado à democracia brasileira. “Esses blogs financiados com dinheiro público tornaram-se meras extensões do governo e de suas campanhas”, diz. “De certo modo, isso é coerente com o que tem sido feito no Brasil – a mistura entre o estatal e o partidário.”

A avaliação é que sites e blogs elencados no documento tornaram-se “centrais de coação e difamação das instituições democráticas” e instrumentos ilegais para propaganda eleitoral. A representação destaca que conteúdos veiculados nos sites contestam a legitimidade do Supremo Tribunal Federal (STF) para julgar os acusados pelo Mensalão.

Outro ponto ressaltado é a articulação de blogueiros para apoio a candidaturas do PT antes do início do prazo legal para as campanhas eleitorais. “O financiamento público de organizações, blogs e sites cuja especialidade tem se mostrado na coação e difamação de instituições democráticas configura ato de improbidade administrativa contra os princípios da administração pública da honestidade, imparcialidade, legalidade e lealdade às instituições”, aponta.

Para o secretário-geral do PSDB, deputado Rodrigo de Castro (PSDB-MG), a contestação à ação dos sites e blogs abastecidos com dinheiro público não pode ser confundida com um ataque à liberdade de expressão. “Cada um é livre para fazer um blog e expressar suas opiniões. O que não é aceitável é a criação de sites financiados com dinheiro público e direcionados para falar bem ou mal de determinadas pessoas. Não concordamos com verba pública sendo destinada a abastecer instrumentos de política partidária”, criticou.

Fonte: Diário Tucano

Para líder do PSDB, apoio da OEA ao Paraguai é constrangedor para o Brasil

Bruno Araújo (PSDB/PE), líder do partido na Câmara. Foto George Gianni

O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Bruno Araújo (PE), afirma que o apoio do Conselho Permanente da OEA (Organização dos Estados Americanos) contra a suspensão do Paraguai do Mercosul causa constrangimento ao Brasil. Para o deputado, a posição da OEA mostra que o governo brasileiro errou ao defender a exclusão do Paraguai do bloco econômico, fato que reforça que a política externa brasileira está contaminada por uma vertente ideológica.

“A decisão da OEA traz desconforto desnecessário ao Brasil, que poderia ser evitado caso a política externa do PT não adotasse viés ideológico. Estamos vendo uma verdadeira partidarização das nossas relações com outras nações, o que compromete a credibilidade do país”, disse. Na sexta-feira (20), o Conselho da OEA mostrou contrariedade à exclusão do Paraguai e disse ser a favor de que o secretário-geral, José Miguel Insulza, prepare o envio de missão de apoio ao vizinho.

Leia matéria completa no Diário Tucano

Junho registra o menor índice de homicídios do ano em Minas Gerais

Minas Gerais registrou, no mês de junho, o menor índice de homicídios de 2012. Em todo o Estado foram 283 ocorrências, número 11% menor que o contabilizado no mês anterior, quando foram registradas 315 ocorrências.  Na comparação com o ano anterior, a partir de uma simulação de dados utilizando a mesma metodologia aplicada aos cálculos neste ano, percebe-se que o mês de junho também foi 15% menos violento em 2012. No ano passado ocorreram 333 ocorrências de homicídios no mês de junho contras 283 registradas em junho deste ano.

Os trabalhos recentes de monitoramento diários dos crimes violentos, por meio do Comitê Interdisciplinar composto pela cúpula da Defesa Social e Ministério Público, com a proposição de metas e intervenções objetivas e de curto prazo são, na avaliação de especialistas em segurança pública da secretaria, os responsáveis pela contenção dos homicídios nos últimos meses do primeiro semestre. Avaliando o gráfico abaixo nota-se que as ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) conseguiram “puxar para baixo” a curva de homicídios, que tendia a crescer nos primeiros meses do ano. Os dados de homicídios de junho são até 17% menores que os registrados no mês de abril (338 homicídios).

Continuar lendo

Destaque na imprensa: Documentos comprovam atrasos em obras de Confins

Publicado no jornal O Tempo – 23/07/12

“Obra vem sendo tocada à base de migalhas”, diz memorando

Em setembro de 2011, começavam as obras de ampliação e modernização do Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins), com previsão de término para dezembro de 2013. Mas, passados dez meses, de todas as intervenções que deveriam estar prontas ou iniciadas até julho deste ano, só o canteiro central está 100% concluído. Por trás do atraso, está a falta do projeto executivo, de responsabilidade da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que ainda não está pronto, o que indica que as obras em Confins não terminarão no prazo prometido.

Continuar lendo

Confira: “Minério, petróleo e os novos inconfidentes”, artigo de Antonio Anastasia

ublicado no jornal Folha de S.Paulo – 22/07/12

Petróleo dá bem mais royalties do que minério. Em 2011, o RJ levou R$ 6,9 bi; MG, só R$ 181 milhões. Mas minério também é finito, também é “safra única”

A Inconfidência Mineira legou aos brasileiros um dos mais vigorosos pilares na formação da nacionalidade. Seus líderes tornaram-se ícones da luta pela liberdade e pela independência. Dessa maneira, é muito apropriado buscar inspiração em 1789 para o movimento Justiça Ainda que Tardia, que lançamos recentemente e cujo nome homenageia a bandeira dos inconfidentes.

Nosso combate de hoje busca maior compensação financeira pela exploração de recursos minerais.

Continuar lendo