Aécio convoca tucanos e aliados em favor de Lacerda e critica intervenção nacional em BH

Aécio: “Não vamos cair na armadilha de trazer 2014 para 2012. O que está em jogo é o futuro das pessoas de BH. Todas as vezes que tentaram interferir na vida dos mineiros, esses foram claramente rechaçados”

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) reuniu, nesta quinta-feira (05/07), as lideranças dos 18 partidos que apoiarão a reeleição do prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda e de seu vice na chapa, o deputado Délio Malheiros (PV). No encontro, o senador destacou a importância da ampla aliança formada em torno da reeleição de Lacerda e criticou a tentativa de federalização da campanha eleitoral da capital mineira. Aécio defendeu que o debate eleitoral ocorra entre os mineiros e em favor da população.

“Queremos municipalizar a disputa de forma muito clara porque não interessa a população de Belo Horizonte qualquer tentativa externa de trazer 2014 para 2012, principalmente pelas mãos de pessoas estranhas a BH, para nossa cidade. Desde a proclamação da República, os mineiros escolheram, eles mesmos, os seus caminhos. E todas as vezes que tentaram interferir na vida dos mineiros, esses foram claramente e, peremptoriamente, rechaçados”, afirmou Aécio.

Ao lado do presidente do PSDB de Minas Gerais, deputado federal Marcus Pestana, e do presidente do PSDB de Belo Horizonte, deputado estadual João Leite, Aécio Neves disse que os tucanos mantiveram uma postura coerente em contraponto à do PT, que rompeu a aliança com o PSB dias depois de anunciar o vice na chapa de Lacerda.

“O que pensávamos há quatro anos, pensamos hoje. Que Márcio é a melhor alternativa para Belo Horizonte. O PT, pelo menos até sábado passado, às 11 horas, parecia pensar da mesma forma. Agora, vai ter algo que vai ser muito curioso. Poucos dias atrás, a presidente da República (Dilma Rousseff) veio a BH e encheu o prefeito de elogios. Um dos maiores prefeitos do Brasil, competentíssimo! Será que ele deixou de ser competente de sábado para cá? Aqueles que levantaram sua mão na convenção de sábado, será que a partir de hoje acham que sua administração deva ser interrompida?”, questionou Aécio.

Continuar lendo

Fundamentais para o crescimento da economia, investimentos continuam em baixa no governo Dilma

Dilma Rousseff quer promover um “choque de investimentos” no país, mas é mais certo dizer que eles estão mesmo é em curto-circuito. “Cada vez mais importantes para evitar um apagão ainda maior da economia brasileira, tais gastos continuam relegados pelo governo petista”, diz a Carta de Mobilização Política desta quinta-feira (5). Como destaca o documento editado pelo Instituto Teotonio Vilela, uma gestão que sequer consegue executar o próprio Orçamento a que se propõe, reduzindo-o a uma peça de ficção, não parece saber aonde quer chegar. Confira abaixo a íntegra:

Continuar lendo

Sugestão de pauta: Anúncio da chapa de apoio à reeleição do prefeito Márcio Lacerda

O senador Aécio Neves reúne-se, nesta quinta-feira (05/07) com os presidentes dos partidos que comporão a coligação de apoio à reeleição do prefeito Márcio Lacerda e concederá entrevista coletiva.

Evento: anúncio da chapa de apoio à reeleição do prefeito Márcio Lacerda.

Local: Sede Estadual do PSDB-MG (Av. Olegário Maciel, 974 – 2º Andar – Lourdes)

Horário: 14h30

Sob protestos de tucanos, Câmara dos Deputados aprova mudanças nas regras da poupança

Sob protestos do PSDB, o plenário da Câmara aprovou a Medida Provisória 567/12, que muda as regras da poupança para depósitos feitos a partir de 4 de maio. A MP determina que, quando a taxa básica de juros (Selic) for igual ou menor a 8,5%, o rendimento será de 70% da Selic, somada à Taxa Referencial (TR). A oposição obstruiu a votação e apresentou requerimentos para adiar a análise da matéria, que foram rejeitados. A proposta segue para o Senado Federal. Para os tucanos, a alteração na caderneta prejudica os poupadores.

Na avaliação de Domingos Sávio (PSDB-MG), o governo usa o discurso da redução da taxa para sacrificar os poupadores. “É preciso deixar claro que, quando o governo reduz juro da poupança, ele atenta contra os poupadores. A grande e avassaladora maioria dos depósitos é de pequenos poupadores, de aposentados, de trabalhadores. E quem lucra com isso são os bancos”, afirmou.

Leia matéria completa no Diário Tucano

Palavra do Governador – Anastasia destaca o Programa Poupança Jovem

No Palavra do Governador desta semana, Antonio Anastasia fala sobre o Poupança Jovem, programa que já beneficiou, desde 2007, mais de 85 mil jovens de 185 escolas de nove municípios localizados em diversas regiões do Estado.

O Governo de Minas já investiu R$ 278 milhões no Programa, que contribui de forma expressiva para redução da evasão escolar no ensino médio. “O Poupança Jovem é um dos programas mais relevantes que o Estado tem nesta questão da juventude. Ele é destinado a jovens das escolas públicas estaduais do ensino médio, especialmente localizadas em áreas onde há necessidade de uma ação governamental mais incisiva”, ressalta o governador.

Durante os três anos do ensino médio o aluno é acompanhado, é estimulado a frequentar cursos de formação da cidadania, a ter um bom desempenho na escola e um comportamento exemplar. “Em troca desse comportamento adequado, em estímulo aos estudos, ele receberá um bolsa de R$ 3 mil. Mas, mais importante do que essa bolsa, eu digo sempre, é o patrimônio que ele forma da sua moral, da sua ética, da sua consciência como cidadão”, afirma Anastasia.

O governador lembra um momento especial que testemunhou ao entregar, recentemente, o certificado do Poupança Jovem a 10 mil alunos. Durante a cerimônia, o representante dos jovens beneficiados, o estudante Lucas Teotônio, de Juiz de fora, fez um relato emocionante (clique aqui e assista). “O Lucas é um jovem de origem humilde, que tinha um sonho na vida, que era entrar em uma universidade federal. Ele foi admitido no Poupança Jovem, dedicou-se durante três anos, estudou, realizou os cursos de formação cidadã, esmerou-se bastante, e o resultado tão positivo: ele foi aprovado em quarto lugar em Engenharia na Universidade Federal de Juiz de Fora. Então, nós todos ficamos muito emocionados, porque, de fato, ele ali demonstrou como o programa dá certo”, relata Anastasia.

O Poupança Jovem, que está em nove cidades de Minas, deve ser ampliado, assegura o governador. “Nós já o iniciamos este ano em um novo município, que é o município de Pouso Alegre, no Sul de Minas, e o nosso objetivo é estender ainda mais. Nós sabemos que aonde há Poupança Jovem a evasão escolar diminui, a qualidade do ensino se aprimora, os jovens se formam mais cidadãos”, conclui.

O Palavra do Governador pode ser reproduzido por qualquer veículo de imprensa, sem ônus e de forma espontânea. O programa é disponibilizado todas as quintas-feiras nas modalidades texto (para jornais impressos e online), áudio (para rádio e podcasts/web) e vídeo (em qualidade HD). O endereço é www.agenciaminas.mg.gov.br

Aécio Neves reafirma apoio à renegociação da dívida dos estados com a União

Aécio Neves recebeu deputados estaduais de todo o país, que pediram apoio à renegociação da dívida dos estados com a União. Foto Willian Dias

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) garantiu seu apoio à mobilização de deputados estaduais de todo o país em favor de mudanças nas regras atuais de cobrança das dívidas dos Estados pelo governo federal. O senador reuniu-se ontem (04/07), em Brasília, com deputados estaduais de todo o País. Entre eles, o presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), deputado Joares Ponticelli (PP/SC), e os presidentes da Assembleia Legislativas de Minas Gerais, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), e do Rio Grande do Sul, Alexandre Postal (PMDB).

Aécio Neves é autor do projeto de lei que muda o atual indexador usado pelo governo federal para correção das dívidas dos estados e limita em 2% ao ano os juros cobrados pela União. Atualmente, o indexador utilizado obrigatoriamente é o IGP-DI, acrescido de juros que variam entre 6% e 7,5%.

Continuar lendo