Governador Antonio Anastasia lança Força Estadual de Saúde

O governador Antonio Anastasia se reuniu nessa terça-feira (10) com profissionais – médicos, enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais – que vão integrar a Força Estadual de Saúde, montada em caráter emergencial para atender e levar auxílio aos moradores das cidades mais atingidas pelas chuvas este ano. Cada equipe será formada por pelo menos um médico e um enfermeiro. Dependendo da necessidade, elas contarão também com um psicólogo ou assistente social.

Os profissionais contarão com caminhonetes 4 x 4 para ajudar. Foto: Wellington Pedro / Imprensa-MG

Os profissionais atenderão nos abrigos ou tendas montadas pela Defesa Civil e contarão, para acesso aos locais mais difíceis, com 20 caminhonetes 4 x 4.  Os integrantes da Força Estadual de Saúde receberão ajuda de custo para alimentação e hospedagem nas cidades para os quais forem designados, além de todo o material necessário para atender a população.

O cadastro, realizado a partir de sexta-feira (6), pelo site da Secretaria de Estado de Saúde (SES), já reúne mais de 490 colaboradores. Os profissionais serão selecionados e designados de acordo com as necessidades de cada região ou município.

Continuar lendo

Aécio Neves defende atuação responsável e propositiva da oposição

Senador Aécio Neves (PSDB/MG)
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou que sua atividade parlamentar é caracterizada por um trabalho menos midiático e mais focado na busca de resultados para a população.

Ele contestou críticas veiculadas pela imprensa, nas quais sua atuação no Senado foi qualificada como abaixo das expectativas. “Não confundo adversário com inimigo, nem tampouco governo com o país”, afirmou o senador em reportagem publicada pelo portal UOL.

O parlamentar declarou que a oposição que ele e o PSDB exercem é caracterizada por um trabalho menos midiático e mais focado na busca de resultados para a população.

Continuar lendo

Destaque na Imprensa: Balança mineira movimentou US$ 9,7 bi

A receita gerada com as exportações do agronegócio mineiro encerrou 2011 com novo recorde. De acordo com os dados divulgados ontem pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), entre janeiro e dezembro foram faturados US$ 9,7 bilhões com as exportações, alta de 27,65% sobre o montante gerado em igual período anterior.

As expectativas iniciais em relação a 2012 são positivas e os preços dos principais produtos do agronegócio deverão manter-se em patamares rentáveis. Os principais destinos das vendas dos produtos de Minas para o exterior foram Estados Unidos, Alemanha, Japão, Itália e China.

De acordo com a Seapa, a balança comercial do agronegócio de Minas Gerais em 2011 registrou superávit. Enquanto o Estado exportou US$ 9,7 bilhões, as importações de produtos do agronegócio foram apenas de US$ 382 milhões. O saldo positivo foi de US$ 9,3 bilhões. O agronegócio responde por 23,5% do saldo da balança comercial de todo o Estado.

Continuar lendo

Governo de Minas distribui 135 toneladas de alimentos aos municípios atingidos pelas chuvas

Cerca de 135 toneladas de alimentos foram distribuídos pelo Governo de Minas Gerais, em todas as regiões do Estado, para vítimas de acidentes causados pelas chuvas. No total, o Governo distribuiu, desde outubro de 2011 até esta segunda-feira (9), 8.540 cestas básicas para moradores de 116 municípios. Também foram enviados 8.340 colchões, cerca de 7.000 cobertores, além de água potável, lonas, roupas, telhas e kits higiênicos.

Apenas entre a última sexta-feira (6) e esta segunda (9), os mantimentos foram enviados paras as cidades de Brumadinho, Matipó, Itabirito, Belo Vale, Alpercata, Ubá, Governador Valadares, Betim, Barbacena e Muriaé. Tanto o deslocamento de ajuda humanitária, quanto a distribuição das doações são conduzidos pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (Cedec-MG).

Todas as cidades atingidas pelas chuvas, independentemente de haver decreto de situação de emergência, estão sendo beneficiadas pelo envio de alimentos, colchões, cobertores, roupas e água potável. Além de serem distribuídos aos municípios, os mantimentos abastecem os 13 depósitos avançados do Governo – completamente estruturados para armazenar as doações – estrategicamente espalhados por todas as regiões de Minas. Outros dois estão sendo construídos, um em Montes Claros e outro em Ubá. O depósito avançado de Pouso Alegre, no Sul do Estado, será inaugurado nesta terça-feira (10).

Continuar lendo

Destaque na Imprensa: Reação do governo federal no combate às enchentes é tímida

Os problemas causados pela temporada de chuvas no país já atingem 2,5 milhões de pessoas e comprometem o tráfego em pelo menos 16 rodovias federais. Ao todo, são 37 trechos em estradas com algum tipo de dano ou bloqueio ao transporte. Os dados foram apresentados ontem pelo grupo de ministros mobilizados pela presidente Dilma Rousseff, e sob a coordenação da ministra-chefe da Casa Civil, Gleise Hoffmann.

Em Brasília, a cúpula ministerial apresentou um pacote de medidas para recuperação das áreas afetadas pelo mau tempo e otimizar as estruturas de prevenção, desde ações da Defesa Civil até atendimentos pelo SUS. O custo dos prejuízos para os cofres públicos, no entanto, ainda é incerto. Entre as principais medidas anunciadas pelo Planalto estão a autorização para pagamento antecipado do Bolsa Família a beneficiários diretamente atingidos, e a liberação do Fundo de Garantida do Tempo de Serviço (FGTS) para reconstrução de moradias destruídas pelas enchentes, além de reforço na equipe de especialistas de monitoramento de desastres.

“Ainda não temos um número de quanto o socorro custará ao governo devido à falta de clareza de todas as demandas emergenciais”, afirmou o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra. Os recursos se somarão ao crédito de R$ 444 milhões liberado às demandas formalizadas por governadores e prefeitos. Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo são os estados onde o governo identifica os maiores prejuízos até o momento.

Continuar lendo